Resultados da busca para "curso-de-saboaria-artesanal"

Produção de cerveja artesanal: resfriamento do mostro

O resfriamento do mosto é uma das etapas mais críticas do processo de produção de cerveja artesanal. Um dos motivos tem a ver com a possibilidade de contaminação. “Uma vez que o mosto esteja frio, a grande quantidade de açúcares presentes nele torna-se um excelente meio de cultura para as leveduras que vamos adicionar para fermentar a cerveja”, afirma Adonay Anthony Evans, professor do Curso a Distância CPT Como Montar Uma Microcervejaria e Produzir Cerveja Artesanal, em Livro+DVD e Curso Online.

Por que investir na produção artesanal de cerveja é vantajoso?

Você tem capital para investir, não vê a hora de ter o seu próprio negócio e a ideia de aplicar toda a sua renda no ramo das cervejas artesanais lhe atrai bastante. Afinal, a cerveja é apreciada por gregos e troianos, sem distinção de sexo, raça ou status social, e consumida, principalmente no Brasil, de segunda a segunda, seja no frio do inverno ou no calor do verão. No entanto, todas as vezes que está prestes a tomar a grande decisão, vem a dúvida bater em sua porta e, cheio de insegurança, você a adia mais uma vez.

Produção de queijo artesanal do serro e canastra: leite

O leite utilizado para a fabricação de queijo artesanal, deve ser produzido somente na propriedade, não sendo permitida a compra de leite de outras propriedades. As vacas devem apresentar perfeito estado de saúde e o produtor deve sempre estar atento a saúde delas.

Produção de cerveja artesanal: qual moinho usar?

Para microcevejarias um pouco maiores e que têm como objetivo cervejas de alta qualidade, o moinho cervejeiro mais utilizado é o Standard. “Diferente do moinho Hobby, ele é dotado de um a três pares de cilindros canelados giratórios em torno de seus eixos, passando o grão de malte no espaço entre esses cilindros”, afirma Adonay Anthony Evans, professor do Curso a Distância CPT Como Montar Uma Microcervejaria e Produzir Cerveja Artesanal, em Livro+DVD e Curso Online. A distância entre os discos garantirá as características desejadas.

Cachaça artesanal: produção

A cachaça é definida como uma bebida de graduação alcoólica que varia de 38% a 54% em volume, à temperatura de 20°C, obtida por destilação simples do caldo (mosto) fermentado extraído da cana-de-açúcar. A sua produção pode ser de forma artesanal ou industrial. No processo artesanal, ela é produzida

Cachaça artesanal: degustação

Ao fazer degustação de várias cachaças de graduação alcoólicas diferentes, recomenda-se tomar água mineral gasosa ou comer pedaços

Cachaça artesanal: consumo

A cachaça é a segunda bebida alcoólica mais consumida no Brasil. As estimativas indicam que acima de 70 milhões de doses sejam consumidas diariamente no Brasil, o que resulta numa cifra de aproximadamente 6 litros/habitante/ano, sem considerar o chamado

Cachaça artesanal: escolha da cana-de-açúcar

Critérios que devem ser levados em consideração na hora de escolher a cana-de-açúcar para produção de cachaça: Deve-se escolher uma variedade que, quando madura, apresente 20% ou mais de sacarose

Cachaça artesanal: envelhecimento da bebida

O envelhecimento da cachaça é muito importante, pois logo após a sua destilação, ou seja, cachaça nova, as substâncias químicas que conferem o aroma e o sabor do produto de boa qualidade sensorial ainda não estão

Cachaça artesanal: os sabores

Na região posterior (base) da língua próximo a garganta: sente-se um sabor amargo e também suave. Este sabor deve estar presente na bebida, mas não pode ser muito intenso a ponto de ser desagradável

Atendimento Online
Quer Facilidade