WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

"seguranca-alimentar-em-supermercados"

Segurança alimentar: conheça algumas formas de contaminação dos alimentos

A contaminação dos alimentos ocorre devido à presença de microrganismos (bactérias, fungos, leveduras, vírus, entre outros), causando mau cheiro, sabor ruim e modificando a aparência natural dos alimentos. Em alguns casos, o alimento se encontra contaminado, mas as modificações não são perceptíveis, o que é ainda mais perigoso.

Quais fatores garantem a segurança na fabricação de alimentos?

Adriana Lara, professora do Curso CPT Segurança Alimentar em Restaurantes e Lanchonetes – Treinamento de Gerentes, destaca que a segurança alimentar é primordial quando se trata de armazenagem e manipulação de alimentos. Além disso, tem se comprovado a preferência dos clientes por estabelecimentos que seguem normas de segurança alimentar.

Intoxicação alimentar: grave problema das fábricas de congelados

Atualmente, a maioria das pessoas trabalha fora, o que as leva a buscar a praticidade da vida moderna. Também aquelas que moram sozinhas, que hoje constituem um elevado número, procuram por esse tipo de alimento pela sua praticidade. "Por isso, o comércio de alimentos congelados tem crescido muito e tem se tornado um grande negócio para quem quer investir nesse ramo", afirma Denise Andrade Khoury, professora do Curso a Distância CPT Como Montar uma Pequena Fábrica de Alimentos Congelados, em Livro+DVD e Curso Online. No entanto, há um fator que pode colocar a perder todo o investimento e, sim, fechar uma fábrica de alimentos congelados: intoxicação alimentar.

Vai produzir salgados para festas? Atenção especial à segurança alimentar!

O termo higiene na produção de alimentos envolve questões além da limpeza dos equipamentos e utensílios que serão utilizados. Por isso, ela se encontra inserida em um contexto bem mais abrangente que é a segurança alimentar. “Ao saber que um alimento foi produzido dentro das normas e dos padrões de segurança alimentar, significa que esse alimento foi elaborado seguindo os procedimentos de boas práticas de fabricação que são recomendados pela ANVISA, que é a Agência Nacional de Vigilância Sanitária”, afirma Denise Andrade Khoury, professora do Curso a Distância CPT Produção de Salgados Finos para Festas, em Livro+DVD e Curso Online.

Dicas de higienização na indústria de alimentos

A higienização na indústria de alimentos traz uma série de vantagens, como a garantia da qualidade dos alimentos; o melhor aproveitamento dos nutrientes dos alimentos; o controle de doenças transmitidas por alimentos; a garantia das condições tanto higiênicas como sanitárias dos alimentos, principalmente no preparo, de acordo com as determinações da legislação sanitária.

Alimentação natural determina a qualidade de vida

Com o desenvolvimento industrial, houve grande impacto na forma como as pessoas se alimentam. Como exemplo podemos citar a maior incidência de pessoas trabalhando longe de casa ou passando mais horas no trabalho, o que contribuiu para o surgimento da chamada comida rápida, os "fast foods". Por outro lado, a consciência da segurança alimentar e da qualidade dos alimentos levou à criação de regras, por vezes na forma da lei, sobre a forma como os alimentos devem ser vendidos. E com o avanço da ciência e das pesquisas, fomos chegando a conclusão de que alimento natural é alimento saudável.

Fatores que interferem na conservação dos alimentos

A conservação dos alimentos está diretamente ligada à capacidade de sobrevivência ou de multiplicação dos microrganismos presentes nos mesmos. Os fatores que interferem na conservação dos alimentos podem ser intrínsecos, quando relacionados com as características próprias do alimento, ou extrínsecos, quando relacionados com o ambiente no qual o alimento se encontra.

Segurança alimentar: microrganismos patógenos e benéficos aos alimentos

Os microrganismos patógenos são aqueles que contaminam os alimentos, podendo causar doenças nos seres humanos e nos animais; já os benéficos modificam as características originais dos alimentos, dando sabor e aroma diferenciados aos mesmos, sendo amplamente empregados na indústria de alimentos

Saiba as boas práticas de manipulação de alimentos

A pessoa responsável pela preparação dos alimentos deverá sempre ter em mente que a manipulação é uma tarefa que deve ser realizada com atenção e cuidados especiais, pois o menor e mais simples descuido poderá criar condições favoráveis ao desenvolvimento de microrganismos. A presença de microrganismos, por sua vez, aumenta, de forma potencial, os riscos de contaminação dos alimentos, prejudicando a sua qualidade.

Melhore a eficiência alimentar do gado leiteiro

Gilmar Ferreira, professor do Curso CPT Alimentação de Vacas Leiteiras em Pasto e em Confinamento, orienta que, na pecuária, alimentar não significa simplesmente fornecer comida aos animais, mas, sim, combinar alimentos de forma tecnicamente correta e economicamente viável. Para isso, são considerados aspectos variados como os objetivos da criação, o tipo de animal a ser alimentado, a disponibilidade e o custo dos alimentos.

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!