WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Resultados da busca para "pode-crisr-minhoca-de-isopor" ()

Minhocas: saiba mais sobre elas

As minhocas são vermes evoluídos que pertencem ao filo dos Anelídeos. Elas são animais que se caracterizam, em particular, por apresentarem os seus corpos segmentados, tanto interna, quanto externamente. Esses segmentos (somitos) assemelham-se a pequenos anéis, daí o fato de pertencerem ao filo Anélida. São da família Oligochaeta, isto é, apresentam poucas cerdas por segmento, daí o nome Oligo (poucos) e Chaeta (cerdas).

Criação de minhocas pode ser feita em pequenas caixas e com baixo investimento

A minhocultura, ou seja, o cultivo de minhocas em cativeiro, é uma atividade zootécnica que tem como processo básico a vermicompostagem. Esse processo consiste na transformação dos resíduos orgânicos em uma forma mais estabilizada da matéria orgânica, resultante da ação das mesmas e da microflora que vive em seu trato digestivo, produzindo húmus, que é a sua excreção.

Manutenção de jardins: podas de limpeza e formação

Basicamente, um jardim bonito e bem cuidado precisa de dois tipos de podas: as de limpeza e formação. Em todas elas são necessárias algumas ferramentas. A tesoura de poda é a principal delas, podendo ter lâmina curva ou lâmina reta, todas as duas com a mesma função. Servem para podar qualquer tipo de ramo, desde os herbáceos mais grossos, até os lenhosos mais finos. "O melhor corte é obtido com a parte interna das lâminas, nunca como bico da tesoura. Com a parte interna, o corte é feito com maior firmeza", afirma Eduardo Elias Silva dos Santos, professor do Curso a Distância CPT Planejamento, Implantação e Manutenção de Jardins, em Livro+DVD e Curso Online. Com relação à manutenção, o único cuidado é fazer uma boa limpeza após o uso, em seguida aplicar anticorrosivo e óleo de máquina nas juntas.

Café Conilon - tipos de poda e restos de cultura

Após colheitas sucessivas, os ramos produtivos do cafezal reduzem seu vigor, não havendo crescimento compensatório para a manutenção de produtividades satisfatórias, tornando-se necessária a realização de algum tipo de poda para acelerar a eliminação dos ramos pouco produtivos. A poda traz as seguintes vantagens para o cafeeiro:

Por que as minhocas fogem do minhocário?

Você iniciou uma criação de minhocas, investiu pesado na instalação do minhocário, na compra dos equipamentos, nos canteiros e na produção do substrato, mas tem percebido que suas minhocas andam fugindo. Aí vem a pergunta: por que isto acontece? A resposta é simples: porque as condições de criação não estão satisfatórias às minhocas, conforme deveriam. Abaixo, alguns fatores que induzem a fuga das minhocas:

Produção de farinha de minhoca é diferencial na criação de minhocas

Criação de minhocas, Minhocultura, Vermicompostagem ou Vermiestabilização são alguns dos termos empregados para designar o processo no qual utilizamos a minhoca, de maneira controlada, em cativeiro, para processar e estabilizar a matéria orgânica.

Como podar acerola?

A acerola exige alguns tipos de podas. Elas devem ser feitas na planta desde o momento em que ela começa a soltar os ramos. "A poda de formação tem o objetivo de promover a formação da copa com três a quatro galhos mestres, distribuídos simetricamente, os quais formarão a estrutura básica da copa", afirma Dr. Flávio Alencar Araújo Couto, professor do Curso a Distância CPT Produção de Acerola, em Livro+DVD. Quando a planta estiver com 50 a 60 cm acima do nível do solo, faz-se um desponte, a fim de diminuir a dominância apical sobre os ramos principais.

Criação de minhocas para a produção de húmus em pequenas propriedades

Você já ouviu falar em minhocultura ou vermicompostagem? Para aqueles não familiarizados com os termos, aí vai a explicação: minhocultura ou vermicompostagem nada mais é que o processo de reciclagem de resíduos orgânicos por meio de criação de minhocas em minhocários. Trata-se de uma prática politicamente correta, pois oferece importante alternativa para resolver economicamente e ambientalmente os problemas dos dejetos orgânicos, como o lixo domiciliar. Da reciclagem dos resíduos orgânicos, por sua vez, surge o húmus, excelente fertilizante orgânico pra ser usado na lavoura.

Café - podas na lavoura superadensada

As podas nos cafeeiros superadensados parecem ser a maior incógnita entre todos os tratos culturais. Elas têm sido feitas na lavouras adensadas e superadensadas de maneira bastante variada. As podas utilizadas na cafeicultura são o decote e a recepa. No decote, faz-se uma poda alta, em torno de um metro e meio de altura, eliminando-se a parte superior da planta, como mostra a figura abaixo. Esta poda é feita em todas as plantas, logo após a colheita de um ano de grande produção e é recomendada para cafezais que começam a fechar, mas não sofreram maior perda de saia.

Brotos comestíveis - recipientes ideais para a produção

Vários tipos de recipientes podem ser utilizados para a produção de brotos: caixas de madeira (resistente a umidade) com furo num dos cantos, tanque de aço inoxidável, caixa de isopor (com dreno num dos lados), sacos de pano, baldes, tambores, bandejas de isopor, jarros, potes de cerâmica, vidros, cestas de bambu, escorredor de macarrão (de preferência de plástico), etc. Recipientes com uma peça perfurada móvel no fundo, que atuaria como suporte para as sementes, evitando o contato delas com água empoçada, é útil em alguns casos. Também o uso de uma peça perfurada rígida sobre as sementes em um balde (como uma forma de pizza perfurada) serviria de suporte para os pesos.

Fique por dentro das novidades!