Resultados da busca para "mamao-pectina"

Pimentas - como fazer geleia de pimenta

A pectina é uma substância contida em determinadas frutas, a qual, na presença de certa acidez e teor de açúcar, propicia à geleia a sua característica gelatinosa. Pode-se dizer, então, que a pectina é a alma das geleias. Sem pectina, a geleia não dá ponto, ou fica mole ou fica puxa-puxa. No entanto, a pimenta não contém pectina nem acidez em sua constituição. Por esse motivo, há necessidade de se adicionarem essas substâncias. No caso da pectina, pode-se adquirir esse produto pronto no comércio. Naturalmente, ele pode ser extraído da laranja, do limão ou do maracujá. Adiciona-se à geleia, na base de 10 g de pectina em pó, para cada quilo de açúcar utilizado na geleia. Se for utilizada a pectina caseira, coloca-se um copo (tipo americano) para cada litro de suco.

Você sabe o que é Pectina?

A pectina é um hidrocoloide natural, encontrado em todas as frutas, como componente da parede celular, em quantidade variando conforme a espécie e o estado de maturação das frutas, afirma Raimundo Camelo Mororó, professor do Curso a Distância CPT Como Montar e Operar uma Pequena Fábrica de Doces e Geleias, em Livro+DVD e Curso Online.

Geleia, um doce de fruta valorizado no mercado

Geleia é um doce de fruta com consistência gelatinosa e aspecto translúcido. A textura que possui deve-se à pectina das frutas. O método normal de se fazer a geleia é cozinhar as frutas em bastante líquido e açúcar e coar até se formar uma pasta semitransparente. É lisa, macia e conserva o aroma e o sabor da fruta escolhida.

Doces de fruta em barra - principais componentes

Para que se obtenha o doce de fruta em barra, é preciso que haja a geleificação da massa. Isso é conseguido pela ação de três componentes, em proporções bem determinadas e na presença de calor. Esses três elementos são a pectina, o ácido da fruta e o açúcar. No preparo caseiro, deve-se seguir rigorosamente as receitas, pois estas são experimentadas, levando-se em consideração o equilíbrio entre os elementos mencionados.

Cultura do mamão - aumente a produção com o manejo adequado

O mamoeiro é uma planta, tipicamente tropical, vigorosa, que apresenta crescimento regular, e produz frutos de excelente qualidade em lugares de grande insolação, com temperaturas entre 22 e 28ºC. A temperatura média ideal para o cultivo está em torno de 25ºC, com boa distribuição e quantidade de chuva ou com irrigação. A umidade relativa do ar entre 60 e 85% é a mais favorável ao desenvolvimento da cultura. A altitude mais indicada é de até 200m, acima do nível do mar, embora a planta produza bem em áreas mais altas. A constituição da planta e do fruto é de aproximadamente 85% de água, exigindo, tanto no período de crescimento ativo quanto no período de produção, amplo suprimento de água que poderá ocorrer por meio da chuva, da irrigação ou de ambas.

Pragas do mamão - Cigarrinha-verde (Empoasca sp)

As cigarrinhas, tanto as formas jovens como os adultos, sugam a seiva das plantas e injetam toxinas que causam o amarelecimento e encurvamento das folhas mais velhas. Quando intensamente atacadas, as folhas tornam-se rugosas e caem prematuramente, afetando o desenvolvimento da planta.

Pragas do mamão - Coleobrocas (Rynchophorus palmarum L.)

A oviposição é feita em pequenos orifícios nos caules. As larvas, ápodas, fazem galerias abaixo da casca, onde se alimentam e se transformam em pupas, e de onde emergem depois os adultos. Estes abrigam-se em fendas do caule, sob folhas ou no chão. As lesões produzidas por estas coleobrocas podem afetar drasticamente as plantas, inclusive, causando a morte das severamente infestadas.

Pragas do mamão - Lagarta-rosca (Agrotis ipsilon)

Não é uma praga muito comum à cultura do mamoeiro, mas pode atacar as plantinhas no viveiro, seccionando-as rente ao solo. É uma lagarta de hábito noturno, e que durante o dia abriga-se sob o solo. - Controle O mesmo produto indicado anteriormente para mandarová, assim que os primeiros danos sejam observados, desde que seja verificada a presença da lagarta na planta.

Pragas do mamão - Mandarová ou gervão (Erinnyis ello)

O mandarová pode atacar ocasionalmente o mamoeiro. As lagartas se alimentam inicialmente das folhas e brotações mais novas, e, depois, das folhas mais velhas. Em infestações severas, pode causar o desfolhamento total da planta, atrasando seu desenvolvimento e expondo os frutos à insolação direta.

Pragas do mamão - Cochonilha (Morganella longispina)

Esta espécie apresenta escama de coloração negra e formato circular, possuindo uma aba voltada para cima. Forma grandes colônias nos caules, sugando-lhes a seiva continuamente. - Controle Raspagem dos caules para melhor exposição das cochonilhas e pulverização com óleos emulsionáveis a 0,1 ? 0,2%.

Atendimento Online
Quer Facilidade