Resultados da busca para "mandioca-precisa-podar"

Mandioca pode intoxicar pessoas: mito ou verdade?

Verdade! Em situações especiais, a quantidade de linamarina (glicosídeo complexo) encontrado na raiz da mandioca, pode gerar ácido cianídrico e, sim, causar intoxicações em seres humanos, afirma Dr.ª Marney Pascoli Cereda, professora do Curso a Distância CPT Cultivo de Mandioca, em Livro+DVD e Curso Online.

Manutenção de jardins: podas de limpeza e formação

Basicamente, um jardim bonito e bem cuidado precisa de dois tipos de podas: as de limpeza e formação. Em todas elas são necessárias algumas ferramentas. A tesoura de poda é a principal delas, podendo ter lâmina curva ou lâmina reta, todas as duas com a mesma função. Servem para podar qualquer tipo de ramo, desde os herbáceos mais grossos, até os lenhosos mais finos. "O melhor corte é obtido com a parte interna das lâminas, nunca como bico da tesoura. Com a parte interna, o corte é feito com maior firmeza", afirma Eduardo Elias Silva dos Santos, professor do Curso a Distância CPT Planejamento, Implantação e Manutenção de Jardins, em Livro+DVD e Curso Online. Com relação à manutenção, o único cuidado é fazer uma boa limpeza após o uso, em seguida aplicar anticorrosivo e óleo de máquina nas juntas.

Pratos regionais com mandioca

O Brasil é rico em alimentos regionais produzidos com mandioca. Citam-se os beijus, elaborados sobre chapa aquecida, com massa ralada e prensada da mandioca acrescida de açúcar e temperos aromáticos diversos. Outro produto regional com grande potencial é a tapioquinha de goma, designação regional para o amido ou fécula da mandioca. A goma úmida, com cerca de 50% de umidade, é peneirada ou esfarelada sobre a chapa aquecida. Uma vez gelificada, é revirada para secar do outro lado e recheada com coco, queijo, manteiga, entre outros. Esse produto poderá se transformar em um fast food, desde que suficientemente padronizado

Produção de mandioca - mudas de boa qualidade e método de propagação rápido

A mandioca é uma planta muito versátil e de ampla utilização na alimentação humana, animal e para uso na indústria . De fácil adaptação, ela é cultivada em todos os estados brasileiros e quando comparada a outros cultivos, apresenta uma série de vantagens, tais como: fácil propagação; elevada tolerância a longas estiagens; rendimentos satisfatórios mesmo em solos de baixa fertilidade; pouca exigência em insumos modernos; potencial resistência ou tolerância a pragas e doenças; elevado teor de amido nas raízes; boas perspectivas de mecanização, do plantio à colheita, sem grandes perdas na matéria seca; e, por fim, permite consórcio com inúmeras plantas alimentícias e industriais. O sucesso da lavoura, no entanto, depende, em grande parte, da utilização de mudas de boa qualidade.

Processamento da mandioca para uso culinário

A mandioca de uso culinário recebe diferentes denominações nas diversas regiões do Brasil. É aipim, macaxeira ou mandioca de mesa. Independente do nome, a mandioca sempre foi um prato tradicional, mas seu processamento vem sendo inovado, podendo ser encontradas várias opções nos mercados das capitais para aumentar o consumo culinário da mandioca: minimamente processadas, congeladas ou refrigeradas, pré-cozidas e congeladas e, mais recentemente, french fries e chips.

Café Conilon - tipos de poda e restos de cultura

Após colheitas sucessivas, os ramos produtivos do cafezal reduzem seu vigor, não havendo crescimento compensatório para a manutenção de produtividades satisfatórias, tornando-se necessária a realização de algum tipo de poda para acelerar a eliminação dos ramos pouco produtivos. A poda traz as seguintes vantagens para o cafeeiro:

Como plantar mandioca - conheça o passo a passo

A mandioca é um alimento rico em amido, muito energético e está presente na alimentação diária de milhares de pessoas. Por serem de fácil cultivo e não necessitarem de muitos cuidados, é possível encontrá-la em sítios ou até mesmo nas cidades, já que podem ser cultivadas em pequenas áreas. A mandioca pode ser cultivada tanto para o consumo familiar quanto para a comercialização, seja em grande ou pequena escala. Entre suas vantagens em relação a outros cultivos, destacam-se:

Caldo de Mandioca à Mineira - aprenda a fazer

Quer uma receitinha básica, porém deliciosa, para ajudar a aquecer o corpo e a alma nos dias frios de inverno? Que tal preparar para você e todos aqueles que você ama um delicioso Caldo de Mandioca à Mineira? A receita é fácil de fazer, leva ingredientes simples, fica pronta rapidinho e deixa qualquer um com vontade de trocar o "quentinho do verão" pelos dias e noites gelados do inverno. Se deu água na boca, siga o passo a passo abaixo e mãos à obra.

Como podar acerola?

A acerola exige alguns tipos de podas. Elas devem ser feitas na planta desde o momento em que ela começa a soltar os ramos. "A poda de formação tem o objetivo de promover a formação da copa com três a quatro galhos mestres, distribuídos simetricamente, os quais formarão a estrutura básica da copa", afirma Dr. Flávio Alencar Araújo Couto, professor do Curso a Distância CPT Produção de Acerola, em Livro+DVD. Quando a planta estiver com 50 a 60 cm acima do nível do solo, faz-se um desponte, a fim de diminuir a dominância apical sobre os ramos principais.

Café - podas na lavoura superadensada

As podas nos cafeeiros superadensados parecem ser a maior incógnita entre todos os tratos culturais. Elas têm sido feitas na lavouras adensadas e superadensadas de maneira bastante variada. As podas utilizadas na cafeicultura são o decote e a recepa. No decote, faz-se uma poda alta, em torno de um metro e meio de altura, eliminando-se a parte superior da planta, como mostra a figura abaixo. Esta poda é feita em todas as plantas, logo após a colheita de um ano de grande produção e é recomendada para cafezais que começam a fechar, mas não sofreram maior perda de saia.

Atendimento Online
Quer Facilidade