Como cultivar couve-flor orgânica

A couve-flor orgânica é bastante exigente, quando comparada ao brócolis e ao repolho, por isso, deve-se ter atenção quanto ao plantio, à adubação, à irrigação e à colheita para se obter bons resultados

Como cultivar couve-flor orgânica

 

A couve-flor é uma herbácea com características semelhantes às do brócolis, sendo que a parte comestível é uma inflorescência imatura. Esta forma um tipo de cabeça, de cor branca ou creme, sustentada por um caule curto. Entretanto, a couve-flor mostra-se muito mais exigente em solos e nutrientes, quando comparada ao brócolis e ao repolho, produzindo melhor em solos com pH na faixa de 6,0 e 6,8. As cultivares plantadas, no Brasil, adaptaram-se bem ao clima, já que são hortaliças típicas de clima temperado.

Cultivares e clima

“A escolha da cultivar de couve-flor dependerá das condições climáticas da região. Estas podem ser agrupadas conforme suas respostas à temperatura, com base na formação de cabeças. Às vezes, uma pequena variação na temperatura pode levar uma cultivar a produzir cabeças, precocemente, além de pequenas e sem valor comercial”, afirma o professor Jacimar Luís de Souza, do Curso Cultivo Orgânico de Brócolis, Couve-flor e Repolho, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas.

Semeadura e formação de mudas

A couve-flor é propagada por meio de sementes. As mudas de couve-flor podem ser formadas da mesma forma que as do brócolis, ou seja, em bandejas de isopor, em copos plásticos ou em canteiros. Entretanto, em função da maior exigência nutricional, recomenda-se optar pela formação de mudas em canteiros, pois se obtém mudas mais vigorosas e a um custo menor que as produzidas em bandejas ou em copos.

Adubação da sementeira

A adubação da sementeira é feita com matéria orgânica bem curtida, em uma quantidade maior que a empregada no campo definitivo. Pode-se usar 5 kg de composto, 3 kg de esterco de galinha ou 5 kg de esterco de curral por metro quadrado. Logo após a semeadura, o canteiro deve ser coberto com capim ou palha seca. Entretanto, a cobertura deve ser removida assim que as plântulas começarem a emergir

Plantio

O transplante das mudas de couve-flor  deve ser realizado, assim que estas atingirem cerca de 10 cm de altura, apresentando de 4 a 5 folhas definitivas. Isso deve ser feito imediatamente após o preparo e a adubação das covas, quando se empregam adubos orgânicos bem curtidos. Da mesma forma, deve ser feita uma boa irrigação nas covas, o que auxilia no “pegamento” das mudas. Todo o processo de transplantio deve ser feito no final da tarde.

Irrigação

A couve-flor é altamente exigente em água, razão pela qual se irriga em caráter suplementar, mesmo durante o período chuvoso, em curtos períodos de seca. Além disso, deve-se manter a camada superficial do solo, onde se desenvolvem as raízes, com um teor de água útil de 100%. Isso deve ser  feito durante todo o ciclo cultural da couve-flor, até as vésperas da colheita. Para tanto, pode-se fazer duas irrigações por infiltração ou três por aspersão.

Capinas

O manejo de vegetação nativa deve ser muito cuidadoso, pois, apesar de trazer benefícios fundamentais para o equilíbrio biológico local, pode provocar perdas imensas no rendimento da cultura da couve-flor pela concorrência por nutrientes e água. Portanto, recomenda-se realizar capinas em faixas lateralmente às fileiras de plantio, para eliminar toda a vegetação na zona das raízes das plantas, mantendo uma faixa de vegetação nas entrelinhas.

Colheita

Normalmente, para as cultivares de primavera-verão, a colheita ocorre entre os 75 e 100 dias da semeadura. Já as cultivares de outono-inverno produzem com 90 a 115 dias do semeio. No que se refere ao ponto de colheita, as cabeças de couve-flor são colhidas quando atingem o seu máximo desenvolvimento, mas antes que iniciem a formação de pelos. Por isso, é preferível colher um pouco antes do tempo que depois, mesmo porque a cabeça “passada” não serve para o comércio.

Produtividade

A couve-flor tem mostrado ser uma espécie com elevada dependência das condições químicas e físicas do solo. Em solo com melhores características, tem-se alcançado rendimentos comerciais superiores a 18.000 kg/ha e cabeças com diâmetro médio de até 16,5 cm.

Aprimore seus conhecimentos, acessando os Cursos CPT, da área Agricultura Orgânica.

Por Andréa Oliveira.

Cursos Relacionados

Curso Produção de Morango Orgânico Curso Produção de Morango Orgânico

Com Prof. Dr. Afonso Peche, Prof. Aurélio Carpalhoso e Prof. José Dahir

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Cultivo Orgânico de Brócolis, Couve-Flor e Repolho Curso Cultivo Orgânico de Brócolis, Couve-Flor e Repolho

Com Prof. Dr. Jacimar Souza

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Cultivo Orgânico de Tomate, Pimentão, Abóbora e Pepino Curso Cultivo Orgânico de Tomate, Pimentão, Abóbora e Pepino

Com Prof. Dr. Jacimar Souza

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Cultivo Orgânico de Alho, Cenoura, Baroa, Beterraba e Batata-Doce Curso Cultivo Orgânico de Alho, Cenoura, Baroa, Beterraba e Batata-Doce

Com Prof. Dr. Jacimar Souza

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Cultivo Orgânico de Gengibre, Taro e Inhame Curso Cultivo Orgânico de Gengibre, Taro e Inhame

Com Prof. Carlos Alberto e Prof. Dr. Jacimar Souza

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Cultivo Orgânico de Citros Curso Cultivo Orgânico de Citros

Com Prof. Paulo Antônio

R$ 386,00 à vista ou em até 12x de R$ 32,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Outros artigos relacionados à área Agricultura Orgânica

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade