WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

"confinamento"

Características dos bovinos para confinamento

Características dos bovinos para confinamento - O gado utilizado na engorda em confinamento deve ser sadio, de bom desenvolvimento corporal, e com potencial de ganho de peso

Localização e infraestrutura para confinamento bovino

Essas instalações devem estar situadas em local retirado, longe de rodovias, ou com grande movimentação de pessoas, evitando, com isso, a diminuição do desempenho dos bovinos pelo estresse

Cavalos confinados têm eficiência mastigatória reduzida. Certo ou errado?

Cavalos confinados, que não têm acesso ao pastoreio, não usam seus dentes incisivos para cortar a forragem, o que pode tornar esses dentes mais longos que o padrão normal, devido à falta de atrito. “Isso reduz o contato oclusal de pré-molares e molares (dentes responsáveis pela trituração e mastigação dos alimentos), provocando a perda de peso devido à redução da eficiência mastigatória”,

Instalações para criação de ovinos de corte

As instalações utilizadas para a criação de ovinos de corte são: área de pastagem, centro de manejo, abrigo noturno, confinamento e abrigos para carneiros

Criação de ovinos: como desmamar cordeiros?

Para que o cordeiro desmamado se adapte mais rapidamente à alimentação, em confinamento, é conveniente a utilização de “creep feeding”, afirma Edson Ramos de Siqueira, do Curso a Distância CPT Alimentação de Ovinos de Corte.

Alevinos tipo I e alevinos tipo II. Qual a diferença?

Alevinos tipo I são os mais utilizados e são comercializados, normalmente, com peso em torno de dois a três gramas, quando medem aproximadamente quatro a cinco centímetros. Eles são adquiridos junto aos piscicultores, produtores de alevinos, e levados para a piscicultura onde serão recriados até atingirem peso médio em torno de 50 g, para, posteriormente, serem submetidos ao confinamento, na fase de engorda.

Qual a melhor forma de alimentar vacas leiteiras?

Segundo Juliano Resende, professor do Curso a Distância CPT Alimentação de Vacas Leiteiras em Pasto e em Confinamento, em Livro+DVD e Curso Online, "Um maior número de tratos favorece os animais, pois torna o ambiente ruminal mais estável e proporciona maior ingestão de matéria seca". A ração, quando fornecida em pequenas quantidades, porém com maior frequência ao longo do dia, proporciona maior ingestão de matéria seca. Isso ocorre porque ela acaba beneficiando a manutenção ruminal, tornando o ambiente ruminal mais estável e prevenindo desordens metabólicas

O que pode atrapalhar o crescimento dos cordeiros?

O crescimento pós-natal pode ser dividido em quatro distintas fases. A primeira caracteriza-se pelo rápido crescimento da cabeça, pescoço e patas. Na segunda fase, verificam-se mudanças na conformação corporal. Na terceira, ocorre aumento generalizado do organismo, iniciando-se a deposição de gordura. Esta fase acontece a partir de três a quatro meses de idade.

Vacas no pré-parto? Não as alimente com silagem de cana!

O excesso de produção e disponibilidade de maquinário e mão de obra para o preparo são fatores que podem levar o criador a decidir por ensilar a cana, afirma Prof. Juliano Ricardo Resende do Curso CPT Alimentação de Vacas Leiteiras em Pasto e em Confinamento. Para que isso aconteça, no entanto, a cana deve ser ensilada durante a época seca, quando está com altos teores de açúcar e MS em torno de 30%.

Identificação de cio em vacas

Identificação de cio em vacas - As vacas no cio podem ser identificadas principalmente pela mudança no seu comportamento, elas ficam agitadas e nervosas

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!