Resultados da busca para "iscas-para-pesca-de-carpa-capim"

Gramas e gramados - como fazer o controle de plantas daninhas

As plantas daninhas, como o Capim-pé-de-galinha, o Capim marmelada e o Capim braquiária, quando crescem, interferem no desenvolvimento da grama, causando prejuízos na produção, competindo com a cultura por água, luz e nutrientes, exercendo, em certas vezes, inibição química. Alguns estudos mostram que 20 a 30% da produção nacional de grama se perde por causa do ataque de plantas daninhas, além de elas serem hospedeiras de pragas e doenças. As práticas mais difundidas para o controle das plantas daninhas são: o arranquio, a capina, a roçada e, por fim, o controle químico.

Carpas comuns e carpas coloridas (Nishikigois)

A palavra carpa vem do alemão Karpfen. É um peixe teleósteo de nome científico Cyprinus carpio (L.), da família da família Cyprinidae. Muito encontrado em lagos de água doce e rios da Ásia (mais especificamente da China), Europa e África, pode ser criado em vários ambientes, adaptando-se bem a tanques externos. Possui escamas cicloides bem grandes, podendo revestir todo seu corpo ou apenas alguns aglomerados em certos pontos, dependendo da variedade. Possui um corpo bastante arqueado no dorso e mais retilíneo na região ventral. Possui uma boca pequena, repleta de barbilhões curtos, ao invés de dentes. Os machos diferenciam-se das fêmeas pela grande nadadeira ventral. É um peixe ovíparo e come todo o tipo de alimento. Pode chegar a 1,2 m e 20 kg.

Processamento de pescado - etapas e tipos ideais de peixe para o beneficiamento

Os peixes escolhidos para o processamento de pescados devem ser, de preferência, aqueles de carne mais branca, magra, firme, sem gosto "forte", e sem mioespinhos, principalmente para a produção de filés. Alguns exemplos de peixes que podem ser utilizados no processamento de pescados são a merluza, a tainha, o cação, o namorado, a tilápia. Para defumar ou filetar, podem-se usar peixes mais "nobres" como o salmão e o surubim (pintado). Já para produtos feitos com a carne triturada, é mais lógico empregar espécies mais baratas e de fácil aquisição. A tilápia é extremamente versátil e reúne todos os atributos do peixe ideal para processar. É comprovadamente uma das espécies possuidoras de carne de excelente qualidade, tendo sua tecnologia de produção completamente dominada, sendo fácil de obter no comércio. É bom lembrar que a presença dos chamados "espinhos" faz muita gente deixar de experimentar o pescado. É preciso, tabém, pensar que crianças irão comer os produtos, sendo mais seguro utilizar os tipos indicados. A traíra e o dourado apesar de serem saborosos, possuem muitos mioespinhos não sendo, portanto, adequados. Na produção artesanal, nem sempre é possível triturar satisfatoriamente esses "espinhos" com a máquina de moer. As etapas necessárias para o processamento do pescado são:

O processamento dos pescados garante ao consumidor alimentos saudáveis

O processamento de pescados é uma atividade bastante complexa e, como toda indústria de alimentos, deve ser rigorosa quanto aos aspectos de higiene e sanidade. Portanto, para o sucesso na comercialização, os produtos devem ter excelente qualidade e essa qualidade vai depender da matéria-prima empregada, da tecnologia de processamento, da higiene no preparo, das embalagens utilizadas e do armazenamento adequado. O beneficiamento possibilita, então, a comercialização do pescado de forma higiênica, aumentando a vida útil e incrementando sua qualidade. Assim, agrega-se valor ao produto ?in natura?, obtém-se um produto diferenciado e competitivo e permite oferecer novas opções ao consumidor, por exemplo peixe filetado (filés de peixe), fishburguer, nuggets, linguiças, empanados, tirinhas de peixe, patês, entre outros.

Carpa japonesa comum: reprodução natural em viveiro

A carpa japonesa comum atinge a maturidade sexual com um ano de vida, mas, para a produção comercial, é recomendado utilizar fêmeas com pelo menos quatro anos, e machos a partir de dois anos de vida. “Isso é importante para obter gametas vigorosos e em maior quantidade, o que resultará em maior número de alevinos com maior potencial de desenvolvimento”, afirma Manoel Braz, professor do Curso a Distância CPT, Produção de Alevinos, em Livro+DVD e Curso Online.

Capivara - manejo alimentar no sistema intensivo de criação

Os pastos mais frequentemente oferecidos são o capim-fino e a grama estrela. Porém, como o custo de cercar com tela de alambrado é o principal gasto para o estabelecimento da criação de capivaras no sistema semi-intensivo, seria mais interessante cercar apenas uma pequena área em volta de uma lagoa ou açude (10 a 20 m de margem) e o plantio de uma forrageira de alta produtividade fora da área do criadouro, realizando-se o corte e o fornecimento diariamente. A preferência tem sido pelo capim elefante (Napier ou Camerom) cortados em intervalos de 60 dias na estação das águas. Durante a estação seca, em virtude da menor produtividade desse capim, pode-se realizar o fornecimento intercalado com cana-de-açúcar, rolão-de-milho ou ração.

Por que os peixes devem ser consumidos assim que pescados?

Quando o alimento em questão é o pescado, devido a sua natureza extremamente perecível, são exigidos cuidados extras com relação a sua manipulação, tanto durante o processo e captura, quanto à estocagem nos barcos pesqueiros. Logo após a retirada do pescado da água, ocorrem diversos fenômenos naturais que levam a sua deterioração, essas alterações ocorrem independentemente da forma como o pescado é manuseado, mas a velocidade com que elas se instalam, podem ser reduzidas se forem adotadas práticas adequadas de manipulação do produto.

Formigas Cortadeiras - combate químico por iscas granuladas

Entre as técnicas de combate atualmente existentes, o uso de iscas granuladas contendo substâncias tóxicas é considerado como a mais prática e econômica. Essa técnica, se corretamente usada, oferece segurança ao operador, permite o tratamento de formigueiros em locais de difícil acesso e dispensa mão de obra e equipamentos especializados.

Criação de capivara - a alimentação no sistema semi-intensivo

Os pastos mais frequentemente oferecidos são o capim-fino e a grama estrela. Porém, como o custo de cercar com tela de alambrado é o principal gasto para o estabelecimento da criação de capivaras no sistema semi-intensivo, seria mais interessante cercar apenas uma pequena área em volta de uma lagoa ou açude (10 a 20 m de margem) e o plantio de uma forrageira de alta produtividade fora da área do criadouro, realizando-se o corte e fornecimento diariamente. A preferência tem sido pelo capim elefante (Napier ou Camerom) cortados em intervalos de 60 dias na estação das águas.

Espécies de peixes de importância econômica para a piscicultura

Há aproximadamente 20 anos, a criação de peixes é uma atividade promissora para a economia brasileira e o potencial hídrico do país, por sua vez, além de excelente, favorece em muito a piscicultura. São mais de sete mil quilômetros de costa marítima e dez milhões de hectares de lâmina d’água, em reservatórios de usinas hidrelétricas e propriedades particulares. Segundo Dr. Giovanni Resende, professor do Curso a Distância CPT Criação de Peixes - Como Implantar uma Piscicultura, em Livro+DVD e Curso Online

Atendimento Online
Quer Facilidade