WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

"produzir-grama"

Gramas e gramados - você conhece as espécies mais comercializadas no Brasil?

Item presente nas mais diversas paisagens espalhadas por todo o mundo, as gramíneas fazem parte da decoração dos mais belos lugares. Para muitos, o gramado é agradável composição para uma decoração, seja ela doméstica ou não, se veiculando às flores, às árvores e aos arbustos, compondo, enfim, uma espécie de pano de fundo que integra o conjunto. De fato, as cores das flores parecem mais vivas quando circundadas pelo verde de um gramado, que também tem a propriedade de ?clarear? e abrandar os espaços entre as árvores e arbustos de um jardim. Outros imaginam o gramado como uma sala de visitas ao ar livre, um lugar para as brincadeiras das crianças, piqueniques da família, banhos de sol, leitura e até como um tapete macio, para gostosos cochilos à sombra de uma árvore, além do seu uso para a prática dos mais variados tipos de esportes. O que poucos sabem, no entanto, é que as gramas, muitas das espécies utilizadas atualmente nos gramados, se desenvolveram em pradarias e pastagens, onde até muito pouco tempo eram pisoteadas e serviam de alimento para as ovelhas e o gado.

Como cultivar grama e implantar gramados

Existem várias maneiras diferentes de se implantar um gramado. Os três métodos que têm se mostrado mais práticos e que apresentam melhores resultados são: através de sementes, a partir de placas ou tapetes, e por intermédio de "plugs". Porém, para cultivar grama de forma eficiente, para que haja um bom desenvolvimento dos gramados, é necessário que haja circulação de ar nos solos, água suficiente, mas não exagerada, e suplementação de nutrientes. Sendo assim, o solo ideal para os gramados é o areno-argiloso, convenientemente suprido de nutrientes. Então, vale a pena, antes de qualquer iniciativa, fazer uma análise cuidadosa do solo. O esforço despendido no bom preparo do solo, será compensado por um gramado que permanecerá bonito e saudável por anos a fio. E isto vale para qualquer tipo, seja ele plantado a partir de sementes, mudas, placas ou tapetes de grama. Para a realização da análise do solo, por sua vez, deve-se retirar amostras do terreno onde o gramado será implantado, pelo menos três a seis meses antes do plantio. A amostra do solo é levada até um laboratório de análise química, que indicará a necessidade de calagem e os teores de nutrientes do terreno. Caso seja necessário, faz-se a correção do solo de acordo com as indicações da análise. Observe a planilha abaixo:

Em que altura devo cortar a grama?

Muitas pessoas não sabem que um gramado aparado, à altura certa e no momento adequado, torna-se muito mais resistente a ervas daninhas, doenças e pragas. A frequência com que o gramado necessita ser aparado depende de alguns fatores: tipo de grama, época do ano, regime de regas e adubação. A razão é que cada tipo de grama tem uma característica própria de crescimento, com intensidades diferentes, em cada época do ano. A prática comprova que, quanto mais se fertiliza e rega um gramado, mais frequentemente ele precisará ser aparado.

Manutenção de gramados esportivos: campo de futebol e campo de golfe

Com o Brasil sediando a Copa do Mundo, e com inúmeros estádios sendo construídos para receberem os jogadores de todo o mundo, saber manejar adequadamente os gramados onde ocorrerão as partidas de futebol é fator decisivo para os resultados dos jogos. Quando um jogador se prepara para bater um escanteio, ou um pênalti, por exemplo, muito está em jogo. Por isso, o nivelamento do gramado deverá estar perfeito, sem imperfeições e reentrâncias. Enfim, o caimento superficial do gramado deve estar dentro dos padrões de qualidade, para que a bola de futebol deslize suavemente rumo ao gol.

Gramas e gramados - como fazer o controle de plantas daninhas

As plantas daninhas, como o Capim-pé-de-galinha, o Capim marmelada e o Capim braquiária, quando crescem, interferem no desenvolvimento da grama, causando prejuízos na produção, competindo com a cultura por água, luz e nutrientes, exercendo, em certas vezes, inibição química. Alguns estudos mostram que 20 a 30% da produção nacional de grama se perde por causa do ataque de plantas daninhas, além de elas serem hospedeiras de pragas e doenças. As práticas mais difundidas para o controle das plantas daninhas são: o arranquio, a capina, a roçada e, por fim, o controle químico.

Por que o meu cão come grama?

Existem vários motivos para seu cão comer grama. Trata-se de um comportamento conhecido como alotriofagia, também comum em seres humanos (comer tijolo). Nos cães, os motivos são tédio/ansiedade, perturbação do estômago, deficiência nutricional ou instinto. Cada caso deve ser analisado minuciosamente para que medidas adequadas sejam tomadas.

5 orientações de especialistas para irrigação de gramados

Um dos principais aspectos do manejo de gramados é sua alta exigência em água. Além de o sistema radicular ser quase que superficial, a grama apresenta grande área exposta diretamente ao sol, o que aumenta a evapotranspiração. Por isso, deve-se evitar o déficit hídrico severo da planta com a ajuda da irrigação.

Produção de gramas e implantação de gramados

Muitos produtores de culturas tradicionais já estão substituindo estas culturas pelo plantio de grama que apresenta um mercado garantido e maior rentabilidade. Há séculos, o homem vem selecionando gramíneas nativas para formação do tapete verde chamado gramado, sempre procurando espécies resistentes ao pisoteio e com considerável capacidade de regeneração.

Só lindas flores não basta: jardim tem de ter gramado!

O gramado é muito mais que um elemento de composição da paisagem, pois possui uma função que vai além do aspecto estético. “Ao nos depararmos com um belo gramado complementando a área verde de um jardim, temos a certeza de que aquele é um lugar de repouso, de prazer e também de recreação e lazer”, afirma Eduardo Elias Silva dos Santos, professor do Curso a Distância CPT Treinamento de Jardineiro.

Leite: 10 recomendações para produzir leite de qualidade

Produzir leite com qualidade requer atenção a detalhes, que podem passar despercebidos, mas que influem no produto final. A seguir, é apresentada uma lista de atividades que devem ser observadas como rotina. A lista poderá ser usada para conferir se os procedimentos recomendados estão sendo seguidos ou para implementar ações onde elas não estejam sendo contempladas.

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!