Resultados da busca para "producao-de-kiwi-em-santa-catarina"

Conheça alguns benefícios do Kiwi

Os professores do Curso a Distância CPT Produção de Quivi (Kiwi), Gervásio Silvestrin e Ênio Schuck, destacam que o Kiwi é uma fruta saborosa e exótica passou a ter um amplo potencial de mercado. O destino principal da fruta de quivi é o consumo in natura, mas com o passar dos anos novas técnicas de aproveitamento foram desenvolvidas, destacando-se conserva enlatada, sucos, polpa seca (passas), iogurtes, sorvetes, sobremesas, geleias, vinhos, doces e amaciante de carnes.

Como cultivar quivi (kiwi) - produção de mudas, plantio, condução, irrigação e colheita

O quivi (kiwi) é uma planta trepadeira, originária do Sul da China, que apresenta raízes carnosas, muito ramificadas e com tendência a distribuir-se no substrato superior do solo. Seu caule é flexível, daí a necessidade de tutoramento durante o cultivo. Os frutos das cultivares mais comuns no Brasil são ovais, com o tamanho aproximado de um ovo de galinha. Sua casca é fibrosa, embaçada e pilosa, com a cor castanho esverdeada. Já a sua polpa possui um tom verde brilhante, contendo fileiras com pequenas sementes negras comestíveis.

Receitas de bacalhoada para a Semana Santa

O autêntico bacalhau tem origem norueguesa. Entretanto, o hábito brasileiro de saborear uma saborosa bacalhoada é herança da colonização portuguesa. No início do século XIX, o consumo deste pescado foi mais difundido entre a população. Foi neste período que o Brasil começou a importar o produto da Noruega. Atualmente, com muitas opções de preparo, a bacalhoada é servida em muitos lares na Sexta-Feira Santa ou no Domingo de Páscoa, pois muitos se abstêm da carne vermelha, em respeito à morte e ressurreição de Cristo. No entanto, por ser um pescado com alto custo no mercado, mostraremos a você, além da tradicional bacalhoada, outras receitas mais acessíveis à maioria das pessoas, como a Falsa Bacalhoada e a Bacalhoada Vegetariana.

Gastronomia do Sul é influenciada por diferentes colonizações

A região Sul é formada pelos estados do Rio Grande do sul, Santa Catarina e Paraná, possuindo variados pratos típicos. O encontro de diferentes colonizações resultou em um cardápio rico e variado. As terras novas dos estados do Paraná e de Santa Catarina mostram hábitos, costumes e tradições populares desordenadas e criativas na sua cozinha

Kiwi: rico em vitamina C

Fruto típico de locais de clima temperado ou subtropical de montanha, o quiuí, ou kiwi, pertence ao gênero Actinidia e é originário do sul da China. As variedades mais amplamente comercializadas são produzidas por diversos cultivares da espécie Actinidea deliciosa e Actinidea chinensis. É o fruto comercial com maior fonte de vitamina C já identificado. Além disso, é muito rico em alguns oligoelementos, como o magnésio, o potássio e o ferro.

Santa Inês, ovinos com excelente aptidão para a carne

Os ovinos Santa Inês são desprovidos de lã (deslanados), de grande porte, mochos (sem chifres) e com quatro tipos de pelagem ( branca, chitada, vermelha e preta). Os machos adultos pesam de 80 a 100 kg, já as fêmeas adultas pesam de 60 a 70 kg. São animais de excelente aptidão para carne e pele, mas requerem cuidados por serem exigentes quanto à alimentação (adapta-se a ambientes com bons recursos forrageiros), já que necessitam de boa pastagem ou complemento.

Receita para a Sexta-feira Santa? Bacalhau com catupiri na moranga!

Quer um motivo mais que especial para preparar aquela receita de dar água na boca? Pois bem, chegou! Nesta Sexta-feira Santa, brilhe na cozinha e sirva para seus familiares e amigos o tão esperado bacalhau. Detalhe: apresentado a todos dentro da moranga com muuuuuitooooo catupiri. Gostou? Então, bora lá!

Receitas com o fruto kiwi

O fruto quiuí, quivi ou kiwi, além de ser uma fonte de vitamina C, tem um delicioso sabor cítrico adocicado. Essa característica exótica enriquece a cada dia não só a nossa culinária como a culinária mundial. Desde pratos salgados a coquetéis, essa fruta vem conquistando o paladar das pessoas mais exigentes. Além disso, para cada 100 g do fruto, temos apenas 62 kcal; gordura total 0 g; colesterol 0 g; hidratos de carbono 13 g; fibra dietética 3,3 g; açúcares 12 g; proteínas 1,3 g; vitamina E 4 mg; vitamina C 107 mg; cálcio 36 mg. Ou seja, é o fruto comercializado mais rico em nutrientes. E o melhor, é uma delícia!

Cultivo de Gladíolos ou Palmas-de-Santa-Rita

O gladíolo, comumente conhecido como Palma-de-Santa-Rita ou palma holandesa, é uma planta originária de clima tropical, sendo que, das 150 espécies existentes, 100 são nativas da África do Sul e Equatorial. As variedades atuais diferem muito das espécies nativas em virtude dos trabalhos de melhoramento realizados, por longo tempo, principalmente na Europa. É uma planta da família das Iridáceae, gênero Gladiolus. As primeiras referências sobre a espécie datam do ano 50 A. C. Com a expansão do comércio de flores no Brasil, o gladíolo tornou-se uma cultura de grande importância, levando vantagem sobre as outras, como rosas e crisântemos, devido ao ciclo curto, fácil cultivo, baixo custo de implantação e rápido retorno, além da produção comercial de bulbos e flores para consumo interno e exportação.

Festas juninas - o que servir de comida?

Nas Festas Juninas, o milho é o anfitrião do cardápio. São muitas as guloseimas servidas para comemorar o dia São Pedro, Santo Antônio e São João. Se você está pensando em surpreender seus amigos e familiares com comidas típicas desta festa e não sabe por onde começar, conheça as sugestões abaixo e mãos à obra!

Atendimento Online
Quer Facilidade