Resultados da busca para "receita-do-autentico-pao-de-queijo-mineiro"

Como classificar um queijo corretamente? Aprenda!

No Brasil, é fabricada uma grande variedade de queijos que reflete a nossa própria formação cultural. Há queijos mais tipicamente brasileiros e há outros inspirados nos conhecimentos queijeiros trazidos ao país por franceses, dinamarqueses, italianos e, mais recentemente, queijos introduzidos por hábitos alimentares ingleses e americanos.

Montar queijaria é um bom negócio

Atualmente, em nosso país, as melhores queijarias estão concentradas em Minas Gerais, em São Paulo e no Rio Grande do Sul. Todas especializadas em queijos com maior demanda no mercado, como muçarela, queijo prato e requeijão. Entretanto, se você pretende montar uma queijaria, é primordial o conhecimento das regulamentações que regem a indústria de queijos, independente do seu porte

Cozinha mineira é destaque do tutu ao pão de queijo

Famosa como uma das mais características do Brasil, a cozinha mineira agrega sabor, história, simplicidade e tradição. Histórias bem brasileiras que remontam à época dos escravos, ao ciclo do ouro, das pedras preciosas e que nos falam de cidades importantes como Ouro Preto, Diamantina, Sabará e outras, e do encontro de raças e culturas diferentes, que resultaram na culinária mineira.

Como produzir queijo de qualidade

A fabricação de queijos representa uma parcela significativa dentro da indústria láctea do país. Isso se deve à facilidade das proteínas presentes no leite em se coagular, que adicionadas aos ácidos ou enzimas representam a principal característica dessa tecnologia, processo que resulta nos queijos.

Como produzir Queijo Canastra: coagulação, corte, retirada do soro, enformagem, salga e cura

Um dos queijos mais famosos da região de São Roque de Minas é conhecido como Canastra. A produção deste queijo guarda segredos únicos para que fique com a textura e o sabor do verdadeiro Queijo Canastra. Leite cru, pingo e pressão das mãos são fatores fundamentais para se obter um queijo de qualidade excepcional. Ao final das etapas de produção, o queijo adquire uma massa mais seca, muito apreciada para a produção de pão de queijo.

Petiscos para a copa e para festas juninas - Broa de Fubá e Pão de Queijo

Quer fazer dois deliciosos petisco para festejar os jogos da copa, um doce e um salgado, e que têm tudo a ver com as festas juninas? Que tal preparar uma deliciosa broa de fubá e um maravilhoso pão de queijo? Esta dupla gastronômica com certeza agradará a todos, rendendo a você muitos elogios. Vamos lá, mãos à obra, siga as receitas abaixo e agrade todo o seu time

Panquecas de carne moída, frango e 4 queijos - aprenda a fazer

O fim de semana se aproxima e, com ele, vem toda aquela vontade de ficar em casa, à toa, e descansar. Afinal, a semana que passou foi bem puxada e a que virá será tão corrida quanto. Surge, então, a dúvida: o que preparar para comer, que demande pouco tempo e seja muito, muito saboroso, principalmente caso apareçam os amigos sem o menor aviso prévio? A dica da vez é preparar 3 receitas de panquecas, daquelas de dar água na boca e comer rezando. Quer saber quais? Carne moída, frango cremoso e quatro queijos com molho de salsa. Vamos lá, aprenda a fazer

Aprenda como fazer um pão de queijo passo a passo

O pão de queijo é uma receita típica de Minas Gerais que ganhou espaço em todo o país. A data de sua origem é incerta, mas especula-se que a receita exista desde o século XVIII, tornando-se efetivamente popular no Brasil a partir da década de 1950.

Leitoa à pururuca, uma delícia mineira

Nas regiões mais pobres, a quitanda preferida é o biscoito de polvilho, a farinha suada - feita de fubá de milho, refogado na gordura e no alho, abafado até cozinhar, que era servida com feijão inteiro ou com café. Já nas regiões mais ricas, onde havia fartura de leite, surge o queijo Minas. Mais tarde, o biscoito de polvilho foi misturado ao leite e ao queijo, surgindo o famoso pão de queijo, símbolo da mineiridade.

Receitas típicas mineiras: feijão tropeiro especial e tutu com linguiça

As sementes da colonização brasileira fizeram brotar as raízes da culinária mineira. Da semente portuguesa, nasceram o gosto pela simplicidade das preparações, que salientam as qualidades naturais dos produtos. Das sementes afro-indígenas nasceram o gosto pela mandioca, pelos inhames, além do uso de utensílios como potes, balaios e panelas de barro. A falta de espaço nas vilas e povoados incrustados nas montanhas mineiras fez surgir pequenas hortas e pomares onde se cultivavam a couve, a mostarda, a taioba, o feijão, o milho, entre outros.

Atendimento Online
Quer Facilidade