Resultados da busca para "manejo-inicial-de-pintinhas-poedeiras"

Manejo de pintinhos: cama do aviário, recepção das aves, bebedouros, comedouros e galpões

O manejo mais adequado dos pintinhos é aquele que melhor responde às necessidades fisiológicas e de bem-estar das avezinhas, qualquer que seja o seu estádio de maturidade. O manejo em avicultura procura conjugar o trabalho manual mais simples aos mais avançados conhecimentos técnico-científicos. Isso permite a tomada de decisões, geradoras de várias consequências econômicas e administrativas quanto ao empreendimento.

De vaqueiro a manejador de gado bovino

O foco inicial na implantação do manejo gentil ou bem-estar animal não deve ser o bovino. O ponto central sem dúvida é o homem, aquele que trabalha direto com os animais. Não podemos simplesmente ir dizendo como fazer, como eles podem obter melhores resultados sem o uso da força e da violência. Fazer palestras ou impor um novo modo de manejo pode ser pouco eficaz. Precisamos analisar a situação de forma mais profunda. Em uuma fazenda estão inseridas pessoas, não só os animais. O bem-estar do tratador deve ser observado e considerado, porque dele depende o sucesso do trabalho. O primeiro passo é a observação.

Criação de rãs - manejo de reprodução e manejo de mantença no ranário

Manejo reprodutivo são os procedimentos que direcionam a ocorrência dos acasalamentos dentro de determinado interesse zootécnico para ganhos de produtividade do plantel de um determinado ranário. O controle da herança genética dos animais reprodutores é o ponto de partida para o controle das proles resultantes dos acasalamentos que ocorreram no ranário, com o objetivo de reduzir o grau de consanguinidade e seus efeitos maléficos no plantel.

Galinhas poedeiras - sistema de criação em gaiolas na fase inicial

O sistema de criação exclusivamente em gaiolas exige três tipos de instalações. Uma para a fase inicial, uma para a fase de recria e uma para a fase de produção. As instalações utilizadas para a criação de aves de postura em gaiolas durante a fase inicial é muito semelhante às do sistema de criação em piso. No entanto, não é necessário o uso de divisórias internas nem lanternins. As extremidades do galpão devem ser totalmente fechadas e o uso de cortinas é obrigatório.

Galinha Caipira - correto manejo das poedeiras

O criador de galinha caipira, para um correto manejo da criação, deve saber que as aves de postura têm seu ciclo de vida dividido em duas fases, uma de crescimento, que é o período que a ave leva para ser formada, e outra de produção, quando as aves já estão em postura. A fase de crescimento é dividida em várias etapas, que são:

Saiba mais sobre as fases do manejo de frangos de corte

Para receber os pintinhos, o aviário deve ter passado pelo processo chamado vazio sanitário. Ou seja, por 10 dias ou mais, o galpão não deve receber aves até a chegada de um novo lote. O local e os equipamentos devem passar por rigorosa desinfecção antes da chegada dos pintinhos. Outra recomendação é inspecionar as campânulas, para ver se estão em pleno funcionamento.

Galinhas poedeiras - sistema de criação em gaiolas na fase de recria

A fase de recria em gaiolas, embora exija um investimento inicial maior em relação à recria em piso, permite alojar maior número de aves, facilitar o manejo e a observação das aves, dispensar gastos com vermífugos e produtos anticoccidiano, entre outros. Da mesma forma, será necessário o controle rigoroso de peso e da uniformidade das galinhas poedeiras. As pesagens devem ser realizadas semanalmente, durante toda a fase de recria. Isso deverá ser feito individualmente de 1 a 3% do lote ou, no mínimo, de 100 aves, escolhidas aleatoriamente nas gaiolas.

Ovinos em confinamento - manejo sanitário e manejo dos cordeiros

A higiene das instalações é, sem sombra de dúvida, um aspecto de extrema importância na produção de caprinos e ovinos em confinamento, sobretudo quando se trata de currais, apriscos e centros de manejo. Ressalta-se, também, que a principal característica do manejo sanitário é o seu caráter preventivo.

O correto manejo da colmeia aumenta os lucros do apicultor

No Brasil, é fato comprovado que muitos apicultores não preparam suas colmeias para safras futuras. Como resultado desta falta de manejo, eles têm baixa produtividade de mel, deixando de produzir muitos quilos do produto. Essa falta de manejo, no entanto, pode ser facilmente resolvida. Com práticas fáceis, o apicultor pode reverter essa situação aumentando consideravelmente sua produção de mel e, consequentemente, lucros maiores. Para tal, deverá acatar a três fatores decisivos: fornecer alimentação artificial antes da florada, providenciar a substituição anual de rainhas e trocar os favos das colmeias. Sabendo-se que a abelha rainha só bota ovos se houver uma entrada regular de pólen e néctar, indicando estar havendo o início de uma florada, o apicultor, por meio da aplicação da alimentação artificial, poderá induzi-la a botar e, assim, aumentar a postura de acordo com o desenvolvimento da colmeia.

Descubra como manejar a pastagem na estação das chuvas

Alguns procedimentos simples auxiliam o pecuarista a acertar o manejo da pastagem, para aumentar a produtividade, em até duas vezes, sem custos adicionais. Até mesmo na estação das chuvas, é essencial ficar atento para evitar problemas, que comprometem o pleno desenvolvimento do pasto

Atendimento Online
Quer Facilidade