Resultados da busca para "mata-dos-cocais-biomas"

Biomas do Brasil - Mata dos Pinhais ou Mata de Araucárias

A Mata dos Pinhais, caracterizada devido a grande presença de pinheiros, principalmente o Pinheiro-do-Paraná, está localizada na região Sul do Brasil (Estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul), em locais com altitudes superiores a 500 m. Está incluída dentro do Bioma Mata Atlântica e é também conhecida como Mata de Araucárias, em função da forte presença da Araucária angustifolia neste bioma. Registros apontam que a Mata dos Pinhais já ocupou cerca de 2,6% do território nacional e assim como outras formações florestais do Brasil ela vem sendo degradada em função do corte ilegal de árvores, para a produção de madeira e resinas. Outro fator que tem contribuído para o desmatamento é a abertura de novas áreas destinadas à agricultura e pecuária e, com isto, 95% da mata nativa já foi derrubada nas últimas décadas.

Biomas do Brasil - Zona de Cocais

A zona de Cocais, nome dado a este bioma devido à grande quantidade de cocais encontrados em seu território, está situada em uma área de transição entre a Caatinga e a Amazônia, o que nos permite encontrar muitas características desses dois biomas. Esta zona tem muitas formas de relevo, como a planície, as depressões, o planalto, a estrutura rochosa formada por rochas cristalinas (formada por cristais) e sedimentares. Em sua vegetação, registramos a presença de florestas dominadas por palmeiras, com folhas grandes e finas, como o buriti, oiticica, babaçu e carnaúba.

Biomas do Brasil - Mata Atlântica

A Mata Atlântica, um dos biomas com maior diversidade de espécies vegetais e animais do planeta, por muito tempo foi classificada como "a grande floresta costeira brasileira". Dona de uma natureza exuberante, nela podiam ser observadas as mais elevadas taxas de endemismo, ou seja, podiam ser encontradas incontáveis espécies vegetais e animais absolutamente exclusivas de um bioma.

Como ganhar dinheiro com a produção de coco?

O coqueiro é uma das plantas mais úteis do mundo. Conhecido como "a árvore da vida", ele tem um papel importante na vida das pessoas que habitam as regiões tropicais úmidas e, indiscutivelmente, tem tanta importância nos dias de hoje como em tempos passados. Segundo Raimundo Camelo Mororó, professor do Curso a Distância CPT Industrialização do Coco, em Livro+DVD e Curso Online, "Constitui-se na mais importante das culturas perenes possíveis de gerar um sistema autossustentável de exploração como provam vários países do continente asiático".

Biomas do Brasil - biodiversidades nacionais que devem ser conservadas

De acordo com o IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - o termo bioma (bios, vida, e oma, massa ou grupo) nada mais é que um conjunto de espécies animais e vegetais (biodiversidades) que vivem em formações vegetais vizinhas. É obrigatório que estas formações vegetais estejam dentro inseridas dentro de um território que possua condições climáticas semelhantes e também possua uma história compartilhada de mudanças ambientais, o que resulta em uma diversidade biológica própria. Trata-se, então, de uma verdadeira riqueza nacional, um conjunto de ecossistemas que funcionam de forma estável e que podem ser vistos em diferentes configurações geográficas e homogênea. Portanto, os biomas brasileiros são merecedores de total atenção e conservação.

Processamento do coco - leite de coco

O leite de coco é um produtos obtido a partir da amêndoa ou polpa albuminosa do coco maduro que, junto à água, constitui o endosperma. É um produto bastante usado para fins culinários, mas também nas indústrias de laticínios, sorvetes, doces, iogurtes e biscoitos. As amêndoas utilizadas no preparo de leite de coco deverão, de preferência, ser obtidas de frutos (de coco gigante) colhidos entre 13 e 14 meses após a polinização.

Biomas do Brasil - Caatinga

A caatinga é o único bioma exclusivamente brasileiro e abrange 9,92% do território nacional. Dada a sua alta biodiversidade este bioma é rico em recursos genéticos. Ocupa a totalidade do Estado do Ceará e parte do território de Alagoas (48%). Na Bahia, a caatinga ocupa 54% da região, no Maranhão 1%, em Minas Gerais 2%, na Paraíba 92%, em Pernambuco 83%, no Piauí 63%, no Rio Grande do Norte 95% e no Sergipe 49%.

Biomas do Brasil - Cerrado

O cerrado é o segundo maior bioma brasileiro e o mais antigo de todos, com aproximadamente 65 milhões de anos. Diz-se que o ele é uma "floresta de cabeça para baixo", já que 70% de sua biomassa encontra-se dentro da terra não permitindo, segundo alguns especialistas, qualquer tipo de revitalização. Portanto, é bom que se saiba que uma vez devastado, devastado para sempre. Corresponde a uma área de 2.036.448 Km², 23,92% do território nacional, e ocupa a totalidade do Distrito Federal e parte do território da Bahia (27%). No Estado de Goiás 97%, no Maranhão 65%, no Mato Grosso 39%, no Mato Grosso do Sul 61%, em Minas Gerais 57%, no Paraná 2%, no Piauí 37%, em Rondônia 0,2%, em São Paulo 32% e em Tocantins 91%. Verdadeiro mosaico de tipos de vegetação, solo, clima e topografia bastante heterogêneos.

Biomas do Brasil - Pampa

O Pampa, constituído principalmente por vegetação campestre, também chamado de Pampas, Campos do Sul, Campos Sulinos e Campanha Gaúcha, é o segundo menor bioma brasileiro, perdendo só para o Pantanal. No Brasil só está presente do Estado do Rio Grande do Sul. É uma das áreas de campos temperados mais importantes do planeta, ocupa 63% do território gaúcho e é o único bioma brasileiro situado nos limites de um único Estado. Tem uma área de 176.496 Km², correspondente a 2,07% do território nacional e estende-se também pelo Uruguai e Argentina.

Biomas do Brasil - Amazônia

Com uma área de aproximadamente 4,2 milhões de quilômetros quadrados, a amazônia, maior formação florestal do planeta, é o maior bioma brasileiro e dona da maior biodiversidade do mundo. Só neste bioma há quase 30 mil espécies de plantas ou metade das espécies vegetais existentes no país, e 20% das espécies de plantas da Terra. É formada por distintos ecossistemas, como florestas densas de terra firme, florestas estacionais, florestas de igapó, campos alagados, várzeas, savanas, refúgios montanhosos e formações pioneiras. Trata-se de uma das últimas regiões do planeta que ainda seduzem pela exuberância de uma natureza primitiva, hoje extremamente ameaçada por sua devastação.

Atendimento Online
Quer Facilidade