Resultados da busca para "comotirar-agua-do-poco-por-gravidade"

Os profissionais em falta no mercado

Alguns profissionais têm sido procurados por muitas empresas, mas está difícil encontrá-los. São pessoas com alto grau de especialização e preparo, por isso quase nunca ficam disponíveis. Eles geralmente ocupam vagas de gestão, principalmente em grandes corporações. Os salários são altos, mas fazem jus à complexidade e a especificidade do trabalho. Um levantamento feito pela consultoria EXEC a pedido da revista Exame, mostra quais são esses profissionais raros e muito valorizados no mercado brasileiros. São eles: Engenheiros e técnicos para a perfuração de poços de petróleo e gás natural: a área de petróleo e gás como um todo é bem deficiente de pessoal especializado no país. Muitas empresas chegam a importar mão de obra. No entanto, o déficit é ainda maior quando se trata de profissionais para trabalhar na perfuração de poços. Além de preparação muito específica, está cada vez mais difícil encontrar pessoas dispostas a passar muito tempo nas plataformas em alto-mar. Gerentes de incorporadoras com foco na captação de terrenos: o crescimento do mercado da construção abriu espaço para profissões bem mais específicas. Esse tipo de profissional costuma ser formado na área de gestão, mas possui grande experiência e olho clínico para encontrar bons terrenos e realizar bons negócios. Ele ainda precisa ter bom relacionamento com prefeituras e outros órgãos públicos, bem como com outras empresas e pessoas envolvidas no setor. Muitos profissionais estão migrando de outras áreas para trabalhar no setor imobiliário. Gerentes e engenheiros de obras voltadas para a geração de energia: os projetos para a geração de energia são empreendimentos grandiosos, feitos por grandes empresas ou pelo próprio governo e subsidiárias. Para trabalhar nessa área é preciso ter conhecimento técnico em gestão e engenharia, além de muita experiência para lidar com problemas ambientais, locais isolados e o próprio gerenciamento de pessoas em condições especiais. A falta desses profissionais se agrava quando se trata de fontes energéticas menos comuns, como a eólica e a solar. Gerentes agrícolas: esses não parecem estar em falta, visto o grande número deles no mercado. No entanto, a demanda ainda é muito maior, por conta do grande sucesso do agronegócio brasileiro. As deficiências vêm exatamente dos setores que mais produzem para a exportação, como a soja e o setor sucroalcooleiro. O gerente agrícola é responsável por conseguir uma maior produção, com menos custos, aplicando mais tecnologia e um melhor uso dos recursos. Gerentes de planejamento tributário: o sistema tributário brasileiro é muito complexo. Portanto, as médias e grandes empresas precisam de profissionais especializados para coordenar o planejamento do pagamento e de estratégias ligadas a impostos diretos, aqueles que incidem sobre as operações. Com esse tipo de profissional, as empresas podem economizar muito dinheiro, dentro e fora do país, sempre seguindo a legislação. Gerentes de vendas para a América Latina na área de tecnologia: com o crescimento da economia brasileira e a entrada no Mercosul, o Brasil passou a ser a sede e a liderar muitas negociações na área de tecnologia. Muitas empresas multinacionais instalaram sedes ou filiais no país, fazendo negócios com toda a América Latina. Há demanda por profissionais que coordenem as vendas para os outros países da região. Além dos conhecimentos em vendas, gestão e tecnologia, ele deve ter fluência na língua espanhola e conhecer a cultura e a economia desses países. Engenheiros especializados em cloud computing: a área está relacionada com a gestão e os conhecimentos de computadores ligados em redes (ou nuvens), significando uma evolução na internet. Os profissionais que trabalham nesta área não só possuem um amplo conhecimento de informática como também estão atualizados sobre todas as novidades do setor de internet, aplicativos para dispositivos móveis e redes sociais. Gerentes de serviços na área de tecnologia: telecomunicações e informática são as alguns dos setores que mais crescem hoje. Todos eles estão ligados à prestação de serviços. Esses gerentes precisam ter conhecimento de gestão e mercado, e também entender sobre o produto que oferecem, no caso, tecnologia. Gerente de vendas na área de educação/editorial: este é um dos setores que mais cresce hoje no Brasil, pois está ligado à educação em todos os níveis, mas sobretudo na área de capacitação profissional. O gestor precisa de experiência para trabalhar na área e de conhecimentos específicos sobre o setor, as leis sobre educação e as técnicas sofisticadas de marketing. Por: Maria Clara Corsino.

