WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

"qual-a-diferencia-do-pardal-e-canario-da-terra"

Como construir pequenas barragens de terra

Uma barragem de terra é uma estrutura construída em sentido geralmente transversal ao fluxo de um curso d`água, de tal forma que permita a formação de um reservatório artificial. Este reservatório terá a finalidade de acumular água ou elevar o nível do curso d?água. Pode ser chamado de açude, quando nele forem depositadas apenas as águas das chuvas (águas pluviais) ou podem ser chamados de represas, quando seus reservatórios possuírem regime normal de abastecimento, por meio de córregos, riachos ou rios. A construção de uma barragem de terra poderá ser feita visando atender a diversas situações: permitir o abastecimento uniforme de água para comunidades; armazenar água para ser utilizada em irrigações; elevar o nível de um curso de água para possibilitar o abastecimento, por gravidade, a sistemas de irrigação, pisciculturas, criatórios de animais (bovinos, equídeos, aves) etc; e possibilitar a instalação de rodas d?água, associadas a bombas de pistão, para realizar bombeamento de água, possibilitando a criação de peixes em tanques-rede; entre outras.

Quero construir uma barragem de terra. Como deve ser o solo?

Antes de decidir pela construção de uma barragem de terra é preciso fazer uma avaliação do tipo do solo existente no local. Esta avaliação, em geral, indicará quatro situações diferentes, possíveis de ocorrerem, afirma José Dermeval Saraiva Lopes, professor do Curso a Distância CPT Construção de Pequenas Barragens de Terra, em Livro+DVD e Curso Online. São elas:

Vai construir uma pequena barragem de terra? Conheça os tipos

As pequenas barragens de terra podem ser classificadas quanto às características do material utilizado na construção, quanto ao método de construção empregado e quanto à natureza da fundação da barragem. “Assim, elas são classificadas em dois tipos principais: barragens simples e barragens com núcleo ou diafragma”, explica José Demerval da Silva Lopes, Professor do Curso CPT Construção de Pequenas Barragens de Terra.

Criação de tilápias - características e finalidade dos tanques de terra

Na produção comercial de tilápias, o piscicultor será responsável apenas pelas fases de recria e de engorda, já que a alevinagem é de responsabilidade de empresas especializadas. A recria deverá ser realizada em tanques de terra, e a engorda, por sua vez, em tanques-rede. Os tanques de terra irão receber os alevinos, onde permanecerão até o final da fase de recria, que dura em média 60 dias. Eles deverão ser construídos em terreno plano, de forma que fiquem próximos uns dos outros, para facilitar o manejo dos peixes e o abastecimento de água.

Canário-da-terra: habitat, reprodução, alimentação, instalações, torneios e principais doenças

O canário-da-terra ou canário chapinha, cujo nome científico é Sicalis flaveola, pertence à ordem dos Passeriformes, que engloba todos os passarinhos. Recentemente, foi classificado na família dos Emberizidae e subfamília Emberizinae, que engloba quase todas os pássaros canoros (canto melodioso) mais conhecidos. Embora seja a espécie mais comum no Brasil, parece-se muito com outros canários, tais como o canário-do-Amazonas (Sicalis columbiana), o Tipio (Sicalis luteola) e, principalmente, o canário do Peru (Sicalis lutea). A semelhança entre as espécies é tamanha que existe possibilidade de cruzamentos entre eles com formação de crias férteis (híbridos).

Criação de canários da terra - parasitas e doenças mais comuns

A criação de canários da terra é uma prática prazerosa e antes de tudo rentável. Obviamente, como toda criação de animais, o que irá ditar o sucesso ou não de um criador é a sua capacidade técnica, ou seja, de nada adianta adquirir excelentes matrizes se o criador não as mantêm de maneira adequada, seguindo parâmetros básicos e cuidando de pequenos detalhes. Entre os detalhes mais importantes, que quando ignorados põem a perder todo o sucesso da criação, estão os cuidados veterinários e as principais pragas e doenças que acometem estas aves.

Baiyodo: o que é, como preparar e como usar

O Baiyodo é uma mistura de terra virgem e farelo de arroz, submetida a um processo de fermentação. Chama-se de terra virgem aquela que se encontra na mata. Não havendo facilidade de encontrar terra virgem, escolhe-se terra que não tenha sido utilizada para fins agrícolas e que não esteja contaminada por nenhum insumo químico, matéria orgânica, patógenos, pragas e nematoides, afirma Kunio Nagai, professor do Curso a Distância CPT Agricultura Natural, em Livro+DVD e Curso Online. Na prática, pode-se utilizar terra de subsolo.

Principais diferenças entre as variedades de banana

A banana é uma fruta de origem asiática, cujo cultivo remonta a antiguidade. A fruta foi trazida pelos colonizadores portugueses ao Brasil e, com o passar dos anos, seu cultivo disseminou-se por todo território nacional, principalmente pelas condições climáticas favoráveis. As mais comuns são a banana-prata, a banana-nanica, a banana-maçã, a banana-ouro e a banana-da-terra.

Culinária - receitas com banana

A banana é uma pseudobaga da bananeira, uma planta herbácea que produz as chamadas falsas bananas. Essa fruta é o quarto produto alimentar mais produzido no mundo, após arroz, trigo e milho. São cultivadas em 130 países. Originárias do sudeste da Ásia (com exceção da banana-da-terra, que é nativa do Brasil), são atualmente cultivadas em praticamente todas as regiões tropicais do planeta. As bananas possuem uma polpa macia e doce que podem ser consumidas cruas. No entanto, existem variedades de cultivo, de polpa mais rija e de casca mais firme e verde, como a banana-da-terra, que podem ser consumidas cozidas, assadas ou fritas.

Abelhas sem ferrão: Jataí-da-Terra (Paratrigona subnuda)

A Paratrigona subnuda é popularmente conhecida como Jataí-da-Terra ou Mirim-sem-Brilho. É uma espécie muito mansa, de fácil manejo, frequentemente encontrada nas flores. Constrói seu ninho subterrâneo, ocupando panelas abandonadas de saúvas, cujos ninhos foram destruídos. Para localizar o ninho no solo, é preciso cavar cuidadosamente seguindo o tubo de entrada. As rainhas virgens andam livremente pela colmeia, sendo encontradas ocasionalmente em repouso nos potes de alimento vazios.

Fique por dentro das novidades!