Resultados da busca para "gordura-do-tambaqui"

Gorduras: por que precisamos dela em nosso dia a dia?

Lipídeos são substâncias químicas formadas basicamente por ácidos graxos e glicerol. Podem ser encontradas na natureza sob a forma sólida (gordura) ou líquida (óleos). Precisamos dos óleos e gorduras em nosso dia a dia porque esses dois elementos, inseridos em quantidades mínimas ou moderadas em nossa alimentação, são fundamentais ao nosso organismo, fornecendo-nos calorias, ácidos graxos essenciais e transportando as vitaminas lipossolúveis (A,D,E e K) para o interior de nossas células. Além disto, óleos e gorduras contribuem para melhorar o sabor e a palatividade dos alimentos que consumimos. Mas, atenção! Devem ser consumidos com moderação devido ao fato de serem muito calóricos.

Gordura localizada: o que é e como tratá-la

Popularmente conhecida como gordura localizada, tem a sua distribuição nos diversos segmentos corporais influenciados diretamente pelo sexo, produção hormonal e genética. A gordura pode ser depositada em praticamente todas as regiões do corpo. Nas mulheres, localiza-se mais nas regiões do quadril e das coxas, denominando-se de obesidade ginoide ou em forma de pera.

Bambuterapia - alternativa de tratamento estético contra celulite, flacidez e gordura localizada

Para quem busca alternativas de tratamento estético, a bambuterapia é uma excelente opção. Ela é uma excelente conduta terapêutica nos tratamentos de celulite, flacidez e gordura localizada, pois apresenta propriedades modeladoras, relaxantes, tonificantes e energéticas.

5 chás que queimam gordura e emagrecem

Chá verde com folhas de hortelã, Chá de maçã, pêssego, tangerina e romã, Chá de canela, gengibre e cravo, Chá de porangaba e, finalmente, Chá de hibisco com gengibre e limão-siciliano: estes são os 5 chás termogênicos que prometem queimar a gordura e emagrecer.

Piscicultura: Pacu e Tambaqui

Além de possuírem características que vão desde excelente capacidade de adquirir peso, até rusticidade e qualidade de se adaptar, o Pacu e o Tambaqui possuem carne sólida e de agradável sabor, o que favorece muito a venda destes peixes.

Peixes de água doce do Brasil - Tambaqui (Colossoma macropomum)

O Tambaqui é um peixe de escamas, com corpo romboidal, alto, achatado e serrilhado no peito. Apresenta uma dentição poderosa, adaptada para quebrar as duras castanhas que fazem parte de sua dieta. Em suas brânquias, podem ser observados espinhos longos e finos. Possui nadadeira adiposa curta, com raios na extremidade, dentes molariformes e rastros branquiais longos e numerosos. Sua coloração é parda, na metade superior, e preta, na metade inferior do corpo, mas pode variar para mais clara ou mais escura dependendo da cor da água. Tem a carne bastante apreciada. Pode alcançar 90 cm de comprimento e atingir 30 Kg.

Peixes redondos: a nova opção de consumo e produção nacional

Considerados como os novos queridinhos do Brasil, devido ao constante aumento da demanda por alimentos nutritivos e saudáveis, cresce a produção e o consumo dos chamados peixes redondos no País nos últimos anos. Entram aqui, pescados como o tambaqui, o pirapitinga, o pacu e seus híbridos, peixes estes que têm em sua composição 20% de proteína e aminoácidos essenciais em quantidades e proporções ideais para atender às necessidades orgânicas.

Suíno light, mais carne, menos gordura

Recentemente, foram desenvolvidas, no Brasil, pesquisas capazes de aferir o nível exato dos tecidos gordurosos do suíno, dando início ao processo de melhoramento genético e manejo adequado, capaz de fazer com que os suínos diminuíssem a produção de seus níveis de gordura e passassem a produzir mais carne, surgindo, a partir daí, a espécie que ficaria conhecida como "suíno light".

Pacu e Tambaqui são nativos do Brasil, lucrativos e fáceis de criar

O Pacu e o Tambaqui são peixes nativos do Brasil, que vem sendo cada vez mais utilizados na piscicultura nacional. Das espécies nativas, são as mais lucrativas e fáceis de criar. São tradicionalmente consumidos pela população brasileira nos seus locais de origem, onde, por terem carne saborosa, fazem parte dos pratos típicos.

Pacu e Tambaqui: tipos de ração

No Brasil, os peixes nativos vêm sendo cada vez mais cultivados. É o caso do Piaractus mesopotamicus (Pacu) e do Colossoma macropomum (Tambaqui). Isso porque são peixes tradicionalmente consumidos pela população brasileira nos seus locais de origem (cidades próximas ao pantanal ou ao rio Paraná), pois têm carne saborosa, compondo parte dos pratos típicos da região.

Atendimento Online
Quer Facilidade