Resultados da busca para "principio-ativo-da-planta-copaiba"

Regras gerais para a colheita das plantas medicinais

As plantas medicinais, da mesma forma que outras plantas, como as hortaliças apresentam um ponto de colheita ideal, que é o momento de maior concentração de princípios ativos na planta. As substâncias com atividade terapêutica, ou princípios ativos, encontrados nas plantas, geralmente concentram-se em maior quantidade em um determinado órgão. Assim, em algumas plantas os princípios ativos estão em maior concentração nas folhas e hastes, em outras, estão nas flores.

Princípios ativos das plantas medicinais: ações terapêuticas

O propósito principal da farmácia viva é ter sempre ao alcance das mãos as plantas medicinais indicadas para o tratamento de sintomas e doenças mais comuns e de menor gravidade, como gripe e dor de cabeça. Isso nos traz maior segurança no uso das plantas, devido à certeza de estar usando a planta correta e da melhor qualidade do material.

Sistema hidropônico de cultivo de hortaliças e plantas medicinais

O sistema hidropônico de cultivo de hortaliças e plantas medicinais, condimentares e aromáticas, é a melhor alternativa para atender a um público cada vez mais exigente em relação a qualidade das plantas, higiene, ausência de resíduos de agrotóxicos e alto teor de princípios ativos. Nesse sistema, as plantas são cultivadas sem contato com o solo, utilizando apenas solução nutritiva para promover o seu crescimento. Com o uso de água de boa qualidade, as plantas não sofrem contaminação por organismos nocivos à saúde.

Colheita das plantas medicinais: estádio do desenvolvimento, época do ano e hora do dia

A colheita das plantas medicinais varia conforme o órgão da planta que será coletado, seu estádio de desenvolvimento, a época do ano e a hora do dia, caso contrário, seus princípios ativos não serão bem aproveitados, prejudicando a sua função terapêutica. O estádio de desenvolvimento da planta medicinal é muito importante para que se determine o ponto de colheita, principalmente em plantas perenes e anuais de ciclo longo, em que a máxima concentração é atingida após certa idade e/ou fase de desenvolvimento.

Saiba um pouco mais sobre metodologia ativa

Na aprendizagem ativa, o ensino-aprendizagem não ocorre de forma passiva, com os alunos recebendo e anotando informações. Na metodologia ativa, os alunos participam ativamente das atividades, em sala de aula, o que torna a aprendizagem muito mais efetiva. Por meio dela, o professor busca meios, que potencializam a autonomia e a autodeterminação dos alunos.

Produção comercial de Agapanto - propagação, cultivo, tratos culturais e cultivo em vasos

Planta ornamental, apesar de sua rusticidade, o Agapanto é uma nativa da África do Sul. Possui características de clima subtropical e é muito encontrado em jardins do sul e do sudeste por gostar e tolerar climas frios. Para se desenvolver satisfatoriamente, o Agapanto precisa de solo rico em matéria orgânica. O nome Agapanthus, em latim, significa "flor do amor" e chama mesmo a atenção no jardim, por suas hastes florais de quase 1 m de altura. No auge da beleza, que acontece durante a primavera e o verão, o Agapanto apresenta inflorescências globosas, compostas por inúmeras flores azuladas. A planta é perfeita na separação de plantas altas em jardins e também para embelezar paredes exeternas e muros.

Cuidados durante a colheita e pós-colheita das plantas medicinais

A colheita e pós-colheita das plantas medicinais devem ocorrer cuidadosamente, para preservar ao máximo a integridade das partes colhidas, diminuindo, assim, a perda de princípios ativos. Por isso, é muito importante orientar a mão de obra, para que não sejam coletadas plantas doentes, com manchas, terra, poeira, partes deformadas, ou insetos. Isso evita a coleta de material que deverá ser eliminado na fase de beneficiamento, o que exigiria mais mão de obra e mais gastos.

Como utilizar plantas medicinais em chás?

Para aproveitar bem os princípios ativos de uma planta medicinal, é preciso que ela seja preparada corretamente. A forma de preparo e o uso mais adequado de cada planta dependem da parte da planta a ser usada, do tipo de princípio ativo a ser extraído e da doença ou sintoma a ser tratado.

Alimentos hidropônicos, como plantas medicinais e condimentares, podem ser cultivados em diferentes sistemas

Nos últimos anos, tem-se observado um aumento da demanda de plantas medicinais. Hoje, são realizadas muitas pesquisas sobre seus princípios ativos. Há muito usadas pela população, seu efeito medicinal vem sendo comprovado. O aumento da demanda resulta da indicação segura dessas plantas para tratamento de várias doenças, da busca por produtos naturais, sem resíduos prejudiciais à saúde e do baixo custo do tratamento. Ao mesmo tempo, cresce a exigência dos consumidores pela qualidade das mesmas, em termos de higiene, ausência de resíduos de agrotóxicos e alto teor de princípios ativos.

Nutrição de plantas - principais nutrientes e funções

A nutrição mineral de plantas nos fornece informações sobre quais elementos são essenciais às plantas, quais suas funções, como são absorvidos, transportados e redistribuídos. As plantas são compostas por 70 a 90 % de água e o restante é o material seco. No material seco, observa-se que 90% ou mais é formada somente por três elementos: o carbono (C), o hidrogênio (H) e o oxigênio (O). O C vem do ar, o O do ar e da água e o H vem da água. Dessa maneira, observa-se que, na natureza, o solo é responsável por apenas 1% da composição da planta, mas isso não significa que ele é menos importante. Na verdade, todos os elementos que compõem a planta são essenciais.

Atendimento Online
Quer Facilidade