WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Aprenda agora a plantar inhame orgânico

O cultivo orgânico do inhame agrega ainda mais valor ao tubérculo, por não usar agroquímicos

Aprenda agora a plantar inhame orgânico

“No Brasil, os inhames mais conhecidos são o da espécie Dioscorea alata (polpa branca) e o da espécie Dioscorea cayenensis (polpa amarela ou creme). Trata-se de tubérculos relativamente cilíndricos, com casca marrom e peso de até 5 Kg (ou mais). Vale destacar que o cultivo orgânico do inhame agrega ainda mais valor ao vegetal, por não usar agroquímicos”, ressalta Curso CPT Cultivo Orgânico de Gengibre, Taro e Inhame.

Meses para aquisição das mudas


As mudas de inhame devem ser adquiridas dos melhores produtores da região, que garantam exemplares saudáveis, comprovadamente orgânicos e com elevado potencial produtivo. Além disso, é importante tomar os devidos cuidados para que as mudas não sejam contaminadas após serem adquiridas. Para plantio de inhame sem irrigação, as mudas podem ser adquiridas de fevereiro e abril e para plantio em áreas irrigadas, a aquisição de mudas é de julho a agosto.

Tipos de solo e época de plantio


Os tipos de solo ideais para plantar inhame são os arenosos, profundos, com elevada fertilidade e boa drenagem. Além disso, o tubérculo se desenvolve bem em solos com pH entre 5,5 e 6, o que pode ser corrigido com a calagem. A época de plantio considera fatores, como a implantação de sistemas de irrigação. Nesse caso, o inhame deve ser plantado em setembro e outubro. Normalmente, o plantio de inhame ocorre no início das chuvas.

Temperatura, umidade e índice pluviométrico


O inhame se desenvolve em regiões com alta temperatura (entre 24°C e 30°C) e umidade relativa do ar elevada (entre 60% e 70%). Quanto ao índice pluviométrico para cultivar inhame, o mais favorável à cultura é o que se mantém entre 1.000 e 1.600 milímetros anuais. Dessa forma, o cultivo se torna produtivo e rentável ao produtor.

Plantio em covas altas


Geralmente, o plantio de inhame é realizado em covas altas, com cerca de 30 centímetros de altura, conhecidas popularmente como matumbos. Neles, devem ser cavados buracos, com 40 x 40 centímetros de diâmetro e 10 centímetros de profundidade, onde devem ser plantadas as mudas de inhame. Os espaçamentos podem ser de 1,0 x 0,8 metro ou 1,2 x 0,8 metro entre plantas.

Retirada da túbera (colheita)


O inhame começa a produzir após 210 a 270 dias do plantio. Normalmente, isso ocorre quando as folhas superiores do vegetal se tornam amareladas e secas. No procedimento da colheita, remove-se a túbera da terra (capação), com o auxílio de uma foice, na altura do ligamento com a raiz. Depois, os matumbos (covas altas) são fechados com terra para receberem novas mudas de inhame (plantio subsequente).

Conheça os Cursos CPT da Área Agricultura Orgânica:

Cultivo Orgânico de Gengibre, Taro e Inhame

Cultivo Orgânico de Alho, Cenoura, Baroa, Beterraba e Batata-Doce

Cultivo Orgânico de Tomate, Pimentão, Abóbora e Pepino

Fonte: Glogo.com - globo.com
            Hortas.info - hortas.info

Por Andréa Oliveira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!