WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Resultados da busca para "como-fermentar-caldo-de-cana" ()

Por que as cervejas tipo Lager são de baixa fermentação?

As cervejas produzidas desde os primórdios da civilização são do tipo ALE, e a Premiun Red ALE é somente umas das centenas de tipos de cervejas do tipo ALE. Apenas alguns anos antes de 1850, foi descoberto um novo tipo de fermento, a levedura 1 Saccharomyces pastorianus. Esse tipo de levedura se desenvolve no fundo dos tanques de fermentação. Por esse motivo, passou a ser denominado de "baixa fermentação", quando comparado às cervejas ALE que são de "alta fermentação".

Bagaço da cana pós-moagem: o que fazer com ele?

O bagaço, que é obtido após a moagem da cana, é uma preocupação em qualquer sistema de produção que utiliza o caldo de cana como matéria-prima, uma vez que é grande o volume gerado. "Antes de ser secado, ele pode ser utilizado na alimentação do gado ou como adubo no canavial", afirma Dr. José Benício Paes Chaves, professor do Curso a Distância CPT Como Produzir Rapadura, Melado e Açúcar Mascavo, em Livro+DVD e Curso Online.

Como aproveitar o bagaço da cana?

A cana tem como subproduto, de maior expressão, o bagaço, que pode representar até 30% da cana moída. No bagaço, restam poucos constituintes da cana, sendo a fibra e o açúcar os mais comuns. O bagaço obtido da moagem da cana inteira, ou seja, cana esmagada, contém mais açúcar do que o bagaço oriundo da cana que foi picada antes de ser moída.

Açúcar mascavo: você sabe o que é?

O açúcar mascavo é um produto elaborado a partir do caldo de cana libre de fermentação, isento de matéria terrosa, de parasitas e de detritos animais ou vegetais. Deve, ainda, conter um mínimo de 90% de sacarose. “Nas preparações microscópicas, deverá demonstrar ausência de sujidades, de parasitas e de larvas de insetos ou de seus fragmentos”, afirma Dr. José Benício Paes Chaves, professor do Curso a Distância CPT Como Produzir Rapadura, Melado e Açúcar Mascavo - Processo Artesanal, em Livro+DVD e Curso Online. Para o controle da qualidade microbiológica do açúcar mascavo, sugere-se observar e seguir as características da rapadura.

Cana-de-açúcar: variedades

O Brasil, como maior produtor mundial de cana-de-açúcar, tem, naturalmente, bem desenvolvida, a tecnologia de produção de cana. A cada ano têm sido lançadas novas variedades. O produtor deve reservar uma pequena área da propriedade para realizar testes

Doces em Calda e Compotas: doce de laranja-da-terra em calda

Doce de laranja-da-terra em calda: 20 laranjas de tamanho médio; 2 kg de açúcar; 2 L de água para o preparo do xarope; Tecnologia de fabricação: selecionar laranjas íntegras com maturação uniforme; fazer a pré-limpeza e a sanificação com solução a 50 ppm de cloro ativo, por 10 min;

Vai fazer compotas ou frutas em calda? Então, olho nessas dicas!

Vai fazer compotas ou frutas em calda? Então, você precisa saber de uns detalhes que farão muita diferença para o sucesso de sua produção, principalmente no momento de comercializar. “Antes de preparar as compotas ou as frutas em calda, lave bem as frutas e seque-as com um pano limpo”, afirma Maria da Graça Lima Bragança, professora do Curso a Distância CPT Como Produzir Doces em Calda e Compotas, em Livro+DVD e Curso Online. Se necessário, corte as frutas em pedaços.

Produção de melado: características do melado

O melado é elaborado com matéria-prima (caldo de cana) não-fermentada, isenta de matéria terrosa, parasitas e detritos animais ou vegetais. Não é permitida a adição de essências, corantes naturais ou artificiais

Doces em Calda e Compotas: características das compotas

Compota ou fruta em calda é o produto obtido de frutas inteiras ou em pedaços, com ou sem sementes ou caroços, com ou sem casca, e submetida a cozimento incipiente, envasadas em lata ou vidro, praticamente cruas, cobertas com calda de açúcar

Por falar em padaria, você já ouviu falar em biga?

A biga é um termo italiano, utilizado para se referir ao pré-fermento iniciador da massa, feita a partir da mistura de 45% a 50% de água, 100% de farinha e uma pequena porção de fermento biológico comercial (1%), afirma Marina Queiroz, professora do Curso a Distância CPT Básico de Panificação. O período de descanso da biga é de 14 a 16 horas.

Fique por dentro das novidades!