Resultados da busca para "pintinhos-cagando-sangue"

Manejo de pintinhos: cama do aviário, recepção das aves, bebedouros, comedouros e galpões

O manejo mais adequado dos pintinhos é aquele que melhor responde às necessidades fisiológicas e de bem-estar das avezinhas, qualquer que seja o seu estádio de maturidade. O manejo em avicultura procura conjugar o trabalho manual mais simples aos mais avançados conhecimentos técnico-científicos. Isso permite a tomada de decisões, geradoras de várias consequências econômicas e administrativas quanto ao empreendimento.

Vacas meio-sangue produzem mais leite? Confira

No Brasil, as raças leiteiras europeias Holandês, Pardo Suíço e Jersey são as mais usadas em cruzamentos para a obtenção de um híbrido meio-sangue excelente para a produção de leite. Essas raças foram selecionadas durante séculos, com o intuito de se atingir alta produção, precocidade e eficiência reprodutiva (as novilhas atingem peso à cobrição com pouco mais de 1,5 ano de vida). Em outras palavras, se as vacas meio-sangue têm uma boa origem genética e com excelente manejo, mantêm a média de produção superior a 15 kg de leite ao dia, com picos de mais de 20 kg ao longo de até 305 dias de lactação, podendo, inclusive, ser manejadas a pasto com baixo nível de suplementação.

Como alimentar frangos corretamente. Confira e aprenda!

Ainda pintinhos, em fase de crescimento, adultos em fase de postura ou adultos em fase de corte, os frangos precisam ser bem e corretamente alimentados todos os dias para que a criação tenha sucesso e gere lucros. Restos de comida, grãos e rações são os produtos mais utilizados para a alimentação dessas aves; no entanto, isso ainda não é o suficiente para garantir a nutrição dos frangos, há de se considerar ainda alguns pontos para que nada falte a eles em cada fase por que passam e bom exemplo disto é fornecer altos níveis de cálcio quando frangos de postura e nível maior de proteína quando frangos destinados à produção de carne.

Cavalo puro sangue Árabe: um sucesso de exportação

Os destinos do cavalo e do homem são inseparáveis. Conhecido e admirado, o cavalo tem sido útil no progresso da humanidade e à nossa evolução. Foi utilizado como meio de conquista, de imigração, de transporte, de trabalho, de veneração e de crença, na mitologia, na fabricação de soro e vacina, no lazer e no esporte.

Abelhas sem ferrão - Tataíra (Oxytrigona tataira tataira)

A abelha Tataíra (Oxytrigona tataira tataira) é uma abelha social, da subfamília dos meliponíneos, pertencente ao grupo das espécies sem ferrão (Meliponinae). É uma espécie agressiva que, ao se sentir ameaçada, segrega um líquido cáustico na vítima. Por isso, é conhecida pelos nomes de Abelha-Caga-fogo, Abelha-de-Fogo, Barra-Fogo, Bota-Fogo, Caga-Fogo e Mija-Fogo. Também é bastante conhecida como |Tataíra. Por ser uma espécie altamente defensiva, sua inclusão em projetos de meliponicultura é inviável.

Zebuínos no Brasil - raça Brahman

A formação do zebuíno da raça Brahman, no Brasil, começou em 1885, quando um puro sangue Guzerá foi comprado e trazido diretamente da Índia. A revolução do Brahman, no entanto, aconteceu em 1924 devido à excelente qualidade dos animais brasileiros, já que eram grandes, musculosos, sólidos indivíduos, embora fossem uma mistura de sangue indiano, com nítida predominância de Guzerá, com alguma evidência de Gir e de Nelore. A consolidação do rebanho Brahman, então, desenvolveu-se em uma franca miscigenação de Nelore com Guzerá e Gir.

Horta - como plantar Capuchinha (Tropaeolum majus)

A capuchinha (Tropaeolum majus), também conhecida popularmente como chagas, flor-do-sangue e agrião-do-méxico, é uma flor comestível quando cultivada sem o uso de agrotóxicos ou produtos químicos. Trata-se de uma planta anual, compacta e muito decorativa. Suas flores são aromáticas, em cores sortidas, variando entre o alaranjado, amarelo, vermelho, rosa e creme. A planta atinge até 30 cm altura, floresce entre 6 a 8 semanas após a germinação, apresentando uma floração excepcionalmente longa. Prefere locais ensolarados. Germina entre 7 e 21 dias. Ideal para floreiras, vasos, jardins e bordaduras de canteiros.

Conheça mais sobre o diabetes Mellitus

Por meio da glicose as células do nosso organismo produzem energia para o desempenho das mais diversas funções. Ao ingerirmos os alimentos, a glicose entra na corrente sanguínea e, em seguida, nas células, com o auxílio de um hormônio produzido pelo pâncreas, a insulina. Se por algum motivo o organismo não fabrica insulina suficiente, ou não responde bem a ela, uma mínima quantia de glicose penetra nas células, o que aumenta o açúcar no sangue. À incapacidade do organismo regular a quantidade de açúcar no sangue chamamos de diabetes.

Pulga - parasita externo causador de desconforto e transmissor de doenças aos cães

As pulgas, nome popular dado aos sifonápteros (Siphonaptera), são uma ordem de insetos sem asas. Parasitas externos, elas se alimentam do sangue de aves e mamíferos, principalmente cães, podendo perfeitamente transmitir perigosas doenças, como o tifo e a peste bubónica aos animais. Sua maior incidência se dá sobre animais de estimação, também chamados de hospedeiros, como o gato, o cachorro, entre outros. Por meio deles, as pulgas garantem sua alimentação e segurança, permanecendo toda a sua vida. Além das incômodas picadas, elas transmitem vermes, parasita hematófagos e podem induzir a processos alérgicos, diminuindo a qualidade de vida dos animais. Devido a sua grande habilidade de saltar, uma pulga é capaz de pular a um metro de distância (200 vezes o próprio tamanho), o que lhe permite passar de um hospedeiro a outro com a maior facilidade. Dependendo da espécie, seu tamanho pode chegar a 5 mm de comprimento. É interessante, então, tanto para donos de canis quanto para os manates de animais, que se saiba tudo sobre as pulgas, como se alimentam, como é o seu ciclo de vida, como evitar as infestações, as principais espécies de maior interesse dos médicos e veterinários e, também, como devem proceder as medidas de controle desse terrível parasita.

Qual o objetivo do Arianismo criado por Hitler?

Arianos em latim significa pureza, ou seja, pureza do sangue ou de uma raça. Hitler acreditava piamente que o povo alemão ou indo-europeu seria esse povo, por essência poderoso, que deveria preparar-se para ser grande, para ser o povo que comandaria o planeta. Essa ideia, naturalmente, era uma ideia de extermínio, afinal, para se constituir uma nação de homens fortes e superiores ter-se-ia de eliminar os mais fracos.

Atendimento Online
Quer Facilidade