Resultados da busca para "temperatura-da-agua-do-tambaqui"

Surubim: temperatura ideal da água para a criação

A temperatura da água é um parâmetro que exerce influência direta no desenvolvimento dos peixes e, por isso, a sua variação deverá ser conhecida antes da implantação da piscicultura. Estudos comprovam que a faixa ideal de temperatura da água para o desenvolvimento de peixes tropicais encontra-se entre 26 e 30 ºC. Quando a temperatura estiver entre 15 e 26 ºC ou entre 30 e 40 ºC, ocorrerá uma redução no consumo de ração pelos peixes, retardando o desenvolvimento dos mesmos.

Especialista: a temperatura da água é muito importante no cultivo de peixes

Os peixes não têm capacidade de manter a temperatura corporal constante; eles a ajustam em função da variação da temperatura da água. “Por isso, a temperatura da água é um dos parâmetros mais importantes no cultivo de peixes, sendo que tem influência direta em processos fisiológicos importantes para o desenvolvimento dos peixes, como respiração, digestão, crescimento, reprodução e comportamento”, afirma Giovanni Resende, professor do Curso a Distância CPT Nutrição e Alimentação de Peixes, em Livro+DVD e Curso Online.

Medição da temperatura de diferentes tipos de produtos alimentícios

A medição da temperatura dos produtos alimentícios é um procedimento rotineiro dentro de uma cozinha. Por isso, será necessário treinar corretamente um funcionário para exercer esta função. Geralmente, durante o processo de preparação, como durante o cozimento, utiliza-se um termômetro de infravermelho, que permite medir temperaturas de superfícies.

Produtos panificados - temperatura e umidade ideais para a fermentação da massa

Para garantir que a fermentação da massa ocorra em condições isoladas das influências externas, é ideal que a temperatura e a umidade relativa sejam controladas em câmaras climatizadas. Além disso, o uso da câmara climatizada permite que a fase de fermentação seja prolongada, desde que a umidade relativa seja mantida em 75% e a temperatura seja reduzida.

Criação de escargots - tecnologia correta (temperatura e umidade)

Muitos já sabem que os escargots são bastante sensíveis às condições oferecidas pelo ambiente. A temperatura e a umidade do criatório de escargots devem ser, respectivamente, de 20ºC e 80%. Fora destes valores o ganho de peso do animal é comprometido, gerando reflexos na reprodução e na produção, tanto de matrizes, quanto de animais para o consumo. Portanto, em uma criação de escargots, torna-se necessário um aparelho para medição de temperatura e outro para medição da umidade relativa do ar. São eles o termômetro e o higiômetro. Dependendo da região, é necessário o uso de aparelhos de ar-condicionado, dimensionados em função do clima, tamanho da instalação e do volume de escargots acondicionados. Entretanto, deve-se tomar cuidado para não haver o ressecamento do ar da sala com o uso do ar-condicionado.

A temperatura da água é importante para o crescimento dos peixes?

Muitos piscicultores, principalmente os que ingressaram nesta atividade como hobby ou os principiantes, acham que para se obter o sucesso com a criação de peixes basta apenas não deixar faltar água, ração e oxigênio para os peixes. “Mas não é bem assim, ou melhor, é tudo isso e mais alguma coisa. É importante, sobretudo, manter a temperatura da água", afirma Giovanni Resende de Oliveira, professor do Curso a Distância CPT Nutrição e Alimentação de Peixes, em Livro+DVD e Curso Online.

Criação de peixes: medição e controle da água em viveiros

Já sabemos que a temperatura da água é de fundamental importância para o desenvolvimento adequado dos peixes. Mas, como é feita a sua medição e controle nos viveiros? “A temperatura da água do viveiro deve ser monitorada na superfície do espelho d’água, na profundidade correspondente ao meio do viveiro e no fundo do mesmo”, afirma Giovanni Resende, professor do Curso a Distância CPT Nutrição e Alimentação de Peixes, em Livro+DVD e Curso Online.

Peixes de água doce do Brasil - Tambaqui (Colossoma macropomum)

O Tambaqui é um peixe de escamas, com corpo romboidal, alto, achatado e serrilhado no peito. Apresenta uma dentição poderosa, adaptada para quebrar as duras castanhas que fazem parte de sua dieta. Em suas brânquias, podem ser observados espinhos longos e finos. Possui nadadeira adiposa curta, com raios na extremidade, dentes molariformes e rastros branquiais longos e numerosos. Sua coloração é parda, na metade superior, e preta, na metade inferior do corpo, mas pode variar para mais clara ou mais escura dependendo da cor da água. Tem a carne bastante apreciada. Pode alcançar 90 cm de comprimento e atingir 30 Kg.

Compostagem orgânica - reviramentos e temperatura ideal da pilha

A adubação por meio de matéria orgânica é a melhor forma de estimular a protossíntese de forma ordenada nas plantas. Quando a compostagem é feita de forma correta, levando-se em consideração a temperatura, umidade e fazendo-se o reviramento da pilha, ela fornece macro e micronutrientes em quantidades equilibradas, absorvidas conforme as necessidades da planta cultivada. Além disto, a adubação orgânica estrutura o solo levando à formação de grumos que deixam espaços chamados de poros que permitem a penetração de raízes e a circulação de ar no solo. Assim as raízes crescem mais em busca de nutrientes e água. Ela também aumenta a capacidade do solo em armazenar água, diminuindo o efeito das secas.

Criação de peixes: conheça a Tilápia

Tilápia é o nome genérico de um grupo de ciclídeos endêmicos da África. O grupo consiste em três gêneros importantes para a aquicultura – Oreochromis, Sarotherodon e Tilapia. "É um peixe tropical, apresenta o maior potencial de desenvolvimento quando a temperatura da água se encontra entre 25°C e 30°C e deixa de comer em temperaturas abaixo de 16°C", afirma Dr. Giovanni Resende, professor do Curso a Distância CPT Criação de Peixes - Como Implantar uma Piscicultura, em Livro+DVD e Curso Online.

Atendimento Online
Quer Facilidade