Resultados da busca para "tdah"

Como identificar adulto com TDAH?

Os traços de um adulto com TDAH - Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade - são semelhantes aos da criança e do adolescente, com as modificações próprias da idade. Além disso, podemos entender que a vida de um adulto é muito mais complexa que a da criança e do adolescente.

Saiba mais sobre TDA/H - Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade

O TDA/H - Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade é um distúrbio habitualmente de longa duração. Isso quer dizer que ele pode se estender até a fase adulta. A manifestação se dá por três grupos de sintomas: desatenção, hiperatividade e impulsividade.

Educação infantil - 17 princípios fundamentais de inclusão de crianças com TDA/H

De acordo com os avanços e os estudos das neurociências, torna-se constante o número de crianças diagnosticadas com transtorno de déficit de atenção/hiperatividade (TDA/H) inseridas no contexto escolar. Trabalhar com uma criança que apresente o transtorno de déficit de atenção com hiperatividade é um trabalho árduo, que necessita de muito empenho, dedicação, conhecimento e uma intensa relação com a família, que precisa ser acolhida pela escola. Com isso, o resultado será gratificante e maravilhoso.

Meu filho é desorganizado ao extremo. Ele tem TDA/H?

Anda tendo problemas com seu filho por falta de organização? Saiba, então, que ele pode sofrer de TDA/H (Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade, um tipo de transtorno neurológico, que surge na infância e, em muitos casos, acompanha o indivíduo em sua vida adulta). “A desorganização da criança com TDA/H é uma fonte de aborrecimento para pais e professores.

O professor: pessoa mais indicada para diagnosticar o TDA/H em adolescentes

Embora ainda demonstre ser mais impaciente e inquieto que os colegas da mesma idade, o adolescente com TDA/H já não é tão hiperativo quanto era quando criança. “É mesmo de se esperar que, por causa do amadurecimento fisiológico, um adolescente não viva mais correndo e subindo nos móveis como ele fazia quando tinha menos idade, mas se o compararmos com outros adolescentes da mesma faixa de idade veremos que o seu grau de atividade é maior que os daqueles que não apresentam o transtorno”

Atendimento Online
Quer Facilidade