Resultados da busca para "producao-de-abobora-irrigada"

Fruticultura irrigada - sistema de gotejamento permite plantar frutas no sertão nordestino

A fruticultura irrigada tem se mostrado como a atividade agrícola que mais se expande nos últimos anos. É crescente a demanda interna e externa por frutas, principalmente as do tipo exportação e a adoção da técnica de irrigação por gotejamento no sertão nordestino, região semiárida, considerada adversa ao desenvolvimento de lavouras, tem tornado um sonho, antes considerado impossível, um fato real. Quando bem implantada, a irrigação por gotejamento viabiliza a produção agrícola e possibilita a obtenção de frutas de melhor qualidade, até mesmo na época da entressafra. Sem ela, seria impossível aos agricultores vencerem as condições climáticas da região nordeste, muitas vezes agravadas pela estiagem prolongada.

Irrigação: uma técnica que traz muitos benefícios ao meio rural

A irrigação deve ser considerada como parte de um conjunto de técnicas utilizadas para garantir a produção econômica de uma determinada cultura, com adequados manejos dos recursos naturais, devendo ser levado em conta os aspectos de sistemas de plantios, de possibilidades de rotação de culturas, de proteção dos solos com culturas de cobertura, de fertilidade do solo, de manejo integrado de pragas e doenças, mecanização, dentre outros., perseguindo-se a produção integrada e a melhor inserção nos mercados.

Fruticultura irrigada permite obter frutos de qualidade em todas as regiões e na entressafra

Devido à crescente procura de frutas in natura nos últimos tempos, cresce, também, a preocupação dos produtores em apresentar ao público consumidor um produto de excelente qualidade. Para que isto seja possível, é necessário que os fruticultores façam um correto manejo da plantação e um dos itens de maior importância para a obtenção de frutos saudáveis, apetitosos e de boa aparência física é a irrigação. Por meio da irrigação é possível viabilizar a produção agrícola em regiões áridas, semiáridas ou com distribuição irregular de chuva, possibilitando a obtenção de frutas de melhor qualidade até mesmo na época da entressafra.

Como irrigar com autopropelido?

O autopropelido é um equipamento que realiza irrigação por aspersão e que se adapta bem à maioria das culturas. Pode ser utilizado, também, para a fertirrigação com vinhoto e dejetos de animais, diluídos em água. "Realiza a irrigação por meio do deslocamento promovido pela própria energia hidráulica da água que aciona uma turbina (alguns modelos utilizam um sistema de pistão hidráulico acionado pela água) que é responsável pelo deslocamento do equipamento", afirma Carlos Henrique Ramalho Ferenc, professor do Curso a Distância CPT Projeto de Irrigação por Aspersão, em Livro+DVD e Curso Online. Assim, podemos dizer que a mangueira de polietileno de média ou de alta densidade (PEMD, PEAD) corresponde à linha lateral do equipamento e cada passada corresponde a uma faixa irrigada no terreno.

Por que os aspersores são tão importantes para um projeto de irrigação?

Por que os aspersores são tão importantes para a irrigação? Simplesmente porque os aspersores são os responsáveis por fazer a distribuição da água na área que será irrigada. "No mercado, existem muitas opções no que se refere a fabricantes e modelos", afirma Carlos Henrique Ramalho Ferenc, professor do Curso a Distância CPT Projeto de Irrigação por Aspersão, em Livro+DVD e Curso Online.

A irrigação por aspersão convencional

A água é vital para o desenvolvimento das plantas. A forma de garantir que a água chegue a essas plantas é a irrigação. Dentre as várias formas de irrigação, está a irrigação por aspersão convencional. Através de um ou mais jatos de água, com pequenas gotas de água que formam uma chuva inicial e caem no solo, temos a irrigação por aspersão.

Conheça os sistemas de irrigação por aspersão convencional

Implantar um sistema de irrigação requer uma série de cuidados, com o objetivo de aumentar a produção qualitativa e quantitativamente. Ao aumentar a quantidade e a qualidade dos produtos, o agricultor certamente aumentará o faturamento do negócio. Na verdade, um bom sistema de irrigação por aspersão é uma excelente ferramenta.

Importância da qualidade da água para irrigação

A qualidade da água para irrigação é um dos principais fatores a serem considerados na elaboração de um projeto de irrigação. Como a água será aplicada no solo por emissores, através de seus orifícios muito pequenos (diâmetros muitas vezes da ordem de mícrons), o sistema torna muito susceptível a entupimentos, caso medidas adequadas não sejam tomadas. São elas: o conhecimento das características da água de irrigação e a instalação de sistemas de separação de impurezas.

Aspersores de irrigação: saiba tudo sobre eles

Os aspersores são um dos principais componentes de um sistema de irrigação por aspersão. Eles operam sob pressão e fazem o lançamento do jato de água no ar, o qual é fracionado em gotas, caindo sobre a área em forma de chuva artificial. "Existem vários tipos de aspersores, sendo os rotativos os mais utilizados em irrigação, e referem-se àqueles que, ao mesmo tempo em que lançam o jato d’água no ar, executam um giro em torno de sua haste de sustentação", afirma Carlos Henrique Ramalho Ferenc, professor do Curso a Distância CPT Projeto de Irrigação por Aspersão, em Livro+DVD e Curso Online.

Pesquisas de pastagem no Brasil

No passado alguns trabalhos que compararam a produção da pastagem irrigada e não irrigada, nas estações de outono-inverno, chegaram à conclusão de que era inviável economicamente irrigar pastagens nesta época porque a baixa intensidade luminosa e as baixas temperaturas ambientes limitavam a resposta da planta forrageira à irrigação, haja vista que, a estacionalidade de produção de forragem não era alterada, e estes resultados levaram os produtores e técnicos a abandonarem o uso da irrigação de pastagens por muito tempo.

Atendimento Online
Quer Facilidade