Resultados da busca para "graxaria"

DHA - importante nutriente para a formação do bebê

O DHA (Ácido Docosahexaenoico) é um ácido graxo de total importância para a manutenção da saúde em todas as fases da vida de uma pessoa, principalmente durante sua formação intrauterina. Trata-se de uma gordura importante para o cérebro, olhos e coração. Proporciona níveis saudáveis de triglicerídeos e de colesterol ao organismo e sua ingestão, durante a gestação, contribui para o desenvolvimento cerebral do feto. Mesmo após o nascimento, as crianças devem consumir alimentos ricos em DHA até os cinco anos de idade. Nesta fase, durante a primeira infância, 85% do cérebro é formado, o que comprova sua necessidade de consumo.

Aditivos mais utilizados na fabricação de ração para bovinos

A principal forma de suprir o requerimento energético dos bovinos é através da absorção dos Ácidos Graxos Voláteis (AGVs) e também pelos açúcares simples que chegam ao intestino. Os AGVs, responsáveis por cerca de 70% desse suprimento, são resultantes da fermentação microbiana dos alimentos que chegam ao rúmen. De acordo com Jorge Prado Borges Neto, professor do Curso a Distância CPT Fabricação de Ração na Fazenda, em Livro+DVD e Curso Online, os mais importantes são o Ácido Acético, o Ácido Propiônico e o Ácido Butírico.

De que dependem os peixes para crescerem?

Os peixes necessitam de diversos nutrientes para adequado crescimento, reprodução e saúde, como aminoácidos, energia, ácidos graxos essenciais, minerais e vitaminas, afirma Giovanni Resende de Oliveira, professor do Curso a Distância CPT Nutrição e Alimentação de Peixes, em Livro+DVD e Curso Online.

Óleos de peixes fazem bem à saúde?

Óleos de peixes fazem bem à saúde? Sim, fazem! Os óleos de peixes contêm uma grande importância de ácidos graxos com 20 a 22 átomos de carbono, altamente insaturados, destacando-se o eicosapentaenoico (EPA) e o docosaexaenoico (DHA), da série ômega-3, os quais não ocorrem em outros animais em quantidades além de traços.

Criação de escargots: benefícios para a saúde

Por ser um alimento rico em cálcio e ácidos graxos polissaturados, a alimentação à base de escargots é recomendada nos casos de raquitismo e de combate ao colesterol. Seu alto teor de sais minerais

Por que inserir cálcio e fósforo na ração animal?

O Cálcio (Ca) e o Fósforo (P) representam 70% do total de minerais encontrados no corpo do animal; 90% destes estão presentes nos ossos e dentes. Em sua maioria, o cálcio faz parte da formação dos ossos e composição do leite. Em menores quantidades, ele faz parte dos pequenos detalhes fisiológicos, como a coagulação do sangue, ativação de enzimas, dentre outras funções. O fósforo, além de compor o esqueleto, participa na manutenção dos microrganismos do rumem, ajuda na absorção dos carboidratos, no transporte de ácidos graxos, além de desempenhar papel importante na absorção e no metabolismo da energia.

Atendimento Online
Quer Facilidade