WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

"pescarias-em-alto-mar"

Meta do governo é fazer do Brasil o maior produtor de pescado

A meta do governo brasileiro é tornar o Brasil o maior produtor de pescado. O país é detentor de três porcento de toda a água doce do mundo e possui 8,5 mil quilômetros de costa marítima. Essas características são determinantes para torná-lo um grande protagonista na cadeia mundial da piscicultura.

Pescado orgânico ganha instrução normativa para certificação

Regras específicas foram criadas para a produção de pescado orgânico no Brasil. Com isso, supermercados de todo o território nacional poderão oferecer peixes, crustáceos e moluscos orgânicos. A instrução normativa já foi assinada pela ministra da Pesca e Aquicultura, Ideli Salvatti e será encaminhada para o Ministério da Agricultura, que estabelecerá as normas técnicas para os sistemas orgânicos de produção aquícola. "A Lei para Orgânicos no Brasil, que entrou em vigor no início deste ano, era válida para diversas espécies animais e vegetais, mas não contemplava o setor de pescados", explica Salvatti.

Produção de pescado cresceu 39% nos últimos 3 anos no PR

Segundo o Boletim Estatístico do Ministério da Pesca e Aquicultura, a produção de pescado no Paraná subiu de 25,8 mil toneladas em 2008 para 35,8 mil toneladas em 2011. o acréscimo de 10 mil toneladas representa um aumento de 39% nos últimos 3 anos

Governo pretende usar resíduos de pescado na produção de biodiesel

Um acordo entre o Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA) e a Petrobras biocombustível pretende aumentar as pesquisas para a geração de tecnologias que viabilizem a utilização de gorduras de vísceras de peixes para a produção de biodiesel. O documento foi assinado durante o evento de lançamento do Plano Safra da Pesca e Aquicultura, que pretende ampliar a sustentabilidade da pesca no Brasil.

29 de junho - vamos comemorar o dia do pescador

Amante da natureza e da vida ao ar livre, o pescador dedica seus dias à pesca, seja por esporte, trabalho ou lazer. Para ser um bom pescador, é preciso algumas qualidades, como paciência, concentração e determinação. Os mais experientes sabem inclusive o dia perfeito para a pescaria. Ao observarem a lua e a maré, sabem se a pesca será farta ou não

Mais da metade das empresas de alto crescimento são pequenas

Um levantamento realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostrou que entre as empresas de alto crescimento, 51% são de pequeno porte. Elas possuem até 49 funcionários e apenas 9,2% empregam mais de 250 pessoas. O levantamento foi feito em parceria com o Instituto Empreender Endeavor Brasil.

Empresária fatura alto vendendo frutas e sucos naturais em empresas

Antenada com a nova tendência do brasileiro, que é buscar por um estilo de vida saudável, uma empresa investe pesado e fatura alto com a comercialização de frutas e sucos naturais, prontos para o consumo, nas empresas do mercado de São Paulo. O nome desta astuta empreendedora é Sofia Fortuna, que viu na falta de tempo de inúmeras pessoas para irem ao mercado comprar frutas frescas todos os dias, uma excelente oportunidade de negócio e abriu a FRUIT AND YOU.

Aprenda a fazer pudim de maria-mole

Existem diversas receitas de pudim, algumas com frutas, chocolate, queijo, entre outros ingredientes. O mais comum, sem dúvida, é o tradicional pudim de leite condensado, o preferido de muita gente. Mas, se você quiser experimentar um sabor diferente, uma boa dica é esta receita com maria-mole de caixinha. Experimente e se surpreenda!

