Resultados da busca para "semi-confinamento-de-gado-leiteiro"

Vacas leiteiras - patologias de casco, mastite e problemas reprodutivos são intensificados no periparto

Entre as doenças que acometem o bovino leiteiro, as patologias de casco estão entre as de maior relevância e isto se deve, principalmente, ao fato de os confinamentos estarem cada vez mais intensificados. Mas estes não são os únicos problemas observados pelo produtor, observa-se juntamente com os problemas reprodutivos, a presença de mastite, constituindo assim as três principais causas de descarte de vacas leiteiras nas fazendas leiteiras. Sendo assim, para evitar transtornos maiores e prejuízos, devido a doenças antes e pós-partos, os produtores devem ficar atentos e manter condições mínimas nutricionais, de manejo, de limpeza e de espaçamento nos currais.

Vantagens da Inseminação Artificial no melhoramento genético do gado leiteiro

Na pecuária leiteira, o gado possui uma considerável heterogeneidade genética, o que influencia diretamente na produtividade de leite. Às vezes, a produção varia de 2 a 8 litros por dia em um mesmo rebanho bovino. Para que esse quadro mude, o pecuarista leiteiro deve adotar em sua fazenda o melhoramento genético do gado de leite, introduzindo a IA (Inseminação Artificial) em sua fazenda. Dessa forma, sua produção de leite será mais homogênea e rentável.

Cordeiros - fatores que garantem o sucesso do confinamento

A decisão de confinar, se pensando na economia do confinamento de cordeiros e cabritos, está diretamente relacionada com dois fatores: a precocidade de acabamento dos animais e o curto período de tempo com o confinamento. Estes dois fatores, quando aliados, garantem o sucesso da investida. No entanto, ainda existem outros fatores de grande importância que devem trabalhar a favor do criador de cordeiros, são eles: a qualidade e o custo da alimentação. Na implementação desta prática é importante conciliar estes fatores, com vistas ao seu sucesso econômico. Nesses termos, requer-se a seleção dos animais como o critério básico para o confinamento. Portanto, há que se confinar somente animais sadios.

Girolando, raça leiteira tropical

Especial - O gado Girolando nasceu no Brasil, como resultado do cruzamento entre uma raça zebuína e outra europeia. Assim, trata-se de uma raça leiteira tropical. Portanto, ela reúne qualidades desejáveis em solos brasileiros. O gado Girolando é rústico, como o gado Gir, e produtivo, como o Holandês, o que confere, entre outras características, alto grau adaptabilidade à raça

Gado de corte - sistemas de confinamento a céu aberto, parcialmente coberto e galpão fechado

No Brasil, no período seco do ano, a falta de pasto faz com que o pecuarista tenha vários problemas para garantir o ganho de peso do gado de corte. Portanto, se há interesse em manter ou aumentar o ganho de peso dos bovinos, em comparação aos ganhos conseguidos no período das águas, deve-se fornecer uma alimentação mais equilibrada do que aquela existente nos pastos durante a época problemática. Sendo assim, o confinamento é usado para essa finalidade. O sistema consiste, basicamente, no arraçoamento dos bovinos fechados em curral, por um determinado período de tempo.

Gado de corte - correto manejo no confinamento dos bovinos

O manejo no confinamento do gado deve ser feito sempre de forma calma, evitando que os bovinos se estressem e que ocorram acidentes. As vacinações, pesagens, o embarque, desembarque e transporte também devem ser feitos de maneira cuidadosa, evitando edemas e machucados, que venham a prejudicar a qualidade da carne, especialmente de cortes nobres.

Sodomia em bovinos confinados: saiba mais sobre o assunto

O confinamento, por ser um sistema intensivo, possui diversas variáveis, mais do que sistemas menos tecnológicos. Algumas alterações nesse sistema podem comprometer o resultado da engorda dos animais. Segundo Gilmar Ferreira Prado, professor do Curso a Distância CPT Bovinos de Corte em Confinamento - Manejo e Gerenciamento, em Livro+DVD e Curso Online, "Os cuidados preventivos com a saúde dos animais no confinamento são fundamentais, pois o tempo de confinamento é tão curto que a maior parte das enfermidades acaba determinando a retirada do animal doente dos lotes de engorda. A sodomia, por exemplo, que consiste no ato de um animal montar o outro, é um fenômeno muito frequente nos confinamentos, principalmente quando temos maior quantidade de animais sem castrar (animais inteiros)".

Gado de corte - engorda em confinamento

O confinamento é um sistema de criação de bovinos, no qual lotes de animais são alojados em uma área restrita. No confinamento, os alimentos e água necessários à sobrevivência dos animais são fornecidos no cocho.

Adaptação alimentar do gado em confinamento

Assim que o gado sai de uma pastagem e passa para o confinamento, é muito importante que ele passe por um processo de adaptação à nova dieta. Principalmente, porque antes ele comia apenas capim e lambia sal mineral. Agora, no confinamento, o sistema digestivo do ruminante precisará de cerca de 10 a 15 dias para se acostumar com alimentos fermentados e energ[eticos com baixo teor de fibra.

Gado de corte - preparo dos bovinos e o confinamento

O gado, antes de entrar no confinamento, deve ser vacinado contra aftosa, vermifugado, tratado contra ectoparasitas (bernes e carrapatos) e, ainda, de possíveis doenças regionais que podem acometer os bovinos.

Atendimento Online
Quer Facilidade