Resultados da busca para "em-qual-a-idade-a-cabra-entra-no-cio"

Especialista: Criar cabras é fácil. Basta ter planejamento!

Para criar cabras, basicamente, você precisa de bons animais, instalações confortáveis que facilitem o manejo, e de boa alimentação para os animais, afirma Maria Pia Souza Lima Mattos de Paiva Guimarães, professora do Curso a Distância CPT Criação de Cabras Leiteiras - Instalações, Raças e Reprodução, em Livro+DVD e Curso Online.

Especialista: Carindé, Marota, Moxotó, Graúna e Repartida adaptam-se rapidamente ao ambiente

Apesar de não serem raças totalmente especializadas na produção de carne ou leite, as raças nativas de cabras como a Carindé, Marota, Moxotó, Graúna e Repartida merecem ser conservadas, selecionadas e utilizadas na caprinocultura, pois apresentam uma importante característica: a adaptabilidade ao ambiente em que se desenvolveram.

Cabras Saanen têm úbere desenvolvido, o que eleva a produção leiteira

Indiscutivelmente a raça de cabra leiteira mais criada no mundo, é também destaque no Brasil. A cabra leiteira Saanen é destaque por precisar de um ambiente de manejo menos rústico para que a produção não seja comprometida. Essa raça tem origem na Suíça, no Cantão de Berna, particularmente no vale de Saanen. O valor econômico desses animais fez com que se espalhassem por diversos países.

Cabras são alimentadas com cana em época de escassez de alimento

Pesquisa realizada na Unesp de Botucatu, com colaboração do Campus de Jaboticabal, comprovou que cabras de baixa produção leiteira alimentadas com cana-de-açúcar, in natura, em época de escassez de alimentos, produzem tanto quanto as demais, alimentadas com silagem de milho.

Derivados de cabra leiteira é futuro de sucesso

A oferta de leite de cabra para o consumidor tem crescido muito nos últimos anos. A versatilidade de produtos contribui para que os criadores conquistassem o mercado

Raças de cabras leiteiras determinam a produtividade

A escolha da raça é uma das questões mais importantes na implantação do capril. É um assunto estratégico, que deve ser estudado pois, após a formação de um plantel, qualquer mudança será lenta e custosa. Há três grupos básicos de raças, classificadas de acordo com sua aptidão: de corte, leiteira ou mista. As diferenças entre essas decorrem de fatores fisiológicos que determinam que algumas raças tendem a acumular menos carne, para poder converter o alimento que consomem em leite, e que, ao contrário, outras tendem a converter o alimento mais em musculatura, produzindo menos leite.

Envelheça com saúde - pratique atividades físicas

Atividades físicas, este é o grande segredo para aqueles que querem envelhecer sim, mas com muita saúde. A prática regular ou vigorosa de exercícios físicos triplica as chances de se passar pela terceira idade com sucesso, garantem cientistas britânicos que por três anos acompanharam e estudaram o comportamento de 3.500 pessoas de 64 anos de idade.

Doutor em avicultura fala sobre melhor idade para o abate de frangos de corte

Quem decide a melhor idade para se abater os frangos? Na prática, é o mercado consumidor quem informa ao abatedouro o tamanho da ave e o tipo de corte que ele deseja. Tudo é planejado em função dessa demanda. Segundo o Dr. Tadeu Cotta, professor do curso Produção de Frangos de Corte, elaborado pelo CPT - Centro de Produções Técnicas, "um frango já pode ser abatido a partir de 1 kg de peso vivo. Antes disso, ele ainda está muito pequeno. Mas não se deve abatê-lo muito grande, pois, quanto mais velho, pior a conversão alimentar. Dessa forma, o abate deve ser entre os 28 e os 42 dias de idade".

Atenção: Simples Doméstico entra em vigor dia 1º de outubro

O Simples Doméstico, sistema de pagamento que reúne em uma mesma guia as contribuições previdenciárias, o Imposto de Renda e o FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço), entra em vigor dia 01 de Outubro de 2015. A partir de então, segundo Isabelli Gravatá, professora de Direito do Trabalho da Faculdade Mackenzie Rio/RJ, a PEC das domésticas estará toda em vigor.

Melhoramento genético coloca PB na liderança na produção de leite de cabra

O Nordeste como um todo sempre se destacou pela criação de caprinos. No entanto, os pecuaristas se ocuparam com a produção de corte. O leite era considerado um produto secundário, usado principalmente para consumo interno. Não foi fácil convencê-los de que o produto poderia aumentar a renda nas pequenas propriedades.

Atendimento Online
Quer Facilidade