WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Esquenta Black Friday 25%OFF nos cursos online

Produção de abóbora: controle da broca dos frutos

Do plantio à colheita, toda a plantação de abóbora pode estar vulnerável ao ataque de pragas se medidas preventivas não forem tomadas

Produção de abóbora: controle da broca dos frutos

“A aboboreira (Cucurbita ssp.) é uma cucurbitácea de clima quente, que não suporta temperaturas abaixo de 10°C, muito menos geadas. Entretanto, o produtor de abóboras deve concentrar sua atenção em algo ainda mais prejudicial à plantação de abóboras: as pragas”, ressalta Jacimar Luís de Souza, engenheiro agrônomo e professor do Curso CPT Cultivo Orgânico de Tomate, Pimentão, Abóbora e Pepino.

Do plantio à colheita, toda a lavoura de abóbora pode se ver vulnerável ao ataque de pragas se medidas preventivas não forem tomadas. Há pragas que concentram o ataque nos frutos, nas flores, nos caules e nas folhas da abóbora; e outras que sugam a seiva da planta, além de serem vetoras de doenças. Por esses motivos, quando detectadas, elas devem ser imediatamente exterminadas.

Broca dos frutos


Há duas espécies mais agressivas de broca, a Diaphania nitidalis e a Diaphania hyalinata. Ambas destroem os botões florais e os frutos das aboboreiras, mas a hyalinata também danifica os talos, as hastes e as folhas da abóbora, o que causa o murchamento e a morte da planta. Quando o ataque está em estágio avançado, toda a produção pode ser comprometida, com sérios danos econômicos ao produtor.

Controle sem agroquímicos: manejo preventivo


Em estágios iniciais do ataque da broca dos frutos, é possível realizar o controle sem o uso de agroquímicos. No manejo preventivo da praga, são desenvolvidas práticas, como aração e gradagem do solo, ou ainda rotação de culturas. Outra alternativa eficiente é escolher cultivares de abóbora resistentes às brocas Diaphania nitidalis e Diaphania hyalinata.

Além dessas medidas, colocar armadilhas na lavoura, para capturar a praga na fase adulta, apresenta bons resultados. Já o controle biológico da broca dos frutos não surte resultados tão positivos, pois as brocas penetram rapidamente nas abóboras, onde se mantém escondidas. Entretanto, as pulverizações com Bacillus thuringiensis em flores e frutos mostram resultados bastante promissores.

Controle com agroquímicos: prescrição de engenheiro agrônomo

Embora o controle químico da broca dos frutos apresente excelentes resultados, o uso desregrado de agroquímicos torna as pragas ainda mais resistentes. Essa medida apenas deve ser adotada se for estritamente necessária e com prescrição de engenheiro agrônomo. As pulverizações não devem ser realizadas pela manhã para não impactar negativamente nos polinizadores, como as abelhas.

Geralmente são aplicados produtos à base de carbaryl ou fention, pois ambos são permitidos por órgãos competentes, contanto que recomendados por especialista. Vale ressaltar que os agroquímicos organoclorados são rigorosamente proibidos no cultivo de abóboras, bem como no de outras cucurbitáceas e hortaliças, devido ao elevado grau de toxidade e demais riscos à saúde humana.

Conheça os Cursos CPT da Área Agricultura Orgânica:

Cultivo Orgânico de Tomate, Pimentão, Abóbora e Pepino

Cultivo Orgânico de Alho, Cenoura, Baroa, Beterraba e Batata-Doce

Como Tornar sua Fazenda Orgânica

Fonte: ainfo.cnptia.embrapa.br

Por Andréa Oliveira.

Faça já o Download Grátis
Faça já o Download Grátis Manual para Tornar sua Produção Orgânica

Basta preencher os campos abaixo para receber o material por e-mail:

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!