Resultados da busca para "instrumentacao-cirurgica-cardiaca"

Vou auxiliar o médico veterinário em cirurgias. O que devo saber?

Como não se sabe quando chegará um caso de emergência, em que será necessária a sala de cirurgia, deve-se manter as salas de atendimento e o centro cirúrgico, assim como o material a ser utilizado na cirurgia, limpos e higienizados e devidamente esterilizados para que o veterinário possa atuar imediatamente nessas situações, afirma Alessandra Sayegh Arreguy Silva, professora do Curso a Distância CPT Capacitação de Auxiliar Veterinário - Cães e Gatos, em Livro+DVD e Curso Online.

Deiscência: abertura dos pontos de um corte ou cirurgia

Deiscência é a abertura dos pontos de um corte, ferida ou cirurgia. Para evitar que ela aconteça, é expressamente proibido realizar os procedimentos de banho e tosa nos animais suturados. Da mesma forma, evitar encaminhá-los aos hotéis para cães e gatos, uma vez que nesses estabelecimentos pode ocorrer a deiscência devido ao fato de eles não receberem atenção individual, com exceção dos estabelecimentos que ofereçam o serviço de acompanhamento pós-operatório. “Deiscência de sutura pode ocorrer devido a um erro de técnica cirúrgica, ou porque os cães comem os pontos, ou porque o animal tem alguma deficiência de coagulação e cicatrização”, afirma Alessandra Sayegh Arreguy Silva, professora do Curso a Distância CPT Primeiros Socorros para Cães e Gatos - Principais Acidentes, em livro+DVD e Curso Online.

Transferência cirúrgica e não cirúrgica de embriões bovinos

Inicialmente, localiza-se o corpo lúteo a partir da palpação retal. O flanco ipsilateral ao corpo lúteo é lavado com atenção, assim, realiza-se tricotomia e antissepsia no local da incisão. Em seguida, faz-se um bloqueio anestésico com 60 mL de procaína 2%. Após anestesia, o cirurgião faz uma incisão de aproximadamente 15 cm de comprimento, no sentido dorso-ventral, e profunda sobre o flanco.

Instrumentos odontológicos utilizados pelo dentista e por seu auxiliar

Os instrumentais odontológicos utilizados pelo dentista e escolhidos com critério por seu auxiliar visam à melhoria e ao aperfeiçoamento dos mais diversos procedimentos realizados no consultório dentário. Atualmente, os instrumentos dentários são bastante específicos, desenvolvidos para suprir as necessidades do cirurgião-dentista, nas mais diversas especialidades, como cirurgia, periodontia, ortodontia, implantodontia, entre outras. Dentre os principais instrumentos, temos o instrumental para exame clínico, o instrumental para procedimentos gerais, o instrumental para exodontia, o instrumental para endodontia, o instrumental para periodontia, entre outros.

Gestantes: tudo sobre o trabalho de parto e como se preparar para o nascimento do bebê

Os sinais preliminares do parto começam com a expulsão do tampão mucoso da vagina. Em outras palavras, começa com a saída de uma secreção mais espessa que pode vir acompanhada de um pouco de sangue. Este ainda não é um sinal de que deva ir para o hospital, mas sim de que o trabalho de parto não demorará a começar. Por isso, a gestante deve relaxar e não se precipitar, tornando o momento único em sua vida. Afinal, após 9 meses de gestação, o seu lindo bebê está por vir!

Coleta não cirúrgica de embriões bovinos

Antes da coleta não cirúrgica de embriões, procede-se à contenção da vaca por meio de um tronco, para evitar riscos de ferimento no bovino e no operador. Em seguida, aplica-se anestesia epidural, visando ao relaxamento do bovídeo, além do bloqueio dos movimentos retais e possíveis dores durante a passagem da sonda. É imprescindível a higiene do local, já que é um artifício para que não haja contaminação durante o processo.

Endodontia - instrumentais utilizados nos procedimentos

Os serviços prestados em um consultório odontológico vão desde atendimentos simples, por exemplo os exames clínicos, limpezas e obturações simples, extrações, pequenas cirurgias, como extração de siso que não nasceu, e trabalhos de endodontia e periodontia, até trabalhos muito especializados, exigindo dos assistentes de dentista conhecimentos específicos da área.

Inseminação artificial em equinos: como escolher matrizes e garanhões?

Para obter sucesso com a inseminação artificial em equinos, o garanhão escolhido como doador de sêmen deve ser um animal comprovadamente superior. “O ideal será utilizar garanhões que acumulam o maior número de características desejáveis, sendo a genética o alicerce para a produção de produtos de elevada qualidade”, afirma Fabiana Garcia Christovão, Médica Veterinária, Especialista em Microbiologia, Mestre em Cirurgia Experimental e Patologia Animal.

Quanto mais luz, mais cios têm as éguas, você sabia?

Estudos relatam que a espécie equina apresenta sazonalidade reprodutiva, ou seja, em um determinado período do ano ocorre efeito do ambiente (fotoperíodo) sobre a manifestação reprodutiva. “Quando os dias se tornam mais longos, com maior exposição de luz diária, ocorre o estímulo para a espécie equina iniciar a atividade reprodutiva”, afirma Fabiana Garcia Christovão, Médica Veterinária, Especialista em Microbiologia, Mestre em Cirurgia Experimental e Patologia Animal. Em regiões que apresentam altas temperaturas e alta incidência de luz solar durante o ano todo (próximas a linha do equador), as éguas tendem a apresentar estro durante todos os meses do ano.

Alimentação de equídeos: fibras ou concentrados, qual o melhor?

Um aspecto muito importante a considerar no fornecimento da dieta é o fato de os equinos possuírem um estômago relativamente pequeno, característica fisiológica inerente à espécie. O excesso de alimentos tende a causar distensão do estômago. “Por isso, o alimento deve ser fornecido o mais fracionado possível (volumoso e concentrado), evitando a ocorrência de cólicas e outros transtornos”, afirma Fabiana Garcia Christovão, Médica Veterinária, Especialista em Microbiologia, Mestre em Cirurgia Experimental e Patologia Animal.

Atendimento Online
Quer Facilidade