Resultados da busca para "receituario-agronomico"

Confea e Crea elegerão presidentes em todo o Brasil

No próximo dia 19 de novembro, o Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), com sede em Brasília, e os Conselhos Regionais de Engenharia e Agronomia (Crea) de todo o Brasil elegerão os seus presidentes para a gestão 2015/2017. Realizada a cada três anos, as eleições serão também para as Diretorias Regionais das Caixas de Assistência dos Profissionais dos Creas, a Mútua, e, em Minas, para os representantes das Inspetorias e dos dirigentes dos Escritórios de Representação, somando mais de 80 unidades de atendimento em todo o Estado, incluindo Viçosa.

13 de setembro - Dia Mundial do Agrônomo

No Brasil, o Dia do Agrônomo é celebrado em 12 de outubro - por se tratar do dia da regulamentação da profissão (decreto 23.196 de 1933). Já o Dia Mundial do Agrônomo é celebrado em 13 de setembro, para homenagear a todos os profissionais da agronomia e agropecuária – independentemente da área de atuação

CPT Softwares prepara novo programa para auxiliar setor agronômico

Já está no "forno" o próximo software desenvolvido pelos profissionais da empresa CPT Software, que faz parte do Grupo CPT - Centro de Produções Técnicas. Com sua experiência no mercado agronômico, a organização elaborou um sistema de auxílio para engenheiros agrônomos, engenheiros ambientais e técnicos agrícolas.

Parabéns aos Engenheiros Agrônomos

Como esquecer aquele que está sempre cuidando de nós? Cuidando sim, porque é esse o profissional responsável pela atividades ligadas à agropecuária. Elas envolvem a utilização de recursos naturais, como água, solo e ar, com o objetivo de produzirem os produtos com mais qualidade e de uma forma mais lucrativa. Seus estudos são importantes para a saúde da população, dos animais e para a conservação e preservação do meio ambiente.

12 de outubro - dia do engenheiro agrônomo

No próximo dia 12 de outubro, comemoramos o dia do engenheiro agrônomo. Suas atribuições profissionais passaram a ser regulamentadas pelo Decreto nº 23.196, de 12 de outubro de 1933 do CONFEA. Dentre as inúmeras especializações, o agrônomo pode se aprofundar na área ambiental, gestão, agroindústria, entre outras.

Para colher não basta apenas plantar. É preciso adubar!

O Brasil apresenta altas taxas de crescimento da população; tal crescimento vem exigindo aumentos na produção de alimentos. “É bem verdade que batemos recordes de safras, seguidas vezes, mas é igualmente verdade que existem muitas variações na quantidade de produtos agrícolas ofertada no decorrer do ano, daí a necessidade de uma maior estabilidade na produção”, afirma Dr. Júlio César Lima Neves, engenheiro agrônomo pela Universidade Federal de Viçosa, Mestre em Agronomia (Solos e Nutrição de Plantas) pela Universidade Federal de Viçosa e Doutor em Produção Vegetal (área de concentração em Solos e Nutrição de Plantas) pela Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro.

80% das pastagens do Brasil estão degradadas, relata especialista

Estima-se que a área de pastagens do Brasil compreende 190 milhões de hectares, ocupando aproximadamente 22% do território brasileiro, afirma Adilson de Paula Almeida Aguiar, graduado em Zootecnia pela Faculdade de Agronomia e Zootecnia de Uberaba – FAZU; especializado em Solos e Meio Ambiente pela Escola Superior de Agricultura de Lavras – ESAL, e em Metodologia do Ensino Superior pela Associação Brasileira de Ensino Agrícola Superior – ABEAS. Da área total de pastagens, 80% encontrava-se em algum estágio de degradação, sendo que mais da metade estava precisando urgentemente de intervenção (BUNGENSTAB, 2011).

Especialista fala sobre Pressão de Pastejo

A taxa de lotação de pastejo é dada em Unidade Animal (UA), que corresponde a 450 kg de peso vivo. "No pastoreio de lotação rotacionada, a taxa de lotação deverá ser ajustada à capacidade suporte da pastagem", afirma Adilson de Paula Almeida Aguiar, Zootecnista pela Faculdade de Agronomia e Zootecnia de Uberaba – FAZU e Especialista em Solos e Meio Ambiente pela Escola Superior de Agricultura de Lavras – ESAL.

O solo: elemento mais importante do setor produtivo, diz especialista

Fazer uso do solo visando à produção vegetal, seja de madeira, frutas, grãos, alimentos para animais entre outros é algo indispensável para a vida humana. “No entanto, é preciso compreender que o solo é o elemento mais importante do setor produtivo, pois é a fonte de nutrientes e de água para as plantas, além de ser o elemento de sustentação que possibilita o seu estabelecimento e desenvolvimento”, afirma Dr. Caetano Marciano de Souza, formado em Agronomia, Doutor em Fitotecnia, Professor Titular da Universidade Federal de Viçosa - UFV, Especialista em Manejo de Culturas e Solos e em Preparo e Conservação de Solo e Água.

Atendimento Online
Quer Facilidade