Resultados da busca para "joias"

Como soldar joias e semijoias?

Soldar joias requer habilidade para um trabalho perfeito. Sua finalidade não é cobrir as frestas com uma camada grossa de solda e sim usar a menor quantidade de solda possível para fazer uma união quase invisível nas joias e semijoias. Segundo Ailton Lopes, professor do Curso a Distância CPT de Ourives - Como Fabricar e Reparar Joias, em Livro+DVD e Curso Online, "O ourives é responsável pela sua própria solda, podendo esta ser mais forte, média ou mais fraca, conforme o tipo de matéria-prima e os pontos de fusão de cada material trabalhado".

Fabricação e Reparo de Joias - recozer

É um processo que está presente em todas as etapas de execução da joia e sempre é retomado para melhorar a qualidade tanto da peça quanto do processo. O choque térmico que ocorre durante o recozimento do metal provoca fraturas das moléculas, tornando o metal maleável e adequado ao processo de laminação.

Ourives usa técnica e arte para fabricar joias originais

É inegável o fascínio exercido pelas joias sobre os seres humanos. Desde as eras mais remotas, os adornos foram criados e reverenciados, seja por sua beleza, valor, significado ritual ou pelo poder que simbolizavam. A opulência dos faraós e rainhas já era vista nos braços, colos e mãos, simbolizando poder e beleza. Hoje, não poderia ser diferente.

Como fabricar e reparar joias

Especial - Fabricar joias é produzir belezas, é sobretudo atender ao anseio das pessoas por objetos com os quais se identifiquem e que lhes provoquem admiração. O ourives tem esta importante tarefa, a de encontrar a harmonia das proporções em peças que são ou se tornam verdadeiras obras de arte.

Fabricação e Reparo de Joias - fundir

No processo de fundição, o ourives faz a liga, ou seja, mistura um tipo de metal a outro para possibilitar que o mesmo seja trabalhado, manuseado e possa atender às necessidades de execução. Existem dois tipos de fundição para a joalheria: o primeiro é uma fundição que atende uma escala maior de produção de peças, geralmente utilizada pelas indústrias e a partir de um protótipo de metal ou de cera. Essa fundição é conhecida pelo setor joalheiro como fundição, pelo processo de centrifugação, em que são retiradas várias peças ao mesmo tempo. O segundo tipo de fundição é utilizado pelos ourives em suas oficinas ?fundo de quintal?, em um processo artesanal que funde o metal para que a joia seja trabalhada artesanalmente.

Fabricação e Reparo de Joias - o trabalho do ourives e o processo de execução

É importante ressaltar que a formação profissional é valorizada pelo mercado de trabalho, já que, por um lado, é meio de aquisição de conhecimentos, habilidades e de socialização, por outro lado, proporciona reforço, atualização ou até suplementação da educação básica do ofício. Porém, a competência é construída ao longo da vida profissional, à medida que esses conhecimentos são mobilizados e aplicados na prática, e, também, ao longo dessa trajetória de experiência que se desenvolvem as estratégias, competências, regulações e os modos operatórios que não se aprendem na escola.

Fabricação e Reparo de Joias - soldar

Esse processo requer habilidade, sendo fundamental a realização de uma solda correta. Sua finalidade não e cobrir as frestas com uma camada grossa de solda e sim usar a menor quantidade de solda possível para fazer uma união quase invisível. O ourives faz sua própria solda. Cada um tem suas especificações, podendo ser mais forte, média ou mais fraca, entre outras. Isto depende do tipo de matéria-prima que foi utilizada, e dos pontos de fusão de cada material.

Ourives - dicas e técnicas para você se destacar no mercado

Segundo o Instituto Brasileiro de Gemas e Metais Preciosos , o potencial de crescimento da indústria de joias é enorme. Tal indústria aumentou o seu faturamento em pelo menos 40% em 2007, elevando o volume de exportações e expandindo o mercado interno, e continua em crescimento a cada ano. Em um país como o Brasil onde há muitas joalherias para poucos ourives, o mercado de trabalho é garantido para bons profissionais. No entanto, é imprescindível que o ourives esteja sempre atualizado quanto às mais modernas técnicas de fabricação e reparo de joias para obter sucesso profissional.

Fabricação e Reparo de Joias - cortar e serrar

Utiliza-se a lâmina de serra adequada ao tipo de tarefa a ser executada, tomando-se cuidado para usar a lâmina na posição correta. Para serrar, o ourives segura o metal e o apoia com uma das mãos na estilheira, e com a outra mão segura a ferramenta ?arco de serra?. Com um simples toque dos dedos na lâmina de serra o ourives consegue conferir se a tensão da lâmina no arco de serra está correta. Para cortes internos, é utilizado um artifício: a partir de um orifício feito pela broca, insere-se a lâmina de serra que está presa ao arco apenas em uma de suas extremidades. Depois de introduzida a lâmina, fecha-se novamente o arco com apoio do tórax e na estilheira, fazendo pressão para prender a lâmina e mantê-la bem esticada.

Ourives, com o aperfeiçoamento das técnicas o trabalho artesanal resiste à produção industrial

A arte de fabricar joias é anterior à escrita e vem sendo aperfeiçoada desde então. Essas são confeccionadas por meio de fundição, estamparia, usinagem e mesmo manualmente, por um técnico chamado de ourives. As joias artesanais tem o seu lugar garantido, por mais que surjam novidades no mundo da moda. As tendências até podem variar de estação para estação, mas é o talento que vai determinar a criação de peças mais atraentes. Isso corresponde a um mercado consumidor sempre crescen

Atendimento Online
Quer Facilidade