WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Resultados da busca para "nomes-de-animais-com-marfim" ()

Abatedouro de animais silvestres - as condições e o estado sanitário dos animais

As condições e o estado sanitário dos animais silvestres a serem abatidos devem ser inspecionados diariamente. Um dos motivos é não deixar que os animais padeçam e sofram o que caracteriza extrema crueldade para com os mesmos e o outro motivo é para que o produto comercializado, após o abate, chegue ao mercado consumidor com a máxima qualidade possível.

Abatedouro de animais silvestres - higienização das instalações e equipamentos

Todos nós sabemos da importância dos alimentos em nossas vidas. São deles que o nosso corpo obtém as vitaminas, sais minerais, as gorduras, os nutrientes, os carboidratos e parte da água necessária para manter o corpo saudável. No entanto, não se pode ignorar que os alimentos, mesmo quando se tratar do consumo de animais silvestres, podem nos causar grandes transtornos quando manipulados de forma inadequada, transmitindo-nos uma infinidade de doenças. Se cuidados básicos não forem tomados durante o abate desses animais, eles sofrerão contaminações, seja por meio das instalações, seja por meio dos equipamentos utilizados durante o abate, no armazenamento, entre outros. Sendo assim, faz-se necessário que se tome todas as precauções possíveis no que diz respeito aos seguintes quesitos:

Abatedouro de animais silvestres - critérios para as instalações do matadouro

Quanto às instalações necessárias, o matadouro de animais silvestres e suas áreas devem ser projetados de forma a minimizar a contaminação, facilitar as operações de higienização e permitir limpeza fácil e eficaz. Para alcançar esses objetivos, deve-se dar atenção ao projeto estrutural, de ventilação e sanitário.

Sua imagem: a chave do sucesso pessoal

Seja honesto; Não minta; Pague suas dívidas; Seja asseado; Vista-se bem; Estude; Seja gentil e educado com os seus semelhantes; Honre seus compromissos e o nome da sua família; Não engane; Todos esses valores, num passado não muito remoto, eram passados de pais para filhos. Eram exigências que cuidavam e garantiam a boa imagem de um grupo de pessoas ou famílias. O nome que se dá a isto é Marketing Pessoal. No entanto, naquela época, a denominação dada à estes valores era apenas ?Nome?. Havia grande preocupação em se zelar pelo ?nome? da família. Os pais diziam sempre que era preciso fazer o seu nome ou preservar o nome. Isto não era só questão de aparência, mas de brio, orgulho e honra. As pessoas tinham orgulho do seu trabalho, do nome da sua família, e tudo isto era conseguido à força de muita luta que envolvia desde a educação dos filhos até a aparência pessoal. Mantendo limpos sua imagem e seu nome, portas se abriam sem a menor dificuldade. Ainda hoje, ao contrário do que se pensa, esses mesmos valores continuam os mesmos, porém renovados pela modernidade. Eles nos são cobrados a todo momento. Estão implícitos na sociedade e se não seguirmos as regras impostas por ela, nossa imagem é maculada. Temos de ter, cada vez mais, a preocupação de mantê-la limpa e livre de qualquer fator desagradável para que possamos vender nossas ideias e a nossa imagem.Aquele que se preza, busca se apresentar bem e procura sempre o autodesenvolvimento, pois sabe, que assim, procedendo, as portas da vida e do sucesso se abrem mais facilmente. Segundo os especialistas, ?marketing é o planejamento e a execução de todos os aspectos e atividades, produto ou serviço, em função do consumidor, visando sempre, lucros contínuos e a longo prazo.? Esta é uma definição clássica; mas e quanto ao marketing pessoal? Marketing Pessoal retrata todas as características que fazem com que um indivíduo se apresente bem, de forma idônea, perante a comunidade na qual está inserido. Antigamente, os valores, isto é, o patrimônio, se concentravam nas terras; era rico quem tinha mais terra; mais tarde, era rico quem tinha mais imóveis; hoje, é mais rico quem tem mais conhecimento.

