WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

"processamento-do-coco-seco"

Industrialização do coco e suas vantagens econômicas

O produtor de coco conta com algumas estratégias que ajudam consideravelmente a melhorar seus rendimentos. Hoje, uma das principais estratégias para vencer o mercado competitivo do setor de produção de alimentos é a diversificação. Sendo assim, a industrialização do coco pode ser uma maneira prática e simples de aproveitar a produção

Lançamentos CPT: 3 cursos para você alcançar seu sucesso profissional

O Centro de Produções Técnicas LTDA - CPT - empresa especializada na produção de Cursos a Distância, inova mais uma vez e sai na frente com os seguintes lançamentos: Curso Profissionalizante de Processador de Carne de Peixes; Curso Profissionalizante de Processador de Carne Suína e Curso Profissionalizante de Processador de Carne de Frango.

O coco orgânico dispensa adubações químicas e pulverizações com agrotóxicos

A crescente demanda por produtos orgânicos, verificada no mercado alimentício, representa uma busca dos consumidores por uma agricultura sustentável, que seja livre de produtos químicos. Nesse sentido, a cultura do coco orgânico, que é uma das que mais tem crescido nos últimos anos, vem se destacando

Normas determinam padrões para água de coco

A recomendação é que a água de coco seja filtrada e acondicionada, em recipientes próprios, fluindo levemente pelas bordas. Além disso, para evitar a oxidação da bebida, o uso de aditivos naturais é uma excelente alternativa. Normalmente, é utilizado o ácido ascórbico granulado (vitamina C).

Água-de-coco, lucro refrescante

Verão, sol e calor combinam com uma refrescante água de coco. Nesta estação, as vendas da bebida aumentam consideravelmente. A procura pelo fruto, só neste início de ano, teve um aumento de 30%. O estado da Bahia é o maior produtor brasileiro de coco, com mais de 500 mil toneladas por ano, em 77 mil hectares.

Especialista: Na seca, quanto mais suplementos mais engorda o gado de corte

Durante o período seco, as pastagens apresentam menor intensidade de rebrote e, consequentemente, menor número de folhas verdes, diminuindo a capacidade de suporte, causando a perda de peso dos animais. “Mas, por meio da adoção de um manejo adequado, é possível reservar parte da produção de pasto do período chuvoso para ser utilizada na época seca, permitindo que os animais alcancem bom desempenho durante este período”, afirma Gilmar Ferreira Prado, professor do Curso a Distância CPT Alimentação de Bovinos de Corte, em Livro+DVD e Curso Online.

Feno: alternativa de alimento para o gado na seca

Uma fazenda em Várzea da Palma, em Minas Gerais, encontrou uma excelente alternativa de alimento para o gado na época da seca: a produção de feno. A ideia partiu do médico veterinário e proprietário da Fazenda Vale da Vereda, pois a região onde cria suas cabeças de gado sofre com longos períodos de estiagem, por isso, o professor Josvaldo Ataíde, do Curso CPT de Produção de Feno, trouxe as melhores dicas. 

Prepare uma pizza de carne seca

Não há quem não goste de uma boa pizza. Dentro e fora de casa, ela é uma opção muito apreciada, tanto no almoço quanto no jantar, não importa de qual sabor seja. Muita gente prefere as versões mais tradicionais, como as de muçarela, calabresa e frango com requeijão cremoso. Mas, que tal inovar em casa e preparar uma pizza de carne seca? A receita é fácil e a massa pode ser feita bem antes e congelada por vários dias.

Governo libera R$ 400 milhões para o combate à seca

O governo federal liberou mais R$ 400 milhões para operações de crédito emergencial para os municípios do semiárido atingidos pela seca. Os empréstimos serão executados pelo Banco do Nordeste.

Produção de biodiesel - Saiba tudo sobre o processo de craqueamento

O processo de craqueamento de óleos vegetais é conhecido há muito tempo. A primeira vez que foi feito o craqueamento, ou pirólise, foi no século XIX. Especialmente como combustível, foram feitos estudos nas décadas de 1920 e 1930. Durante a Segunda Guerra Mundial, os chineses produziram combustível a partir do craqueamento do óleo de Tungue, um vegetal produzido em grande quantidade na China.

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!