WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

"medicamentos-veterinarios"

Medicação em idosos: previna-se e não cometa erros

Os pacientes idosos usam, em média, três a quatro tipos diferentes de medicamentos ao dia, em horários diversos. Sabe-se que, quanto maior o número de medicamentos utilizados, maior a chance de erros na sua administração, seja na dose, no horário, no tipo de medicamento ou na forma de administração. Isso pode acontecer tanto por parte do idoso, na autoadministração da medicação, quanto por parte do cuidador, que pode estar sobrecarregado com outras tarefas.

O idoso e os cuidados com a medicação

Com o envelhecimento, o número de doenças, principalmente as crônicas, tendem a aumentar, levando, assim, ao consumo de grande variedade e quantidade de medicamentos. Quando os medicamentos são administrados corretamente, ajudam no prolongamento de vida dos idosos, dão mais qualidade de vida, melhoram a condição de saúde, auxiliam na otimização do tratamento, além de evitar o consumo de remédios fora de validade.

Por que manipular medicamentos, quais são as vantagens?

A manipulação artesanal proporciona vários benefícios ao paciente, um deles é a possibilidade de ajustar a dose do medicamento ao quadro apresentado (pode demandar uma quantidade maior ou menor) ou à característica do indivíduo (pacientes com insuficiência renal devem ter as doses dos medicamentos ajustados). Nesse caso, podemos citar os pacientes idosos que necessitam de maiores cuidados no momento da administração de determinados medicamentos.

Como ministrar medicamentos em bovinos?

Dentre as boas práticas de manejo de bovinos, a ministração de medicamentos é uma das principais. Os métodos a serem adotados dependem de inúmeros fatores, como a via de aplicação, a rapidez da aplicação, além da natureza e da quantidade da droga. Sem falar que o responsável pela aplicação deve saber como ministrar o medicamento, bem como armazená-lo da forma correta.

Estabelecimentos farmacêuticos: por que vale a pena investir em medicamentos?

O Brasil, quinto maior país do mundo em extensão territorial e em população, no que diz respeito ao consumo de medicamentos e produtos correlatos, ainda não está entre os cinco maiores consumidores mundiais, o que faz valer a pena investir em estabelecimentos farmacêuticos, como drogarias, farmácias e drugstore

Vai manipular medicamentos? Aprimore seu relacionamento interpessoal!

O trabalho de manipulação de medicamentos, geralmente, é feito por uma equipe de profissionais. Apesar de cada um ter a sua função específica, é preciso haver uma grande integração entre os membros da equipe, uma vez que existe um fluxo de trabalho aplicável a todas as etapas da manipulação. “Claro que tudo depende muito do porte da farmácia, da sua capacidade de manipulação, ou da demanda por produtos manipulados”, afirma Adriane Franco, professora do Curso a Distância CPT Capacitação de Manipulador de Medicamentos, em Livro+DVD e Curso Online.

Aprenda como dar medicamentos a seu cão

Os cuidados com o cão começam assim que ele nasce, com a primeira vermifugação do filhote, aos 60 dias de vida, e a primeira imunização aos 45 dias de vida. Posteriormente, são ministradas outras doses (inclusive anuais) para que o cachorro se torne resistente a doenças. Ainda assim, por uma série de fatores, o cão pode adoecer e necessitar de medicamentos via oral.

Medicamentos anestésicos em Medicina Veterinária: Importância do cálculo de concentração e dose

A medicação pré-anestésica é fundamental para que a cirurgia ocorra de forma segura para o paciente e para o médico que está realizando o procedimento, no entanto, para que seja alcançado esse objetivo, é primordial que o médico veterinário tenha conhecimentos sobre dosagem, concentração, dose e reconstituição dos fármacos.

O idoso e as interações medicamentosas

É importante ressaltar que, durante a automedicação feita pelo idoso, interações não previstas e monitoradas pelo médico podem ocorrer, de forma que se deve evitar, ao máximo, essa prática. Um idoso que utiliza Ácido Acetilsalicílico (AAS) 100 mg, por exemplo, tem que ter cuidado redobrado ao tomar anti-inflamatórios (medicamentos, frequentemente, utilizados por automedicação para alívio de dores), uma vez que esse uso pode aumentar o risco de sangramentos gastrintestinais.

Medicamentos homeopáticos curam diarreia em cabritinhos?

Você anda tendo problemas com seus cabritinhos e tem dúvidas sobre a viabilidade de tratá-los com medicamentos homeopáticos? Pois saiba que sim, os homeopáticos são eficazes contra a diarreia. “A homeopatia começa a ganhar cada vez mais espaço no tratamento veterinário, porque os medicamentos com propriedades naturais vêm alcançando ótimos resultados entre os usuários”, afirma Maria do Carmo Arenales, professora do Curso a Distância CPT Sistema Orgânico de Criação de Cabras, em Livro+DVD e Curso Online.

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!