As melhores bebidas para o verão

Ingerir bastante líquido é importante em todas as épocas do ano. Mas no verão, com o calor, a transpiração é maior e nosso organismo acaba perdendo bem mais água. Assim, a quantidade ingerida precisa ser ainda maior.

Aluno inventa aerador para tanques por gravidade

Em Castelo, no Espírito Santo, um aluno do Senar surpreende o professor com a invenção de um aerador para tanques de peixes sem a necessidade de energia. Ele criou um aerador artesanal que funciona por meio da força gravitacional da água

22 de março - Dia mundial da água

O dia mundial da água foi implantado pela Organização das Nações Unidas no ano de 1992, com o objetivo de promover reflexões sobre a necessidade da preservação dos recursos hídricos e gerar debates que levem à conscientização e elaboração de medidas práticas para a solução dos problemas que vêm comprometendo rios, lagos e mares. Nesta mesma data, foi divulgada a "Declaração Universal do Direito das Águas", texto que sugere uma série de medidas a fim de despertar a consciência da população e dos governantes.

Benefícios do uso da água no cultivo hidropônico

O cultivo hidropônico de plantas agrega cultivares que se desenvolvem sem a utilização de solo e são alimentados por meio de uma solução nutritiva. Entre os diversos sistemas hidropônicos, como cultivo em cascalho, argila expandida, areia e lã mineral, o mais conhecido é o que utiliza água. Esse tipo de produção é classificado como fechado, pois a solução nutritiva é bombeada para os canais de cultivo e, após a irrigação das plantas, é drenada de volta para o reservatório.

Requisitos técnicos para a criação de camarões de água doce

A criação de camarões de água doce é relativamente mais simples que a de camarões marinhos, podendo ser realizada em propriedades de pequeno, médio ou grande porte, localizadas próximo ao litoral ou no interior. Dentro dos requisitos técnicos considerados na seleção de áreas adequadas à atividade, destacam-se as condições de temperatura da água, disponibilidade da mesma, avaliando sua qualidade, e a situação topográfica da região, como tipo de solo, entre outros.

Água de rosas refresca e deixa um perfume suave na pele

Especial - A pele revela o estado de saúde. Assim, para ter uma pele bonita e saudável, é necessário que os órgãos estejam funcionando perfeitamente, e bem nutridos. Por outro lado... E mais: vídeo ensinando um método fácil de fazer água de rosas

Peixes ornamentais de água doce são coloridos, resistentes e de fácil manejo

Eles enfeitam os ambientes com suas cores e movimentos graciosos. Ocupam pouco espaço e são fáceis de criar. Os peixes ornamentais encantam pela beleza e leveza. Hoje, são cultivados em todo o mundo e diversos piscicultores dedicam-se a trabalhos de melhoramento genético, visando obter novas variedades. Normalmente, as espécies mais cultivadas são aquelas que necessitam de pouca ou nenhuma técnica de manejo.

Qualidade da água influencia no sabor da carne dos peixes

Especial - Para se avaliar a água utilizada na piscicultura, deve-se considerar a qualidade e a quantidade da mesma... E mais: no vídeo, veja quais são os principais contaminantes dos cursos d'água e a vazão ideal para o abastecimento dos viveiros

Água-de-coco, lucro refrescante

Verão, sol e calor combinam com uma refrescante água de coco. Nesta estação, as vendas da bebida aumentam consideravelmente. A procura pelo fruto, só neste início de ano, teve um aumento de 30%. O estado da Bahia é o maior produtor brasileiro de coco, com mais de 500 mil toneladas por ano, em 77 mil hectares.

Atendimento Online
Quer Facilidade