Resultados da busca para "ver-vidios-domando-cavalos"

Doma natural de cavalos - passo a passo para a doma de baixo

A doma natural pode ser iniciada nos primeiros meses de vida do cavalo, próximo ao desmame. A doma de baixo, parte integrante da doma natural, deve ser continuada até a idade de 24 a 30 meses, quando se inicia, então, a doma de cima, etapa esta posterior à doma de baixo. Neste período, deve-se ensinar o potro a cabrestear, obedecer os comandos de rédeas, do chão, e se acostumar com os arreamentos.

Doma racional de cavalos: duração dos treinos

O tempo empregado nas lições é fator importantíssimo em quaisquer ocasiões onde se pretenda o ensino do cavalo. Saber dosar tempo, intensidade, quantidade de exercícios é uma das habilidades a ser perseguida pelos treinadores. "A duração das lições deve respeitar o desenvolvimento da capacidade do cavalo em manter a atenção dirigida para as mensagens que a ele estão sendo transmitidas. Pouco adianta prosseguir na instrução de um cavalo cujas atenções já tenham se dispersado", afirma Paulo Guilhon, professor do Curso a Distância CPT Doma Racional Interativa, em Livro+DVD e Curso Online.

Doma de cavalos - charreteamento do equino em 6 passos

Quando o cavalo estiver rodando bem no cabresto, já selado, podemos iniciar o charreteamento. Neste momento, passamos cada uma das pontas da rédea comprida pelo estribo correspondente e prendemos nos respectivos lados na focinheira do cabresto ou na professora. Em seguida realizamos as seguintes etapas:

Criação de cavalos: equipamentos necessários à montaria

Antes de o cavaleiro partir, de fato, para a montaria, deve ter conquistado a confiança do cavalo. Somente assim, o animal permitirá a aproximação e a monta. Esse início de convivência é uma relação de ganho e confiabilidade, afirma Dr. Haroldo Vargas Leal Júnior, professor do Curso a Distância CPT Aprenda a Montar e Lidar com Cavalos, em Livro+DVD e Curso online.

Higiene básica em cavalos: como fazer?

O cavalo é um ser vivo que geralmente causa o fascínio da grande maioria das pessoas. Independentemente da pelagem, da raça e do porte, dificilmente conheceremos pessoas com restrições aos cavalos. A sua beleza e imponência torna-o uma unanimidade. "É muito importante, no entanto, saber como fazer a higiene básica do cavalo antes de montá-lo, pois não se deve selar o animal sem que ele esteja totalmente limpo", afirma Dr. Haroldo Vargas Leal Júnior, professor do Curso a Distância CPT Aprenda a Montar e Lidar com Cavalos, em Livro+DVD e Curso Online.

Equinos: doma de baixo

A doma se divide em duas partes bem distintas: a doma de baixo e a doma de cima. A doma de baixo consiste basicamente em conquistar a confiança do potro e ensiná-lo a cabrestear, obedecer aos comandos de rédeas e acostumá-lo com os arreamentos. Pode ser iniciada nos primeiros meses de vida e ir até a idade em torno de 24 a 30 meses, quando se inicia a doma de cima. Esta consiste em acostumar o cavalo com o peso do cavaleiro; ensinar-lhe a obediência aos comandos de perna, de corpo e ajudas. Tudo isso deve ser feito de maneira harmoniosa, formando um único conjunto, cavalo e cavaleiro.

Doma natural de cavalos - 5 passos para encilhar o equino

Coloque um bridão leve (grosso) para não machucar a boca do cavalo e com pinças laterais, sem as rédeas. Introduza o bridão pela lateral da boca para que ele a abra sem que o bridão machuque sua gengiva. Nesta fase, o cavalo já foi bem escovado e já deve ter perdido as cócegas. Pegamos a manta e levamos vagarosamente para o animal cheirar. Em seguida, esfregamos a manta no seu pescoço e no dorso, de um lado e do outro, do animal

Doma x equitação: qual é o mais importante?

Sendo a equitação o código a ser empreendido para a comunicação entre cavaleiro e cavalo, e a doma o processo por meio do qual se procura estabelecer essa linguagem, torna-se mais do que óbvia a ordem de prioridade entre ambos. Primeiro, devemos ter domínio sobre a linguagem para, em seguida, podermos tentar transmiti-la. Como seria possível a um domador o exercício eficiente da doma sem domínio prévio da equitação? A probabilidade dessa ocorrência seria quase nula.

Psicomotricidade equestre: saiba mais sobre como lidar com cavalos

Considerando a psicomotricidade como a relação entre o psiquismo e a motricidade, chamaríamos de "psicomotricidade equestre" às relações psíquicas e motoras necessárias ao desenvolvimento das habilidades requeridas pela relação do homem para com o cavalo, sobretudo, aquelas que exigem o contato corporal direto.

Entenda os cavalos e saiba como lidar com eles

Há muitos anos o homem divide seu espaço com os animais, especialmente com aqueles domesticáveis, que podem ser úteis na execução de atividades diárias, como os cavalos. A convivência com os equinos tem se tornado cada vez mais próxima devido à índole deles, pois são amistosos, leais e perspicazes. Com uma percepção bastante aguçada, eles aprendem os comandos de um líder com muita eficiência e rapidez. Interessante notar que, ao estabelecer uma relação afetiva com o dono, o cavalo se esforça ao máximo para cumprir as tarefas que lhe forem solicitadas, por mais difíceis que elas sejam. Felizmente, hoje em dia, o cavalo quase já não é explorado no transporte de cargas e de pessoas ou visto como fonte de alimento, fatores que comprometiam seu bem estar, impedindo que ele tivesse um tratamento condizente com seu tipo de relação tão próxima e benéfica ao homem.

Atendimento Online
Quer Facilidade