Resultados da busca para "tabela-de-racao-para-tambaqui"

Você conhece o Tambacu?

O Tambacu é um peixe híbrido, obtido a partir do cruzamento do Tambaqui com o Pacu e tem os mesmos hábitos do Tambaqui. Toleram baixos teores de oxigênio dissolvido na água; atingem maturidade sexual por volta do quarto ano de idade, com cerca de 55 cm de comprimento; não se reproduzem naturalmente em viveiros; possuem boa adaptação ao cativeiro, rusticidade, grande habilidade de ganho de peso, alta taxa de reprodução e bom sabor e consistência de sua carne.

Peixes onívoros: quais são e principais características

Peixes onívoros são aqueles que exploram alimento animal e vegetal, em partes equilibradas. São onívoras as seguintes espécies: Tilápia, Lambari, Pacu, Piraputanga e o Tambaqui. "Existem os peixes onívoros com tendência à carnivoria e onívoros com tendência à herbivoria", afirma Giovanni Resende de Oliveira, professor do Curso a Distância CPT Nutrição e Alimentação de Peixes, em Livro+DVD e Curso Online.

Peixes de Piracema: conheça os mais comuns no Brasil

No Brasil, existem várias espécies de peixes que são economicamente importantes e que fazem uma migração subindo a correnteza dos rios com a finalidade de completar o ciclo reprodutivo. “Eles desovam somente nos leitos de rios em água corrente. São comumente chamados de peixes de Piracema, entre essas espécies estão os curimatãs, matrinxã, piracanjuba, dourados, mandi, tambaqui, pacu, piauçu e outros”

Criação de coelho: ração farelada

A ração na forma farelada é menos recomendável, pois o coelho é um animal herbívoro, dotado de aparelho bucal adequado ao consumo de forragens, com dentes incisivos cortantes, em forma de bisel, adaptados ao corte de ervas

Criação de coelhos: ração granulada

A ração na forma peletizada (granulada) constitui a melhor opção para a alimentação dos coelhos, pois já no seu processamento ocorrem benefícios de natureza sanitária, devido à ação de alta pressão e temperatura, que destroem possíveis micro-organismos nocivos

Casqueamento em bovinos

O casqueamento bovino permite através do aparo funcional dos casco reestabelecer o aprumo dos cascos e a distribuição do peso entre as unhas

Por que inserir cálcio e fósforo na ração animal?

O Cálcio (Ca) e o Fósforo (P) representam 70% do total de minerais encontrados no corpo do animal; 90% destes estão presentes nos ossos e dentes. Em sua maioria, o cálcio faz parte da formação dos ossos e composição do leite. Em menores quantidades, ele faz parte dos pequenos detalhes fisiológicos, como a coagulação do sangue, ativação de enzimas, dentre outras funções. O fósforo, além de compor o esqueleto, participa na manutenção dos microrganismos do rumem, ajuda na absorção dos carboidratos, no transporte de ácidos graxos, além de desempenhar papel importante na absorção e no metabolismo da energia.

Como é a ração peletizada? Qual a sua vantagem?

Tendo acesso a uma alimentação de qualidade, por meio de ração balanceada, as aves rapidamente ganham peso e aumentam a produção de ovos, obtendo o máximo de aproveitamento do seu potencial de crescimento. O aspecto físico dessa ração, por sua vez, influencia diretamente no seu aproveitamento e conservação, sendo apresentado em três formatos: ração farelada, ração paletizada e ração triturada.

Aditivos mais utilizados na fabricação de ração para bovinos

A principal forma de suprir o requerimento energético dos bovinos é através da absorção dos Ácidos Graxos Voláteis (AGVs) e também pelos açúcares simples que chegam ao intestino. Os AGVs, responsáveis por cerca de 70% desse suprimento, são resultantes da fermentação microbiana dos alimentos que chegam ao rúmen. De acordo com Jorge Prado Borges Neto, professor do Curso a Distância CPT Fabricação de Ração na Fazenda, em Livro+DVD e Curso Online, os mais importantes são o Ácido Acético, o Ácido Propiônico e o Ácido Butírico.

Ração para frangos: o que é preciso saber antes de fabricá-la?

Para poder formar uma boa composição de ração para frangos e fabricá-la é preciso que os ingredientes que a compõe satisfaçam as exigências nutritivas dos animais. Sendo assim, é necessário que o criador da fórmula conheça a composição e o valor dos vários alimentos que vai empregar." Alimento é toda substância que serve para nutrir, sendo absorvido e utilizado pelo organismo, para manter a vida e fornecer determinada produção", afirma Maria do Carmo Arenales, professora do Curso a Distância CPT Criação Orgânica de Frangos de Corte e Aves de Postura, em Livro+DVD e Curso Online.

Atendimento Online
Quer Facilidade