WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Fale com uma Especialista
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Práticas e vantagens da agricultura regenerativa

A agricultura regenerativa garante a boa conservação do solo, com práticas sustentáveis de produção

Vantagens da agricultura regenerativa

A agricultura, a pecuária e o desmatamento causam um quarto da emissão de gases de efeito estufa no mundo. Para minimizar esses impactos, o homem tem adotado práticas agropecuárias sustentáveis, que reduzem as pegadas de carbono no planeta. Uma dessas práticas é a agricultura regenerativa criada pelo norte-americano Robert Rodale. Seu principal objetivo é manter e regenerar o sistema de produção de alimentos.

Práticas da agricultura regenerativa


Como práticas da agricultura regenerativa, temos o pastejo do rebanho de forma a estimular o crescimento natural das plantas; a cobertura do cultivo, ao longo do ano, para evitar que o solo fique em pousio na entressafra; o cultivo conservador ou pouca aração dos campos; a rotação de culturas ou os cultivos sucessivos para prevenir a erosão do solo.

Sem falar das práticas regenerativas, que garantem o conforto e bem-estar animal; a limitação do uso de organismos geneticamente modificados para melhorar a biodiversidade; e a redução do uso de agroquímicos.

Vantagens da agricultura regenerativa


A agricultura regenerativa garante a boa conservação do solo. Suas práticas sustentáveis favorecem a recuperação dos solos pobres e permitem que eles sejam novamente cultivados. Uma dessas práticas é a manutenção dos microrganismos benéficos no solo, que garantem a sua manutenção e regeneração natural.

Para isso, são desenvolvidos e utilizados biofertilizantes constituídos de elementos naturais, que enriquecem o solo e favorecem o desenvolvimento das culturas, graças à manutenção dos microrganismos benéficos. Em um processo de simbiose, eles disponibilizam para as plantas os nutrientes já existentes no solo.

Para a regeneração de solos pobres, as práticas da agricultura regenerativa disponibilizam para o solo água, ar e nutrientes para que eles se tornem novamente adequados para o plantio. Em relação à regeneração de solos com erosão, o teor de nutrientes deve ser reposto, para favorecer o processo.

A raiz viva mantida no solo favorece o ciclo natural de nutrientes sem a retirada do carbono armazenado. Além disso, quando compostos orgânicos são aplicados no solo, a diversidade de microrganismos presentes no solo aumenta. Com isso, enquanto as plantas são bem nutridas, as pragas são controladas.

Se todos adotássemos as práticas da agricultura regenerativa, conseguiríamos reverter as mudanças climáticas e produziríamos alimentos diferenciados. Na verdade, removeríamos o dióxido de carbono da atmosfera de forma surpreendente (uma tonelada de gás para cada hectare cultivado).

Conheça os Cursos CPT da Área Agricultura Orgânica:

Agricultura Natural

Como Tornar sua Fazenda Orgânica

Cultivo Orgânico de Hortaliças - Sistema de Produção

Fonte: Ecycle

Por Andréa Oliveira

Faça já o Download Grátis
Faça já o Download Grátis E-book Princípios Básicos da Agricultura Orgânica

Basta preencher os campos abaixo para receber o material por e-mail:

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!