WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Semana do Campo CPT!

Resultados da busca para "tdah" ()

Como identificar adulto com TDAH?

Os traços de um adulto com TDAH - Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade - são semelhantes aos da criança e do adolescente, com as modificações próprias da idade. Além disso, podemos entender que a vida de um adulto é muito mais complexa que a da criança e do adolescente.

Saiba mais sobre TDA/H - Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade

O TDA/H - Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade é um distúrbio habitualmente de longa duração. Isso quer dizer que ele pode se estender até a fase adulta. A manifestação se dá por três grupos de sintomas: desatenção, hiperatividade e impulsividade.

Educação infantil - 17 princípios fundamentais de inclusão de crianças com TDA/H

De acordo com os avanços e os estudos das neurociências, torna-se constante o número de crianças diagnosticadas com transtorno de déficit de atenção/hiperatividade (TDA/H) inseridas no contexto escolar. Trabalhar com uma criança que apresente o transtorno de déficit de atenção com hiperatividade é um trabalho árduo, que necessita de muito empenho, dedicação, conhecimento e uma intensa relação com a família, que precisa ser acolhida pela escola. Com isso, o resultado será gratificante e maravilhoso.

Meu filho é desorganizado ao extremo. Ele tem TDA/H?

Anda tendo problemas com seu filho por falta de organização? Saiba, então, que ele pode sofrer de TDA/H (Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade, um tipo de transtorno neurológico, que surge na infância e, em muitos casos, acompanha o indivíduo em sua vida adulta). “A desorganização da criança com TDA/H é uma fonte de aborrecimento para pais e professores.

O professor: pessoa mais indicada para diagnosticar o TDA/H em adolescentes

Embora ainda demonstre ser mais impaciente e inquieto que os colegas da mesma idade, o adolescente com TDA/H já não é tão hiperativo quanto era quando criança. “É mesmo de se esperar que, por causa do amadurecimento fisiológico, um adolescente não viva mais correndo e subindo nos móveis como ele fazia quando tinha menos idade, mas se o compararmos com outros adolescentes da mesma faixa de idade veremos que o seu grau de atividade é maior que os daqueles que não apresentam o transtorno”

Professor, saiba como lidar com crianças com TDA/H

Normalmente, alunos com TDA/H são extraordinariamente criativos, o que torna toda atividade monótona motivo de distração. Por esse motivo, torna-se inevitável estimular esses alunos com atividades lúdicas, que os motivem e envolvam no processo de aprendizagem. O papel dos pais é imprescindível, tanto no acompanhamento do progresso do filho como na busca de tratamentos.

Fique por dentro das novidades!