Os profissionais em falta no mercado

Alguns profissionais têm sido procurados por muitas empresas, mas está difícil encontrá-los. São pessoas com alto grau de especialização e preparo, por isso quase nunca ficam disponíveis. Eles geralmente ocupam vagas de gestão, principalmente em grandes corporações. Os salários são altos, mas fazem jus à complexidade e a especificidade do trabalho. Um levantamento feito pela consultoria EXEC a pedido da revista Exame, mostra quais são esses profissionais raros e muito valorizados no mercado brasileiros. São eles: Engenheiros e técnicos para a perfuração de poços de petróleo e gás natural: a área de petróleo e gás como um todo é bem deficiente de pessoal especializado no país. Muitas empresas chegam a importar mão de obra. No entanto, o déficit é ainda maior quando se trata de profissionais para trabalhar na perfuração de poços. Além de preparação muito específica, está cada vez mais difícil encontrar pessoas dispostas a passar muito tempo nas plataformas em alto-mar. Gerentes de incorporadoras com foco na captação de terrenos: o crescimento do mercado da construção abriu espaço para profissões bem mais específicas. Esse tipo de profissional costuma ser formado na área de gestão, mas possui grande experiência e olho clínico para encontrar bons terrenos e realizar bons negócios. Ele ainda precisa ter bom relacionamento com prefeituras e outros órgãos públicos, bem como com outras empresas e pessoas envolvidas no setor. Muitos profissionais estão migrando de outras áreas para trabalhar no setor imobiliário. Gerentes e engenheiros de obras voltadas para a geração de energia: os projetos para a geração de energia são empreendimentos grandiosos, feitos por grandes empresas ou pelo próprio governo e subsidiárias. Para trabalhar nessa área é preciso ter conhecimento técnico em gestão e engenharia, além de muita experiência para lidar com problemas ambientais, locais isolados e o próprio gerenciamento de pessoas em condições especiais. A falta desses profissionais se agrava quando se trata de fontes energéticas menos comuns, como a eólica e a solar. Gerentes agrícolas: esses não parecem estar em falta, visto o grande número deles no mercado. No entanto, a demanda ainda é muito maior, por conta do grande sucesso do agronegócio brasileiro. As deficiências vêm exatamente dos setores que mais produzem para a exportação, como a soja e o setor sucroalcooleiro. O gerente agrícola é responsável por conseguir uma maior produção, com menos custos, aplicando mais tecnologia e um melhor uso dos recursos. Gerentes de planejamento tributário: o sistema tributário brasileiro é muito complexo. Portanto, as médias e grandes empresas precisam de profissionais especializados para coordenar o planejamento do pagamento e de estratégias ligadas a impostos diretos, aqueles que incidem sobre as operações. Com esse tipo de profissional, as empresas podem economizar muito dinheiro, dentro e fora do país, sempre seguindo a legislação. Gerentes de vendas para a América Latina na área de tecnologia: com o crescimento da economia brasileira e a entrada no Mercosul, o Brasil passou a ser a sede e a liderar muitas negociações na área de tecnologia. Muitas empresas multinacionais instalaram sedes ou filiais no país, fazendo negócios com toda a América Latina. Há demanda por profissionais que coordenem as vendas para os outros países da região. Além dos conhecimentos em vendas, gestão e tecnologia, ele deve ter fluência na língua espanhola e conhecer a cultura e a economia desses países. Engenheiros especializados em cloud computing: a área está relacionada com a gestão e os conhecimentos de computadores ligados em redes (ou nuvens), significando uma evolução na internet. Os profissionais que trabalham nesta área não só possuem um amplo conhecimento de informática como também estão atualizados sobre todas as novidades do setor de internet, aplicativos para dispositivos móveis e redes sociais. Gerentes de serviços na área de tecnologia: telecomunicações e informática são as alguns dos setores que mais crescem hoje. Todos eles estão ligados à prestação de serviços. Esses gerentes precisam ter conhecimento de gestão e mercado, e também entender sobre o produto que oferecem, no caso, tecnologia. Gerente de vendas na área de educação/editorial: este é um dos setores que mais cresce hoje no Brasil, pois está ligado à educação em todos os níveis, mas sobretudo na área de capacitação profissional. O gestor precisa de experiência para trabalhar na área e de conhecimentos específicos sobre o setor, as leis sobre educação e as técnicas sofisticadas de marketing. Por: Maria Clara Corsino.

Governo lançará plano para estimular a piscicultura

O ministro da Pesca e Aquicultura, Marcelo Crivella, anunciou que o governo federal irá lançar até o fim da semana um plano safra destinado à piscicultura. Deverão ser utilizados mais de R$ 6 bilhões de reais para estimular a produção e a comercialização dos peixes, bem como a capacitação dos produtores e pescadores.

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!