WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Controle de cupins em construções

Saiba como escapar dos prejuízos dos cupins

Controle de cupins em construções    Artigo CPT

 

''Caso os cupins estejam nidificando no solo, então deve-se localizar o ninho e exterminá-lo. Alternativamente, técnicas mais recentes permitem intoxicar os cupins pelo uso de iscas contaminantes colocadas em pontos estratégicos da construção, onde os cupins viriam buscar alimento''. Venha conferir mais dicas como essa do Prof. Dr. Og Francisco de Souza do Curso CPT de Controle de Cupins em Áreas Agrícolas.


Uma vez decidida a necessidade de uso de produtos químicos para o controle de cupins, a primeira providência é consultar um especialista sobre todas recomendações de segurança necessárias. É importante lembrar que os agrotóxicos são produzidos com o objetivo de matar as pragas, logo, estes produtos não são inócuos. Além das normas de segurança, é necessário atentar para as doses recomendadas.


O uso de doses diferentes do padrão recomendado podem selecionar indivíduos resistentes, comprometendo o uso posterior destes produtos.
Contrariamente ao que se pensa, o uso de doses muito elevadas pode agravar o problema, ao invés de solucioná-lo de imediato. Sendo assim, consulte sempre um especialista.


Os procedimentos mínimos de cautela, necessários ao controle, estão resumidos no texto abaixo:

1. Só use inseticidas recomendados por profissional habilitado (Engenheiro Agrônomo ou Engenheiro Florestal).

2. Só compre o produto em estabelecimentos credenciados, observando o prazo de validade e as condições da embalagem e do rótulo.

3. Compre somente a quantidade real a ser usada imediatamente, nunca compre produto em excesso.

4. Exija a Nota Fiscal do produto e a cópia do receituário agronômico, as quais devem ser guardadas por 5 (cinco) anos.

5. Use equipamentos de proteção individual (EPIs), os quais dependem do tipo do produto e, por isso, estão especificados no rótulo, na bula, e no receituário agronômico.

6. Use luvas nitrílicas ou de neoprene, porque estas apresentam maior resistência ao ataque químico dos solventes.

7. Use botas impermeáveis. Caso esteja usando botas de couro, impermeabilize-as usando sebo de carneiro. A barra da calça deve ser mantida para fora do cano da bota.

8. Use camisa e calça, ou então macacão; desde que tenham sempre mangas e calças compridas.

9. Use chapéu de aba larga ao invés de bonés.

10. Óculos devem ser usados a todo momento, principalmente no preparo da calda e na aplicação do produto.

11. Máscaras de proteção para nariz e boca, desde que recomendadas para a substância em questão.

12. No preparo da calda, use avental, pois neste caso se está lidando com o produto concentrado.


Um pouco mais sobre o que encontrar no Curso CPT? Assista ao vídeo!

 

Conheça os Cursos CPT da Área Agricultura.
Por Eduardo Silva Ribeiro.

 

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!