WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Torne realidade o sonho de viver do que você ama! 20% OFF nos cursos online + 5% OFF pagando no cartão

Aprenda sobre septoriose do tomateiro

Quando na lavoura, o Septoria lycopersici causa a desfolha dos tomateiros, além de reduzir a produtividade a qualidade dos tomates

Aprenda sobre septoriose do tomateiro

A septoriose ou mancha-de-septoria é uma doença fúngica, que acomete tomateiros em todo o mundo. Basta que o fungo Septoria lycopersici encontre condições favoráveis para atacar os tomateiros. “O agente patógeno normalmente se desenvolve em plantações de tomate implantadas em regiões com temperatura e umidade elevadas”, afirma Marcos Tadeu de Moraes Sala Sansão, professor do Curso CPT Produção de Tomate para Indústria.

Quando na lavoura, o fungo causa a desfolha dos tomateiros, além de reduzir a produtividade a qualidade dos tomates. Em alguns casos, o tomatecultor pode perder toda a produção pela morte dos tomateiros. O Septoria compromete a fotossíntese da planta e faz com que os frutos se exponham à luz direta do sol, o que impacta na coloração dos tomates. A alteração na cor desqualifica o tomate para a indústria, que compra frutos bem vermelhos.

Sintomas característicos


O fungo ataca o tomateiro independentemente da fase de desenvolvimento da planta. Geralmente o ataque se concentra nas folhas basais do tomateiro assim que começa a frutificação. Entretanto, a doença pode se espalhar por toda a planta (com exceção dos frutos). Um dos sintomas mais característicos da septoriose são manchas circulares ou elípticas com diâmetro de 3 milímetros.

Com o avanço da septoriose, as lesões se tornam maiores (5 milímetros) e ganham cor marrom-acinzentada (na parte central), bem escuras na borda e com halo amarelo ao redor. O ataque progride para a parte superior do tomateiro, partindo das folhas basais até as folhas mais novas. No auge do ataque do fungo, as manchas se unem, o que causa o amarelecimento e a desfolha do tomateiro.

Melhores métodos de controle


Pulverizações com fungicidas é o principal método de controle da septoriose. No mercado, há excelentes fungicidas registrados no Mapa, mas eles precisam ser prescritos por engenheiro agrônomo. Os mais utilizados são os cúpricos, além dos ditiocarbamatos, das estrubilurinas, das isoftalonitrilas e dos triazois. A aplicação é foliar e deve ser realizada assim que surgirem os primeiros sintomas. Depois, ela deve ser repetida entre sete e 14 dias.

Já os métodos de controle preventivo evitam o uso de agroquímicos no tomateiro, pois impedem o desenvolvimento do fungo. São eles:

->Descarte dos restos culturais após a colheita;
->Plantio de mudas e sementes sadias;
->Adubação com todos os nutrientes necessários à planta para aumentar a sua resistência;
->Rotação de culturas (tomateiros com gramíneas).

Além disso, é importante:

->Não utilizar irrigação por aspersão, pois esse sistema cria condições propícias ao desenvolvimento do fungo;
->Não realizar tratos culturais se as folhas do tomateiro estiverem molhadas.

Conheça os Cursos CPT da Área Agricultura.

Leia o artigo "Processamento de Tomate: variedades do tomate."

Fonte: grupocultivar.com.br

Por Andréa Oliveira.

Faça já o Download Grátis
Faça já o Download Grátis Manual para Tornar sua Produção Orgânica

Basta preencher os campos abaixo para receber o material por e-mail:

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!