Ligue Agora (31) 3899-7000 WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Resultados da busca para "como-legalizar-um-jabuti-junto-ao-ibama"

Criadores devem recadastrar seus animais silvestres

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis - Ibama - deu início nesta segunda-feira, dia 06 de outubro, o recadastramento de animais silvestres. Obrigatório para todos os criadores comerciais e científicos, zoológicos, abatedouros e curtumes autorizados, as penalidades para os que não cumprirem a lei acarretam em sanções administrativas e penais e, ainda, na suspensão das atividades relacionadas ao manejo de fauna.

Cadastro no IBAMA é o primeiro passo para legalização da criação de serpentes

Especial - Com o objetivo de se evitar os problemas de contrabando e caça ilegal de animais silvestres, o IBAMA - Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos... E mais: vídeo mostrando todo o processo para fazer o cadastro no IBAMA.

Medida permite comunicação de acidente ambiental ao IBAMA pela internet

O Governo Federal publicou, nesta terça-feira, uma medida que permite a qualquer pessoa avisar ao IBAMA sobre acidentes ambientais. Isso poderá ser feito pela internet, por meio de um formulário a ser preenchido, sem que o autor da comunicação seja identificado. Dessa forma, as ocorrências serão dinamizadas pela rapidez do sistema de comunicação.

Outubro Rosa: todas juntas contra o câncer de mama

De acordo com dados divulgados pelo Ministério da Saúde, o câncer de mama é a segunda principal causa de morte entre as mulheres. Há seis anos, a doença já acometia mais de 13 mil brasileiras - e o número cresce a cada ano, inclusive entre as mais jovens.

Troca de dias - prática que garante a sobrevivência de muitas famílias

Um costume ancestral, extinto em grande parte do país, continua vivo na serra da mantiqueira e garante a sobrevivência de muitas famílias: a troca de dias, prática de ajuda mútua, na qual sitiantes vizinhos, pela dificuldade de mão de obra e isolamento, juntos, realizam as tarefas de rotina em seus próprios sítios.

Especial - Transformar pessoas em equipe é essencial para o crescimento coletivo

O gerente é o responsável pelas pessoas que trabalham junto com ele, formando a equipe que irá concretizar os objetivos formulados pela empresa. Por isso, é importante propiciar um ambiente de trabalho que estimule o espírito colaborativo, com um comportamento pró-ativo.

Pecuária e preservação ambiental podem e devem andar juntas

A pecuária tradicional e extensiva da região pantaneira contribui para a preservação ambiental. Um estudo promovido pela Embrapa Pantanal em conjunto com organizações não-governamentais comprovou que 87% da vegetação nativa da região está intacta.

Jardins com árvores frutíferas é a nova combinação do paisagismo

A novidade agora é juntar frutas saborosas à beleza dos jardins. A tendência do paisagismo agrega ao ambiente frutas como a laranja, a acerola, a jabuticaba e até mesmo a banana. O uso de plantas frutíferas em projetos de paisagismo acentua as cores e aromas, aguçando os sentidos da visão, olfato e despertando o paladar.

Pesquisa aponta vantagens da cultura de coqueiro feita em consórcio

O cultivo de coco é uma atividade tradicional no Brasil, porém está passando por mudanças. A tendência é deixar de utilizá-lo como monocultura e passar a fazer um plantio integrado. Por isso, estão sendo desenvolvidas pesquisas na Embrapa Tabuleiros Costeiros, utilizando a coconicultura juntamente com culturas alimentares, que, segundo os pesquisadores, têm obtido resultados promissores. Nos estudos, o plantio do coqueiro foi feito em consórcio com culturas como milho, feijão, mandioca e a glicirídia, uma planta que atua como cerca viva, além de servir de alimento para o gado e adubo para a plantação.

Atividades turísticas e preservação ambiental devem caminhar juntas

Turismo e biodiversidade é o tema escolhido para comemorar o Dia Mundial do Turismo este ano. A data foi instituída em 1979, pela Organização Mundial do Turismo - OMT, órgão da ONU, com intenção de conscientizar a sociedade dos valores culturais, políticos, econômicos e sociais que as atividades turísticas ocasionam. A cada ano é escolhido um tema e um país. Em 2010, é a vez da China.

Fique por dentro das novidades!