Resultados da busca para "internacionalizao-da-amazonia"

Comidas do Norte são exóticas e tradicionais

Dentre as inúmeras manifestações culturais responsáveis pela formação da miscigenação do povo brasileiro, a nossa culinária, em especial, é inigualável quanto ao sabor, qualidade, beleza e variedade. Ela possui características bem variadas, porque tem como base a alimentação indígena, negra e europeia.

Superalimento - castanha-do-Pará

A Bertholletia excelsa, castanha-do-Brasil, castanha-do-Pará, castanha-do-Acre, tocari e tururi é uma árvore da família botânica Lecythidaceae, nativa das Guianas, Venezuela, Brasil (Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará e Rondônia), leste da Colômbia, leste do Peru e leste da Bolívia. Ocorre em árvores espalhadas pelas grandes florestas, às margens do Rio Amazonas, Rio Negro, Rio Orinoco, Rio Araguaia e Rio Tocantins.

Produção de palmito de açaí - clima, solo, colheita e produtividade

O açaizeiro (Euterpe oleracea Mart.) é uma palmeira natural da região Norte do Brasil, vegetando espontaneamente nas regiões pantanosas dos estuários dos rios Amazonas e Tocantins e de outros rios da mesma região. Sua dispersão ocorre do baixo Amazonas até as Guianas e Venezuela, constituindo-se no alimento básico das populações ribeirinhas, que tradicionalmente utilizam seus frutos, na produção do vinho de açaí, bebida altamente energética e nutritiva.

Borracha natural - crise no presente e esperança no futuro

A borracha natural, extraída da seringueira (Hervea brasiliensis), é um dos principais produtos utilizados pela civilização moderna. A produção de borracha foi um grande negócio para o Brasil, fato que assegurou a riqueza da Amazônia, notadamente nos Estados do Pará e Amazonas.

Urucum é planta que produz corante natural

O urucueiro é uma planta perene, originária da América Tropical, ou seja, da faixa de terra do continente americano compreendida entre os trópicos de Câncer e de Capricórnio, utilizada para produzir corantes naturais. Trata-se de uma cultura de médio porte, que produz por mais de 20 anos. Em nosso país, ela é nativa dos estados do Amazonas, do Pará, do Maranhão, do Ceará e da Bahia, mas é cultivada também em outros estados como Minas Gerais, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, entre outros.

Como entender os sinais e o comportamento dos cavalos

O cavalo é um ser vivo que causa o fascínio da grande maioria das pessoas. Independentemente da pelagem, da raça e do porte, dificilmente, conheceremos pessoas com restrições aos cavalos. A sua beleza e imponência torna-o uma unanimidade. Ele é um animal dos mais sensitivos do planeta, sendo capaz de sentir uma mão ou uma perna trêmula, um estado de irritação do cavaleiro ou amazona. Existem diversas histórias que comprovam a percepção extra sensorial dos cavalos, considerada como um sexto sentido.

Peixe Pirarucu, o Gigante Amazônico

Maior peixe de água doce do Brasil, o pirarucu (pira: peixe; urucum: vermelho, devido à cor da cauda) pode chegar a 3 m de comprimento, bem como pesar até 250 kg. Geralmente, encontrado na bacia Amazônica, no Norte do país, esse peixe habita as águas rasas mais calmas das várzeas de rios e lagoas, pois eles sobem à superfície para respirar ar, mais ou menos a cada 20 minutos. Outro aspecto bastante peculiar é que este gigante prefere águas claras e, ligeiramente alcalinas, com temperaturas entre 24 a 37ºC.

Peixes ornamentais - as espécies de água doce mais comercializadas

Atualmente, no Brasil, os peixes ornamentais importados encontram mercado, porque são frutos de melhoramento genético e apresentam sempre novas variedades, que não são produzidas no país. Veja o exemplo do acará-disco cuja produção nacional é quase que inteiramente proveniente de capturas realizadas na bacia do rio Amazonas. Esta mesma espécie é largamente produzida para exportação em Cingapura, na Ásia, onde representa uma alternativa de produção bastante rentável devido ao elevado preço de suas variedades melhoradas, como o malboro, a pigeon, a blue-diamond, entre muitas outras espécies de peixe.

Biomas do Brasil - Amazônia

Com uma área de aproximadamente 4,2 milhões de quilômetros quadrados, a amazônia, maior formação florestal do planeta, é o maior bioma brasileiro e dona da maior biodiversidade do mundo. Só neste bioma há quase 30 mil espécies de plantas ou metade das espécies vegetais existentes no país, e 20% das espécies de plantas da Terra. É formada por distintos ecossistemas, como florestas densas de terra firme, florestas estacionais, florestas de igapó, campos alagados, várzeas, savanas, refúgios montanhosos e formações pioneiras. Trata-se de uma das últimas regiões do planeta que ainda seduzem pela exuberância de uma natureza primitiva, hoje extremamente ameaçada por sua devastação.

Conheça o bicudo, pássaro com canto flauteado e gutural

O bicudo (Oryzoborus maximiliani) é um pássaro silvestre considerado nobre e recebe esse nome devido ao grande e largo bico. É um parente muito próximo do curió e, assim como ele, é excelente cantor. Atualmente existem dois tipos de bicudo: o Oryzoborus crassirostris, que pode ser encontrado no Amazonas, e o Oryzoborus crassirostris maximiliani, encontrado no Mato Grosso, em Goiás, em Minas Gerais, na Bahia, no Espírito Santo, no Rio de Janeiro e em São Paulo.

Atendimento Online
Quer Facilidade