WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Resultados da busca para "quando-usar-ureia-na-acerola" ()

Produção de acerola - tutoramento, podas, implantação de quebra-ventos e capina

A acerola, também conhecida como cereja das Antilhas, é uma das frutas que mais têm despertado o interesse dos produtores brasileiros. Trata-se de uma cultura perene, que produz durante praticamente o ano inteiro, e seu cultivo pode ser encontrado em todas as demais regiões do Brasil, porém, com menos intensidade nas regiões sul e sudeste, devido às baixas temperaturas durante o inverno. Entre as inúmeras frutíferas exploradas comercialmente no País, ela está entre as mais procuradas pelo mercado consumidor, devido ao seu alto grau de Vitamina C, outras vitaminas e sais minerais essenciais ao homem. Seja em forma de suco ou "in natura", é crescente a demanda por esta fruta e é exatamente esta grande procura do consumidor que faz com que os produtores invistam cada vez mais nesta cultura. Os custos de implantação, manutenção e produção de um pomar de aceroleira variam de acordo com o local onde ele será instalado, a finalidade da produção e os tratos culturais adotados. Portanto, caberá aos produtores tomar todos os cuidados possíveis para que a produção tenha muito sucesso. Entre os tratos culturais indispensáveis à produção, citam-se o tutoramento, as podas, a implantação de quebra-ventos e a capina.

Produção de acerola - principais variedades comerciais

As acerolas são classificadas, segundo suas variedades, em doces e ácidas. As ácidas são mais ricas em Vitamina C e são indicadas para a industrialização, enquanto as variedades de frutos doces são indicadas para o consumo in natura. Seu nome científico é Malpighia glabra e tem sua origem nas Antilhas, norte da América do Sul e América Central. O tamanho da planta varia entre dois e três metros de altura, seus ramos são densos e espalhados, com folhas opostas, de pecíolo curto. Suas flores se formam em pequenas pencas axilares pedunculadas, com três a cinco flores perfeitas, com cores que vão do rosa esbranquiçado ao vermelho. Seus frutos têm formas bastante variáveis. Quando maduros, sua cor pode ser vermelha, roxa ou amarela. Os frutos que crescem isolados ficam de tamanho maior do que aqueles que crescem em cachos. Manoa Sweet, Tropical Ruby, Hawaiian Queen, J. H. Beaumont, C. F. Rehnborg, F. Haley Red Jumbo e Maunawili são as variedades, doces e ácidas, mais cultivadas comercialmente no Brasil.

Produção de acerola abastece o mercado interno e externo

A acerola é uma das frutas mais apreciadas no Brasil. Com um teor de vitamina C cem vezes maior do que o da laranja, a acerola tem despertado o interesse de muitos consumidores e, consequentemente, tem sido uma ótima opção de cultivo para os produtores agrícolas. Um ponto bastante positivo em relação ao cultivo de acerola no Brasil são os solos em condições perfeitas para a agricultura, permitindo, inclusive, que o país seja destaque na produção mundial de frutas "in natura".

Produção de acerola - tipos de irrigação e de adubação

Para que um pomar de acerola tenha boa produtividade, o produtor deverá seguir a algumas orientações funcionais, principalmente no que diz respeito à irrigação e a adubação. Estes dois fatores garantem o sucesso da investida e geram bons lucros ao produtor rural. Portanto, é necessário que ele nunca se descuide da sua produção, mantendo em ordem o manejo das plantas.

Produção de acerola - principais pragas e doenças da aceroleira

As pragas e doenças que atacam a aceroleira sempre trazem prejuízos ao produtor, atrapalhando o sucesso do investimento. Portanto, é imperativo fazer inspeções constantes na plantação com o objetivo de identificar todos os problemas no pomar de acerola. Neste sentido, é primordial atestar a presença de pragas, tais como a Mosca-das-frutas, Cochonilhas e os Pulgões, além das doenças, como a Mancha-das-folhas, Verrugose e Antracnose.

Como podar acerola?

A acerola exige alguns tipos de podas. Elas devem ser feitas na planta desde o momento em que ela começa a soltar os ramos. "A poda de formação tem o objetivo de promover a formação da copa com três a quatro galhos mestres, distribuídos simetricamente, os quais formarão a estrutura básica da copa", afirma Dr. Flávio Alencar Araújo Couto, professor do Curso a Distância CPT Produção de Acerola, em Livro+DVD. Quando a planta estiver com 50 a 60 cm acima do nível do solo, faz-se um desponte, a fim de diminuir a dominância apical sobre os ramos principais.

Acerola, vinte vezes mais vitamina C que a laranja

Numa análise da expansão da cultura da acerola no Brasil deve-se realizar uma avaliação de três importantes passos. O primeiro, diz respeito a aceitação pelo consumidor do sabor da fruta associado ao forte apelo comercial em razão do elevado teor de vitamina C.

Cana-de-açúcar misturada com ureia garante a alimentação do gado na seca

A cultura da cana-de-açúcar deve ser tecnicamente bem estabelecida e manejada para que se consiga obter altas produções. Ela é uma das poucas plantas forrageiras que, depois de crescer ao longo da época das chuvas, consegue manter a qualidade nutricional nesse período. Uma das únicas que, justamente no auge da seca, atinge a sua mais alta qualidade nutricional, apesar de apresentar um baixo teor de proteína que, na verdade, é um componente vital para a mantença e o crescimento, para o sistema imunológico dos bovinos e para a produção, mas que pode ser corrigido.

Como obter uma produção eficiente de acerola

Entre as inúmeras frutíferas exploradas comercialmente no Brasil, a cereja das Antilhas, ou acerola, é uma das frutas que mais têm despertado o interesse dos produtores brasileiros. Isso pelo aumento da demanda por esta fruta para o consumo in natura ou em forma de suco. Além disso, quase não se consomem mais as frutas inteiras congeladas, superadas pela polpa, de uso muito mais prático. A introdução dos saquinhos de 100 gramas de polpas de frutas revolucionou a demanda.

Alimentação de bovinos com cana ureia oferta forragem de valor nutritivo e baixo custo

A estacionalidade das pastagens determina a necessidade de se produzir e conservar forragens para uso na época de escassez, visando assegurar níveis estáveis de produção de leite e reprodução do rebanho. Diante disso, a Embrapa Gado de Leite vem desenvolvendo pesquisa e transferência de tecnologias orientadas para a produção e uso da cana-de-açúcar, enriquecida com ureia, na alimentação de bovinos no período da seca.

Fique por dentro das novidades!