WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Resultados da busca para "como-converter-kg-de-leite-por-litro" ()

Valor médio do litro de leite teve alta em julho

O valor médio do litro de leite bateu recorde real no mês de Julho no Brasil e em MG, para satisfação dos produtores do Alto do Paranaíba, o valor foi ainda maior. Para os produtores rurais, o valor de R$ 1,55 superou a expectativa, já que é quase 35% maior que o valor recebido na mesma época do ano passado.

Industrialização do leite cresce 5,5% ao ano

Uma pesquisa da Associação Brasileira dos Produtores de Leite, a Leite Brasil, mostrou que a informalidade na produção de leite reduziu nos últimos anos. Nos últimos 5 anos, a entrega de leite aos laticínios cresceu cerca de 5,5% ao ano.

Novas normativas para leite garantem qualidade ao produto

Novas normativas para leite garantem qualidade ao produto. Uma delas determina limites à contagem de células somáticas (CCS) e contagem bacteriana total (CBT) no leite cru distribuído aos laticínios. A outra estabelece que o leite chegue à indústria de laticínios refrigerado a 7°C, e não a 10°C, como ocorre atualmente.

Programa Leite Saudável beneficia 7 mil produtores de leite

O programa Leite Saudável do Ministério da Agricultura, lançado em 2015, já habilitou 13 projetos de assistência técnica rural e beneficiou 7 mil produtores de leite dos Estados do Espírito Santo, Minas Gerais, Santa Catarina e São Paulo.

Governo de Minas anuncia criação de programa para melhorar a qualidade do leite

A Câmara Técnica Setorial de Bovinocultura de Leite do Conselho Estadual de Política Agrícola (Cepa) apresentou a proposta de criação de um programa para melhorar a qualidade do leite em Minas Gerais. O órgão é vinculado à Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa).

Produção de leite industrializado cresce 4% em 2012

No primeiro semestre deste ano, a industrialização do leite foi de 10,9 bilhões de litros, um aumento de 4% em relação ao mesmo período do ano passado, quando a produção foi de 10,5 bilhões de litros. O resultado foi mostrado pela Pesquisa Trimestral do Leite, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Exportação de lácteos promete impulsionar a produção leiteira no Brasil

A estimativa é do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos - USDA - e prevê um crescimento de 1,8% de aumento da produção de leite do Brasil em 2018 graças às exportações de produtos, como o leite condensado e o leite em pó.

Brasil se destaca na produção de leite

O Brasil produziu 31 bilhões de litros de leite em 2011, ocupando a 5ª colocação entre os maiores produtores mundiais. O país ficou atrás apenas dos Estados Unidos, da Índia, da China e da Rússia, respectivamente. O resultado é superior se comparado a outros tradicionais produtores, como o Uruguai, que é o principal exportador de produtos lácteos para o Brasil e ocupa a 46ª colocação. Entre os estados brasileiros, Minas Gerais é o maior produtor, sendo responsável por 27,3%, seguido pelo Rio Grande do Sul (11,8%) e pelo Paraná, com 11,7%. Muitas pesquisas vêm discutindo a necessidade de aumentar essa produção, aproveitando todo o potencial de produtividade do gado brasileiro. Para isso, basta lembrar que o Brasil possui destaque na produção de carne bovina, sendo o maior produtor e exportador mundial.

Leite longa vida em saquinho é a novidade dos laticínios

O leite longa vida está sendo repaginado. Em Santa Catarina, o UHT é produzido em escala industrial, na forma de sachê. E, ainda, de maneira ambientalmente consciente: os saquinhos são de polietileno e 100% recicláveis. A capacidade de cada sachê é de um litro e o custo do material é 50% menor que o das caixinhas.

Raças de cabras leiteiras determinam a produtividade

A escolha da raça é uma das questões mais importantes na implantação do capril. É um assunto estratégico, que deve ser estudado pois, após a formação de um plantel, qualquer mudança será lenta e custosa. Há três grupos básicos de raças, classificadas de acordo com sua aptidão: de corte, leiteira ou mista. As diferenças entre essas decorrem de fatores fisiológicos que determinam que algumas raças tendem a acumular menos carne, para poder converter o alimento que consomem em leite, e que, ao contrário, outras tendem a converter o alimento mais em musculatura, produzindo menos leite.

Fique por dentro das novidades!