WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

"qual-a-diferenca-entre-o-saber-popular-eo-saber-cientifico-para-as-plantas-medicinais"

Como armazenar plantas medicinais após a colheita?

Após a secagem, as plantas devem ser armazenadas em embalagens que permitam adequada aeração. Normalmente, são utilizados sacos de papel, sacos plásticos, caixas de papelão, potes de vidro, sacos de juta e algodão ou sacos de náilon trançado. Durante o acondicionamento, deve-se tomar o cuidado de não apertar ou prensar as plantas.

Pragas e doenças das plantas medicinais

As plantas medicinais e aromáticas são, geralmente, mais resistentes a pragas e doenças que as culturas alimentícias. Mas, se ocorrer qualquer desequilíbrio no ambiente, elas podem aparecer e se instalar. “É sabido que as boas condições do solo, o plantio em clima e época favoráveis ao desenvolvimento da espécie, o espaçamento adequado entre plantas, a adubação e irrigação corretas reduzem muito a ocorrência de pragas e doenças”, explica o Prof. Dr. Celso Trindade, do Curso CPT Cultivo Orgânico de Plantas Medicinais.

Plantas medicinais indicadas para uso dermatológico

A tradição em se utilizar plantas medicinais para combater problemas dermatológicos está presente em todos os lares

Tinturas com plantas medicinais

A tintura é uma forma de preparação em que se extrai os princípios ativos das plantas medicinais, utilizando-se álcool. De preferência, deve ser usado o álcool de cereais no preparo. A tintura pode ser preparada com plantas frescas ou secas, previamente picadas ou trituradas. O procedimento para o preparo de tintura é o mesmo para qualquer parte da planta: raízes, caules, flores ou folhas. Conheça alguns tipos de tinturas:

Farmácia viva - as plantas medicinais

As plantas medicinais não são consumidas apenas na forma de chá. Algumas, podem ser usadas na forma de saladas cruas, como agrião, a rúcula, o dente-de-leão, a capuchinha, a hortelã, a tanchagem, o manjericão e a serralha

Extrativismo de plantas medicinais

Extrativismo de plantas medicinais consiste na coleta de toda planta ou parte desta que nascem espontaneamente em diversos ambientes, como matas e pastagens.

Preparações dermatológicas com plantas medicinais

O uso de remédios elaborados com extratos de plantas medicinais tem se intensificado devido ao fato da população estar criando uma consciência ecológica e de respeito com o próprio organismo.

Como colher plantas medicinais

Com relação à colheita, é preciso ficar atento à luz do sol, pois, já se sabe que, em determinados horários, as plantas medicinais, especialmente as aromáticas, como a erva cidreira de arbusto, podem perder seus óleos essenciais. “Então, o ideal é que a colheita seja feita antes das 10 horas da manhã, quando a incidência solar está mais fraca, e após as 16 horas”, afirma Alessandra Azis, professora do Curso CPT Farmácia Viva - Princípios Ativos, Identificação e Utilização de Plantas Medicinais.

Plantas medicinais e aromáticas - extrativismo

Você sabe qual é o significado de extrativismo? Extrativismo é todo processo de coleta de plantas que nascem espontaneamente em diversos tipos de ambiente

Terapia floral e fitoterapia: qual a diferença?

A fitoterapia utiliza plantas medicinais para tratamento de doenças. Os princípios ativos das plantas, que são substâncias com efeito farmacológico, são a base desse tipo de tratamento. Dependendo da quantidade, podem ser tóxicos. “Os princípios ativos podem estar presentes na planta como um todo ou em partes da planta, como flores, folhas, frutos, caule, raízes ou sementes”,

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!