WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

#fiqueemcasa Vamos nos unir nessa corrente: só o conhecimento constrói o amanhã!

Resultados da busca para "o-tronco-da-mangueira-esta-saindo-casca" ()

Cascos de cavalos regeneram? Eles voltam a crescer?

Cascos de cavalos regeneram? Eles voltam a crescer? Sim, regeneram! O crescimento do casco acontece porque as células do corpo mucoso proliferam de maneira contínua e vão se queratinizando, de tal maneira, que a córnea vai se renovando sem cessar, por justaposição de novos elementos. “Cada nova camada de córnea que se forma empurra a camada formada antes, determinando o crescimento do casco. Esse crescimento se processa de cima para baixo e é de 8,5 milímetros por mês, no cavalo. No fim de um ano, os talões terão crescido um centímetro mais que a pinça

Vai ferrar cavalos? É sua obrigação conhecer os cascos!

A avaliação do animal antes do casqueamento e ferrageamento é feita sobre os membros e os cascos, mas a ação do profissional de casqueamento e ferrageamento é feita sobre os cascos. “Portanto, conhecê-los bem é fundamental, inclusive sua anatomia interna e externa”, afirma Fábio Furquim Corrêa, professor do Curso a Distância CPT Casqueamento e Ferrageamento de Equinos.

Vacas leiteiras - patologias de casco, mastite e problemas reprodutivos são intensificados no periparto

Entre as doenças que acometem o bovino leiteiro, as patologias de casco estão entre as de maior relevância e isto se deve, principalmente, ao fato de os confinamentos estarem cada vez mais intensificados. Mas estes não são os únicos problemas observados pelo produtor, observa-se juntamente com os problemas reprodutivos, a presença de mastite, constituindo assim as três principais causas de descarte de vacas leiteiras nas fazendas leiteiras. Sendo assim, para evitar transtornos maiores e prejuízos, devido a doenças antes e pós-partos, os produtores devem ficar atentos e manter condições mínimas nutricionais, de manejo, de limpeza e de espaçamento nos currais.

Tire sua dúvida: Por que os cascos dos cavalos se desgastam?

O gasto do casco ocorre por causa do atrito da parede ou muralha com o solo. Esse desgaste acontece no bordo plantar da parede, ou seja, na beirada do casco. Isso se dá, principalmente, quando não há proteção por ferraduras nos pés dos cavalos.

Vai inseminar vacas? Atenção especial ao tronco de contenção!

O tronco de contenção é a estrutura usada para imobilizar o animal, por meio de compressão e limitação dos seus movimentos, afirma Dr. Luis Fonseca Matos, professor do Curso a Distância CPT Inseminação Artificial em Bovinos - Convencional e em Tempo Fixo. Também chamado de brete de contenção, é utilizado para conter os animais individualmente, para trabalhos que requerem sua imobilização. Esse tronco é fabricado por empresas especializadas, devendo ser fixados ao solo em laje de concreto, logo após o tronco coletivo.

Sujeira e umidade: os grandes inimigos dos cascos dos cavalos

A avaliação dos cascos, em busca de problemas, deve ser uma atividade constante de quem maneja equinos e um fator importante a considerar é que animais mantidos em baias exigem cuidados especiais quanto aos seus cascos. “A sujeira normalmente acumulada nas baias e a presença de umidade excessiva são grandes inimigos da saúde dos cascos”, afirma Fábio Furquim Corrêa, professor do Curso a Distância CPT Casqueamento e Ferrageamento de Equinos.

Cuidados na escolha e na colocação de ferraduras

A ferradura modifica as condições mecânicas da região, aumenta a tração dos pés e protege os cascos de rachaduras, corrige defeitos de conformação do casco, as irregularidades da marcha e auxilia no tratamento de inúmeras enfermidades do casco. Para muitas doenças, a ferradura é o único recurso de cura. Ela serve de proteção para o casco e evita o desgaste em excesso

Anatomia dos cascos de cavalos

Quem cria cavalos não imagina o quanto esse animal é complexo. Na anatomia dos equinos, por exemplo, cada parte do seu corpo é importante e possui uma função específica. Algumas partes desempenham função ainda mais importante, por poder interferir no animal por completo, caso apresentem problemas, como é o caso dos cascos.

Ferrageamento de cavalos

A utilização de ferraduras evita a inutilização temporária dos equinos, em consequência do desgaste do casco. Um cavalo desferrado, para compensar o desgaste de seus cascos, em um dia de trabalho, terá que descansar por, no mínimo, dois dias, dependendo das condições do solo. Além disso, o uso de ferraduras modifica as condições mecânicas da região dos pés, diminuindo o espaço de sustentação do corpo na estação e aumentando a velocidade das alavancas durante a marcha.

Inseminação artificial em bovinos - seringa, tronco de contenção e sala de apoio

A seringa é uma estrutura que normalmente é composta de várias réguas de madeira, fixadas em angulação variável com o tamanho do próprio curral de manejo de bovinos. Em outras palavras, a seringa é o local de afunilamento da cerca, em um dos cantos do curral de manejo, para fazer o gado entrar mais rapidamente. Essa estrutura conduz bois e vacas ao tronco coletivo ou ao embarcadouro. Entretanto, deve apresentar a área na forma de um trapézio, com um dos lados retos, ou semicircular, ou ainda se apresentar como ¾ de círculo, evitando, com isso, que os bovinos se comprimam para entrar no tronco.

Fique por dentro das novidades!