WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Resultados da busca para "jardins"

Jardins: flores que encantam, flores que tranquilizam

A história da humanidade pode ser entendida, de certa forma, pela história dos jardins. Desde a antigüidade os jardins estão presentes nas obras mais importantes do homem. Nos primórdios embora existissem jardins com flores e significados diferentes, esses eram caracterizados pela presença de grandes obras arquitetônicas e eram, de certa forma, fechados, pois eram jardins particulares.

Jardins verticais - perfeitos para ambientes com pouquíssimos espaços

Saber combinar as plantas no jardim é uma arte e uma técnica que podem trazer enorme carga de satisfação. Não é à toa que empreendimentos envolvendo paisagismo e jardinagem, que atuam tanto planejando quando implantando jardins, estão cada vez mais presentes no mercado, devido a uma alta demanda por seus produtos e serviços. Mas, não há dúvida de que conhecer as técnicas desse ramo de atividades e manter-se sempre informado sobre novos produtos é indispensável para o sucesso de empreendimentos da área.

Invista em empresa de jardinagem e ganhe dinheiro

O aumento da implantação de jardins em residências, empresas e áreas públicas oferece oportunidades para empreendedores. Afinal a jardinagem tornou-se uma atividade profissional promissora e rentável. Nesse contexto, as empresas de jardinagem e manutenção em jardins merecem destaque. O leque de possibilidades é amplo quando se fala em serviços de jardinagem.

Dicas sobre como montar uma empresa de manutenção de jardins

Especial - Abrir uma empresa de manutenção de jardins pode ser uma ótima chance para quem gosta do ramo de jardinagem e deseja ter o póprio negócio. À medida que se valoriza a qualidade de vida, preocupa-se em incluir bem como mater jardins seja em projetos de casas ou espaços públicos.

Por que implantar jardins verticais em escolas?

No ambiente institucional, percebe-se, também, que os jardins verticais têm sido cada vez mais adotados, por razões muito semelhantes às que levam uma dona de casa a decorar uma parede com um painel verde. O maior motivo é que trabalhar em um ambiente que seja bonito e agradável é fator motivador, fundamental para que as pessoas tenham mais energia, iniciativa e boas ideias.

Você sabe projetar um belo jardim?

Não só de plantas um jardim deve ser composto. Diversas outras estruturas fazem parte de sua montagem. Os elementos complementares são inúmeros. A criatividade do projetista é que vai determinar que tipos de elementos merecem ser utilizados. "Numa fazenda antiga, uma roda d’água. Num jardim clássico, um chafariz. Num local de destaque, uma pérgola. Sem contar vasos, pedras, troncos, bancos, revestimentos e outras estruturas arquitetônicas. São inúmeras as possibilidades", afirma Eduardo Elias Silva dos Santos, professor do Curso a Distância CPT Planejamento, Implantação e Manutenção de Jardins, em Livro+DVD e Curso Online.

Manutenção de jardins: podas de limpeza e formação

Basicamente, um jardim bonito e bem cuidado precisa de dois tipos de podas: as de limpeza e formação. Em todas elas são necessárias algumas ferramentas. A tesoura de poda é a principal delas, podendo ter lâmina curva ou lâmina reta, todas as duas com a mesma função. Servem para podar qualquer tipo de ramo, desde os herbáceos mais grossos, até os lenhosos mais finos. "O melhor corte é obtido com a parte interna das lâminas, nunca como bico da tesoura. Com a parte interna, o corte é feito com maior firmeza", afirma Eduardo Elias Silva dos Santos, professor do Curso a Distância CPT Planejamento, Implantação e Manutenção de Jardins, em Livro+DVD e Curso Online. Com relação à manutenção, o único cuidado é fazer uma boa limpeza após o uso, em seguida aplicar anticorrosivo e óleo de máquina nas juntas.

Substrato: componente fundamental e estratégico para jardins verticais

O substrato é um componente fundamental e estratégico para qualquer tipo de jardim vertical. "São chamados de substratos os diferentes materiais nos quais a planta vai se fixar por meio de suas raízes", afirma Eduardo Elias Silva dos Santos, professor do Curso a Distância CPT Jardins Verticais - Implantação e Manutenção, em Livro+DVD e Curso Online. Os substratos variam conforme o tipo de planta cultivado, de tal forma que a orquídea epífita, que vive em árvores, por exemplo, tem como substrato o próprio caule da árvore, enquanto as plantas aquáticas, logicamente, têm como seu único substrato a própria água onde flutuam.

Ar-condicionado e jardins verticais: qual a relação entre eles?

Uma característica típica dos aglomerados urbanos é o uso significativo de energia, tanto para o aquecimento dos ambientes como para a refrigeração, dependendo da época do ano. A redução dos preços de aquecedores e aparelhos de ar-condicionado levou a um forte incremento no seu uso, nas últimas décadas, atendendo a um desejo/necessidade de conforto da sociedade. Todos esses problemas ambientais do meio urbano podem ser minimizados com o uso dos jardins verticais. Paredes revestidas com plantas contribuem para a redução das temperaturas máximas e mínimas, melhorando o microclima e diminuindo significativamente a necessidade de gasto energético para refrigeração e, ou aquecimento.

Um bom projeto de jardins valoriza a atividade da jardinagem

Jardinagem é a arte de criar e fazer a manutenção de plantas, que embeleza e harmoniza os mais variados locais, sejam eles públicos ou privados. Desde espaços grandes a simples vasos, a atividade pode ser praticada como hobby, para fins educativos, como jardins botânicos ou zoológicos, assim como em projetos de urbanização em que os parques contribuem para melhorar a qualidade de vida dos moradores dos grandes centros. Nos interiores compõem a decoração das casas podendo ter lugar de destaque nos lindos jardins de inverno.

Fique por dentro das novidades!