WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

"bezerra-de-racas-leiteiras"

Raças de cabras leiteiras determinam a produtividade

A escolha da raça é uma das questões mais importantes na implantação do capril. É um assunto estratégico, que deve ser estudado pois, após a formação de um plantel, qualquer mudança será lenta e custosa. Há três grupos básicos de raças, classificadas de acordo com sua aptidão: de corte, leiteira ou mista. As diferenças entre essas decorrem de fatores fisiológicos que determinam que algumas raças tendem a acumular menos carne, para poder converter o alimento que consomem em leite, e que, ao contrário, outras tendem a converter o alimento mais em musculatura, produzindo menos leite.

Tecnologia permite rápida seleção genética do rebanho leiteiro

Recentemente, a Embrapa Gado de Leite anunciou um produto pioneiro para avaliação genômica do rebanho leiteiro. Trata-se de um avanço jamais alcançado no melhoramento genético do rebanho leiteiro nacional. Com a nova tecnologia, ao nascimento do bezerro, pode-se avaliar o seu potencial genético.

Cabras Saanen têm úbere desenvolvido, o que eleva a produção leiteira

Indiscutivelmente a raça de cabra leiteira mais criada no mundo, é também destaque no Brasil. A cabra leiteira Saanen é destaque por precisar de um ambiente de manejo menos rústico para que a produção não seja comprometida. Essa raça tem origem na Suíça, no Cantão de Berna, particularmente no vale de Saanen. O valor econômico desses animais fez com que se espalhassem por diversos países.

Embrapa Cerrados cria clone de vaca gir leiteiro

Acácia é a primeira vaca da raça gir leiteiro clonada no Distrito Federal. A bezerra tem pouco mais de oito meses de vida e nasceu a partir de uma célula de pele.

Guzerá leiteiro tem características físicas que proporcionam maior produção de leite

O Guzerá leiteiro teve sua origem na região de Guzerat, na Índia, onde é conhecida como Kankrej. É considerada, por estudiosos, como a primeira raça zebuína a ser utilizada pelo homem. Em anos recentes, a criação do Guzerá passou a viver um período mais significativo para a pecuária de leite do país.

Embrapa Sudeste diminui a diarreia em bezerros com homeopatia

Pesquisadores da Embrapa Pecuária Sudeste, em São Carlos (SP), conseguiram com apenas uma medida, ou seja, da homeopatia, aliar o útil ao agradável: diminuir a mortalidade entre bezerros por diarreia e diminuir gastos com antibióticos. Elaborado a partir de substâncias encontradas em folhas, sementes e em casca de árvores, o remédio homeopático é extremamente saudável.

Cevada na ração de vacas leiteiras reduz custos de produção

Em 2016, muitos produtores de leite se beneficiaram do resíduo da cevada, matéria-prima utilizada pelas cervejarias para a produção da tão apreciada cervejinha gelada, como ingrediente indispensável da ração utilizada na alimentação de vacas leiteiras. Na prática, o subproduto permitiu aos produtores uma economia vantajosa, já que utilizando o resíduo da cevada na alimentação animal puderam economizar com a compra de outros cereais mais caros.

Melhoramento genético de gado de leite é um dos destaques da Expozebu 2010

Produtores apostam no potencial genético do rebanho leiteiro e, consequentemente, no aumento da produtividade e da remuneração da atividade.A Expozebu deste ano bate recorde no número de animais leiteiros inscritos para julgamento e concurso. Foram listados 82 exemplares da raça gir, 37 da guzerá e 14 da sindi.

Protocolo de IATF para vaca leiteira é estratégia para maior remuneração do produtor

Especial - A base dos protocolos de IATF - Inseminação Artificial em Tempo Fixo, é sempre a mesma, mas para fêmeas manejadas para produção leiteira ou fêmeas acíclicas... E mais: vídeo explicando o protocolo de IATF para vacas leiteiras

Cientistas brasileiros apresentam o sequenciamento do genoma do Zebu

Em 2009, a revista Science publicou o resultado do trabalho de mapeamento do genoma bovino. O estudo foi feito com a participação de mais de 300 cientistas de todo o mundo, inclusive do Brasil. Na época, a pesquisa foi realizada com uma vaca da espécie Bos taurus taurus, da raça Hereford, de origem europeia. Agora, 3 anos depois, cientistas brasileiros devem anunciar o sequenciamento das raças zebuínas Gir Leiteiro e Guzerá, de origem indiana.

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!