WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

"remela-nos-olhos-do-equino"

Como limpar os olhos dos cães?

Apesar de ser normal um pequeno acúmulo de secreção ou remelas, que faz parte do mecanismo fisiológico natural de limpeza dos olhos e ductos lacrimais, os cães saudáveis não devem apresentar secreções demasiadas nos olhos. Uma secreção avermelhada ou amarronzada em volta dos olhos é bastante comum, e fica mais evidente nos cachorros de pelagem clara.

Dicas para cuidar de equinos trabalhadores

A imunização dos equinos trabalhadores é prática de fundamental importância para a rentabilidade do negócio, não apenas para a manutenção da saúde da tropa de lida. A vacinação deve ser ministrada em todos os cavalos de trabalho contra várias doenças, as mais comuns: raiva, tétano, gripe equina e encefalomielite equina.

Dicas essenciais para a realização de procedimentos odontológicos em equinos

De acordo com o Prof. Dr. Luiz Fernando Rapp de Oliveira Pimentel, do Curso CPT Odontologia Equina a Campo, “O atendimento odontológico do equino não é, ao contrário do que comumente é falado, um procedimento clínico”. Portanto, ao aparar pontas de esmalte exuberante dentárias (PEED), por exemplo, o médico veterinários, especialista em odontologia equina, está modificando um tecido (o esmalte dentário) e, portanto, realizando um procedimento cirúrgico. Como tal, o profissional, obrigatoriamente, deve se comportar como cirurgião.

Odontologia equina: distúrbios de oclusão

Os equinos são animais de pastoreio contínuo. Em seu habitat, os equinos mastigam por um tempo que equivale até setenta e cinco por cento do dia, com hábitos de pastoreio seletivo. Cavalos confinados em baias, com livre acesso à forragem, podem exibir os mesmos hábitos alimentares e normalmente comem até 20 horas por dia, em sessões que duram de 10 a 30 minutos.

Odontologia equina: Erupção molar assincrônica

A oclusão funcional ideal em equinos ocorre quando há uma perfeita sincronia de erupção de dentes molares e pré-molares e seus dentes antagonistas. “Alguns casos de degrau ou ondulação oclusal são resultantes da assincronia da erupção do dente permanente e seu antagonista mandibular e maxilar”, explica o Prof. Dr. Luiz Fernando Rapp de Oliveira Pimentel, do Curso CPT Odontologia Equina: Diagnóstico e Intervenções em Odontopatias Congênitas e Adquiridas.

5 dicas para realizar a oroscopia equina

Segundo o Prof. Dr. Luiz Fernando Rapp de Oliveira Pimentel, do Curso CPT Odontologia Equina: Diagnóstico e Intervenções em Odontopatias Congênitas e Adquiridas, “Antes de iniciar a oroscopia, faça uma inspeção a olho nu e a palpação digital da cavidade oral. Faça a inspeção inicial sem lavar a boca, assim poderemos identificar os pontos de acúmulo de alimentos. Então, retire os alimentos aprisionados e lave a boca com água sob pressão.”

Veterinário de equinos? Conheça o exame semiológico do sistema nervoso

O exame semiológico do sistema nervoso é fundamental para interpretar e diagnosticar doenças do sistema nervoso de equinos. "O exame começa pela avaliação do estado mental do animal, sua postura, alterações anatômicas e deambulações", explica Maria Gazzinelli Neves, professora do Curso CPT Doenças de Equinos. Deve ser feito, também, o exame criterioso dos seguintes pares de nervos:

Tire suas dúvidas sobre fraturas em equinos

São inúmeras as causas de fraturas em equinos, principalmente quedas quando em competições, lazer ou trabalho. De acordo com a gravidade do episódio, as lesões podem até mesmo fragmentar o osso do cavalo, o que pode levar o equinocultor a sacrificar o animal. Problemas na própria estrutura musculoesquelética do cavalo também podem resultar em microfraturas ou fraturas mais sérias.

Alterações odontológicas em equinos que demandam extração a campo

Segundo o Prof. Dr. Luiz Fernando Rapp de Oliveira Pimentel, do Curso CPT Odontologia Equina a Campo, “Atenção especial deve ser dada aos equinos que apresentarem deformidades congênitas ou adquiridas nas regiões da mandíbula e, ou maxila que afetem os arcos dentários”. Esse mesmo cuidado e preocupação também deve ser direcionado aos animais que apresentarem ausência dentária e fraturas de coroa clínica que alterem o movimento de excursão lateral da mandíbula, para que possa ser definida a abordagem terapêutica adequada.

Conheça os equipamentos para odontologia equina e sua utilização

Atualmente, é possível encontrar no mercado vasta gama de equipamentos projetados para viabilizar diversos tipos de intervenções na prática odontológica nos equinos. “A escolha de um deles está diretamente relacionada à patologia diagnosticada e que deverá ser tratada e, em grande parte, será feita com base também no conhecimento e na experiência do médico veterinário”, afirma Prof. Dr. Luiz Fernando Rapp de Oliveira Pimentel, do Curso CPT Odontologia Equina a Campo.

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!