WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Torne realidade o sonho de viver do que você ama! 20% OFF nos cursos online + 5% OFF pagando no cartão

Como prevenir o ataque de nematoides às lavouras

Quando em grande quantidade no solo, os nematoides causam prejuízos catastróficos ao produtor rural

Como prevenir o ataque de nematoides às lavouras

Quando em grande quantidade no solo, os nematoides causam prejuízos catastróficos, com perdas anuais de R$35 bilhões. São diversos os gêneros de nematoides que comprometem a produção agrícola. Os mais comuns são o Pratylenchus brachyurus (nematoide das lesões radiculares), o Heterodera glycines (nematoide de cisto da soja) e os Meloidogyne javanica e Meloidogyne incógnita (nematoides das galhas).

Quando há suspeita de infestação de nematoides, o primeiro passo é fazer a análise do solo em laboratório para saber o seu gênero e, assim, tomar as melhores medidas. Entretanto, a coleta das amostras do solo deve ser realizada da forma correta. Para isso, são coletadas amostras compostas da área dividida em quadrantes de 2 a 10 hectares. Devem ser selecionados de 5 a 10 quadrantes (no mínimo) e coletar uma amostra de cada um deles.

No procedimento, abre-se o solo, em forma de “V”, partindo da superfície até 30 centímetros de profundidade, com remoção da lâmina lateral. A fase de floração é a melhor época para coletar as amostras, pois os nematoides completaram o primeiro ciclo de vida no sistema radicular das plantas. Caso constatada a presença da praga, o passo seguinte é fazer o controle biológico.

Para prevenir o ataque de nematoides às lavouras, os produtores usam cultivares resistentes à praga, além de adotarem outros cuidados, como:

Tratamento de sementes


Com o uso de sementes tratadas, o produtor rural consegue inibir a ação dos nematoides, poucos dias após a semeadura, para que as raízes se desenvolvam com vigor. Quando associada a outras práticas, os nematoides não conseguem contaminar as raízes das plantas e o cultivo é bem-sucedido, com boa produtividade por hectare.

O uso de fitonematoides nas sementes aumenta a resistência das plantas devido à ação do ácido salicílico, do ácido 2-6 dicloro isonicotinico ou do acibenzolar-s-metil. O silício presente no ácido salicílico, por exemplo, é responsável pelo crescimento saudável das plantas, além de aumentar a sua resistência aos nematoides.

Rotação de culturas


A rotação de culturas com crotalária ajuda significativamente no controle de nematoides. Principalmente porque as suas raízes funcionam como armadilha, que captura os nematoides jovens e impede o seu desenvolvimento até a fase adulta. Além disso, devido à simbiose e à formação de nódulos nas raízes, transcorre a fixação biológica entre 100 e 250 kg/ha de N, o que é bastante vantajoso à cultura.

Limpeza de máquinas


Os nematoides apresentam limitações para se locomoverem no solo. Esta é uma vantagem para que não se disseminem rapidamente na cultura. Entretanto, o trabalho das máquinas agrícola pode disseminar essa praga na lavoura. Por esse motivo, a limpeza das máquinas é tão importante. Além disso, o produtor rural pode começar o manejo mecânico nas áreas sem nematoides para, depois, seguir para as áreas contaminadas.

Conheça os Cursos CPT da Área Agricultura:

Análise de Solo e Recomendação de Calagem e Adubação

Técnicas Mecânicas de Conservação de Água e Solo

Integração Lavoura, Pecuária e Eucalipto

Fonte: Blog Aegro

Por Andréa Oliveira

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!