Abatedouro de animais silvestres - correta operação evita crueldades e perdas financeiras

O abatedouro de animais silvestres, operando de acordo com todas as exigências legislativas, leva em consideração a adoção das melhores técnicas nos matadouros. Entre essas técnicas, a mais importante é sempre manter o bem-estar animal, seguida da higiene e segurança no trabalho, e as implicações na qualidade do produto final. Desta forma, nos abatedouros de animais silvestres devem ser introduzidos procedimentos e normas a todos os operadores e operações envolvidos, de modo a evitar ?crueldades? desnecessárias e perdas financeiras, associadas ao deficiente manejo e deficiente uso de equipamentos.

Abate humanitário de animais - prática que diminui a dor e o estresse animal no pré-morte

Visando o menor grau de sofrimento possível, o abate humanitário de animais tem como objetivo realizar todas as práticas de manejo, desde o embarque nas propriedades rurais até a sua morte em frigoríferos ou abatedouros, dentro de um padrão de ética e de muito respeito para com os mesmos. Neste sentido, faz parte da ideologia humanitária de abate garantir todo o bem-estar possível no pré-abate, além de garantir que os animais estejam devidamente desestressados e inconscientes no momento da sangria. A insensibilização, portanto, dentre as outras etapas do processo de abate, é considerada a operação mais crítica e deve perdurar até o final da sangria.

Voe alto com a criação comercial de pássaros

A comercialização legal e ilegal de animais, especialmente as aves, é o terceiro mercado mais lucrativo do mundo. No Brasil, a criação comercial cresce vertiginosamente. No final do ano passado, o governo brasileiro, através de seu órgão ambiental ? IBAMA - publicou as portarias 117 e 118 que regulamentam a criação e comercialização de animais da fauna brasileira no país. Essa medida foi um grande passo rumo à regulamentação do mercado ilegal de animais silvestres. Ela marcou uma mudança radical na política do IBAMA que agora apoia e estimula a criação comercial de animais silvestres, sendo considerada, por muitos, a medida mais eficiente tomada para efetiva redução do tráfico ilegal de animais.

Pet shop: como cuidar bem do seu animal de estimação

Animais de estimação são companhias cada vez mais adotadas para amenizar a solidão do homem. Por se tornarem seus melhores amigos, são tratados com toda a atenção devida para terem uma vida saudável e feliz. Dessa maneira, o segmento para cuidados com esses animais vem se expandindo e dominando grande parte do mercado. Esse serviço especializado é encontrado nos pet shops. Estes são lojas voltadas exclusivamente para atender às necessidades dos animais, oferecendo produtos e serviços específicos para eles.

Pulga - parasita externo causador de desconforto e transmissor de doenças aos cães

As pulgas, nome popular dado aos sifonápteros (Siphonaptera), são uma ordem de insetos sem asas. Parasitas externos, elas se alimentam do sangue de aves e mamíferos, principalmente cães, podendo perfeitamente transmitir perigosas doenças, como o tifo e a peste bubónica aos animais. Sua maior incidência se dá sobre animais de estimação, também chamados de hospedeiros, como o gato, o cachorro, entre outros. Por meio deles, as pulgas garantem sua alimentação e segurança, permanecendo toda a sua vida. Além das incômodas picadas, elas transmitem vermes, parasita hematófagos e podem induzir a processos alérgicos, diminuindo a qualidade de vida dos animais. Devido a sua grande habilidade de saltar, uma pulga é capaz de pular a um metro de distância (200 vezes o próprio tamanho), o que lhe permite passar de um hospedeiro a outro com a maior facilidade. Dependendo da espécie, seu tamanho pode chegar a 5 mm de comprimento. É interessante, então, tanto para donos de canis quanto para os manates de animais, que se saiba tudo sobre as pulgas, como se alimentam, como é o seu ciclo de vida, como evitar as infestações, as principais espécies de maior interesse dos médicos e veterinários e, também, como devem proceder as medidas de controle desse terrível parasita.

Vermifugação e vacinação de bois em confinamentos

Previamente ao fechamento dos animais no confinamento, o produtor deve atentar para alguns cuidados de ordem sanitária, muito importantes a serem tomados. Primeiramente, a vermifugação constitui uma ação fundamental na entrada dos animais no confinamento, ou até mesmo alguns dias antes, de preferência, em conjunto com algum manejo (na pesagem, ao fechar os animais, na identificação etc.).

Fique por dentro das novidades!