WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

"quais-tipos-de-material-deve-ir-para-o-aterro-sanitario"

No dia a dia, como funciona um aterro sanitário?

As primeiras atividades do dia de funcionamento em um aterro sanitário são a compactação e o aterramento do lixo descarregado da coleta noturna. Enquanto isso, uma escavadeira mecânica retira material de cobertura de uma encosta dentro da área do aterro e, ao mesmo tempo, abre mais espaço para aterramento de lixo.

Os tipos de rosto

Cada pessoa possui um tipo único de rosto que reúne diversas características de vários tipos básicos. Identificar o formato correto do seu rosto possibilita escolher a melhor forma de valorizar e suavizá-lo. Conheça os principais tipos de rosto.

Alevinos tipo I e alevinos tipo II. Qual a diferença?

Alevinos tipo I são os mais utilizados e são comercializados, normalmente, com peso em torno de dois a três gramas, quando medem aproximadamente quatro a cinco centímetros. Eles são adquiridos junto aos piscicultores, produtores de alevinos, e levados para a piscicultura onde serão recriados até atingirem peso médio em torno de 50 g, para, posteriormente, serem submetidos ao confinamento, na fase de engorda.

9 tipos de bares para você curtir ou investir

Existem vários tipos de bares, muitos deles representam a cultura e o hábito de certos povos. Conheça os tipos de bares existentes.

Vai fazer um aterro? Veja as dicas de compactação de solo

A compactação do aterro nunca poderá ser feita utilizando-se apenas o trator de esteiras. Pois, ao contrário do que possa parecer, a compactação feita com essas máquinas não será suficiente para permitir uma boa estabilidade à barragem. Assim, é recomendável que se utilize rolos tipo pé de carneiro, que permitem obter uma melhor compactação do material, com eficiência, economia de tempo e de mão de obra. Para se ter ideia, considerando dois tratores de pesos iguais, sendo um de esteiras e outro de pneus, obtém-se melhor compactação com o trator de pneus, pois a pressão da máquina sobre o solo será bem maior.

Os aterros sanitários têm de ter licenciamento ambiental?

É bom lembrar que todo aterro sanitário deve ter um licenciamento ambiental, concedido por órgão governamental competente, que quase sempre são os Conselhos Estaduais de Política Ambiental da Secretaria Estadual de Meio-ambiente de seu Estado. Por exemplo, em Minas Gerais, há o COPAM-MG. E os projetos devem ser apresentados de acordo com a norma técnica da ABNT - Associação Brasileira de Normas Técnicas, No 8.419 de março de 1984, observando-se as disposições da legislação ambiental pertinente.

Cada bebida tem seu copo específico

A estrutura do copo pode interferir na percepção do sabor e na análise sensorial da bebida. Portanto, para cada tipo de bebida há um tipo específico de copo. Sendo assim, copos e taças de boa qualidade e com o formato correto para cada bebida ampliam suas particularidades, como teores alcoólicos, sabores e aromas complexos. Tamanho, curvas, material e formato da abertura do copo também são características importantes, já que determinam a área da língua que vai entrar em contato com a bebida primeiro, o que permite ressaltar os sabores desejados.

Aterro sanitário - reciclagem

Você sabe o que é reciclagem? É o reaproveitamento de materiais considerados recicláveis, como vidro , metal (lata), plásticos e papel, que retornam ao ciclo de produção para a fabricação de novos produtos, possibilitando a ampliação e a vida útil dos aterros sanitários

Inclusão escolar de alunos surdos: como agir?

Embora o ensino através de LIBRAS (Linguagem Brasileira de Sinais) seja o método oficial para garantir a aquisição do conhecimento por parte do surdo, não é preciso ser especialista no assunto para fornecer recursos que de fato garantam a aprendizagem deles. "O aluno surdo deve frequentar as turmas comuns e, de preferência, em um contraturno, deve frequentar a sala de recursos onde um professor especializado deve desenvolver as habilidades do mesmo através do ensino de LIBRAS"

3 dicas para a enxertia por garfagem em goiabeiras

Para a goiabeira, a enxertia deve ser realizada no período de junho a setembro. “Nesse caso, os garfos devem ser obtidos de ramos colhidos de plantas matrizes, nos quais a casca já tenha perdido a coloração esverdeada”, afirma Dr. Dalmo Lopes de Siqueira, professor do Curso CPT de Produção de Mudas Frutíferas. 

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!